• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Um Dia em Dezembro, Josie Silver


    Uma história de amor inesquecível, comovente e emocionante; para fãs de Jojo Moyes e David Nicholls.
    Laurie não acredita em amor à primeira vista. Afinal de contas, a vida não é a cena de um filme romântico. Mas, então, em uma manhã de dezembro fria e com neve, o ônibus de dois andares em que voltava para casa para em um ponto. Ao olhar para baixo, ela o vê. Por um segundo transcendental, seus olhos se encontram... e então o ônibus começa a andar. Depois de muitos meses com a esperança de cruzar novamente com ele, Laurie acha que nunca mais verá o garoto do ônibus.
    No entanto, um ano depois, em uma festa de Natal, sua melhor amiga, Sarah, apresenta o novo namorado, o grande amor de sua vida. Para seu profundo desespero e surpresa, ele é ninguém menos que o garoto do ônibus. Determinada a esquecê-lo, Laurie segue com sua vida. Mas e se o destino tiver outros planos?
    Um Dia em Dezembro
    Duas pessoas. Dez oportunidades. Uma história de amor inesquecível.
    Josie Silver
    Ano: 2018 / Páginas: 392
    Idioma: português 
    Editora: Bertrand Brasil
    “ ... como se um relâmpago invisível tivesse, inexplicavelmente, nos unido.”

    Laurei é daquele tipo de garota romântica que acredita que encontrou o cara de sua vida numa parada de ônibus, o problema é que depois daqueles minutos eletrizantes, ela nunca mais viu o “cara do ônibus”. 

    Sarah, sua melhor amiga, é uma garota independente, decidida e acredita que encontrou sua alma gêmea. Ao apresentar Jack para Laurei ela não imaginava que ele era o famoso homem dos sonhos da amiga. O relacionamento dos três parece ser fadado ao desastre, mas Laurei guarda para si seu sentimento e, à medida em que o convívio aumenta entre ela e Jack, fica bastante complicado revelar a Sarah o seu segredo. A história avança e muitos ‘poréns’ acabam por manter os quase pombinhos separados.

    Esse é daquele tipo de formato de história em que “o amor sempre esteve ali mas a vida entrou no caminho” , sabe como é? Daqueles tipo Simplesmente Acontece e Um Dia, livros que inspiraram, com certeza, a autora. Já captou a essência? Isso ai. 

    Eu ainda lembrei de um que não é muito famoso e que li logo no início da minha vida de leitora voraz: Uma História de Amor, de Jessica Thompson. 

    Resumo da ópera: não é meu tipo de livro, mas como encarei o desafio de ler, lá fui eu nessa empreitada.

    Juro que foquei na capa, que é linda, respirei fundo e tentei... Jurooooo que tentei, mas realmente este formato não funciona para mim e não posso nem argumentar muito pois soltaria spoilers pesados e vocês iriam me matar, mas não consigo entender porquê permanecer com uma pessoa estando interessado em outra, mesmo que seja complicado contar a uma pessoa maravilhosa como Sarah que se está apaixonado por quem não deveria.


    O livro é uma comédia romântica, bem humorada e gostosinha em várias partes quando você esquece a tensão que envolve estes amigos, nos moldes de filmes de Natal, em que a cada resolução de fim de ano, Laurei tenta direcionar sua vida para a esperança que este momento sempre suscita e tenta seguir em frente vendo o homem dos seus sonhos cada vez mais inalcançável.

    "Falei, que, na vida, sempre chegamos a um ponto em que temos que escolher a felicidade, porque é cansativo demais ficar triste."

    Confesso que gostei como a escritora conduziu o final, mesmo querendo um pouco mais de detalhes, diálogos melhores e mais páginas e isso até compensou a leitura completa do livro com todas as situações irritantes que provocam a separação contínua deles.


    A capa foi extremamente bem escolhida, ela simplesmente hipnotiza você, seduz e leva à compra.

    Achei interessante a Bertrand Brasil promover o lançamento quase simultâneo com os EUA e UK. Não conhecia esta escritora e mesmo não tendo gostado muito de como foi conduzida uma passagem de tempo tão longa, os relacionamentos envolvidos e as resoluções tomadas, gostei muito da escrita dela, assim como acontece com a capa, ela acaba te sugando para dentro da trama. 

    Sei que muitas pessoas gostam de tramas como esta, então para quem gostou dos livros que citei lá em cima, se jogue pois provavelmente vai amar.

    Beijos, Myl

    11 comentários :

    1. A capa deste livro é a coisa mais linda do mundo e namoro ela desde que a vi pela primeira vez!
      Vale dizer que as fotos da postagem também ficaram maravilhosas!!!
      Por amar um bom clichê romântico e ainda mais neste clima de Natal gostoso,já gostei de cara e espero sinceramente ter este livro em mãos!!!
      Beijo

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi, flor. Saudade de você....a capa realmente rouba a cena.

        Excluir
    2. Quem nunca teve esse momento único em um ônibus com alguém né?! Quando eu era mais nova, sempre pegava o ônibus de manhã com minha mãe pra ir na terapia e todas as vezes entrava um moço (que apelidei de Spencer - por causa do iCarly) a gente se encarava até alguém interromper ou ele descer primeiro, mas a diferença que nunca mais vi ele kkkkk
      Até gosto dessas tramas, mas sabe quando enjoa e vira mais do mesmo? É assim que me sinto no momento. Talvez minha opinião mude futuramente e eu dê chance à leitura, mas por enquanto não é algo que eu leria :/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Eu amo esse tipo de clichê, o que não gosto é de triângulo amoroso .

        Excluir
    3. Oi Mylena,
      Quando eu vi que é para os fãs da Jojo, já pirei. HAHAHA amo os livros dessa mulher. Que pena que você não gostou :/ Eu achei interessante, vou procurar por esse livro depois.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. 14:01
        Gosto de vários livros da Jojo tb e não me pareceu semelhante com nenhum ....achei mais parecido com Um dia de David Nichols

        Excluir
    4. Hahaha meu que ódio, eu odeio livros assim, não é o livro em si, mas historias de romances onde os mocinhos se amam mas um dos lados namora o amigo do outro, isso sempre acaba mal e em confusão hahaha, que horrível deve ser nutrir sentimentos pelo namorado(a) do(a) amigo(a), e não é odiar de odiar sabe? É de sentir raiva pela situação da historia, pelo que eles vão ter passar e enfrentarem para ficarem juntos no final... rs até lá a gente passa raiva.

      Adorei a resenha, bjs

      ResponderExcluir
    5. Oi My.
      UM dia é um dos meus livros favoritos! Sou daquelas que adora uma sofrência rsrs
      Gostei bastante de Simplesmente acontece também.
      Por esses motivos, fiquei com bastante vontade de ler Um dia em Dezembro. A premissa é interessante, gosto de histórias que se passam no Natal e eu adorei a capa!
      Já vai para a lista de desejados.
      Beijoss

      ResponderExcluir
    6. My!
      Acredito que o medo de ficar só e a própria solidão, levam as pessoas a ficarem com um, gostando de outro, o que não justifica, é claro, mas pelo menos, nos faz entender o plot do livro.
      cheirinhos
      Rudy

      ResponderExcluir
    7. Oi Mylena,
      Também achei a capa linda, bem cara de natal, do tipo que eu gostei.
      Bem, eu gostei da história sim, porque acredito em romances assim como a nossa protagonista, maaaaaas, por outro lado, tambem acho bem chato esse tipo de relacionamento, o cara se interessa por ela, mas namora a melhor amiga? Vai entender...
      Gostaria de ler para tirar minhas conclusões, e porque amei a edição.
      Beijos

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!