• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Stars, Anna Todd

    Karina sempre soube o quão difícil é a vida militar, desde a convivência com seu pai militar até mesmo a infância e a juventude dentro de uma base. Depois de tantos anos de rigidez, ela aprendeu que guerras nunca terminam, elas sempre deixam marcas inimagináveis e causam feridas naqueles que estão à espera de seus entes queridos. Com a intenção de se dedicar à sua carreira de massagista e finalmente ser livre, Karina compra uma casa fora da base militar. Porém, Kael, um cliente misterioso e de poucas palavras, surge em sua vida e desperta mais do que apenas a sua curiosidade, fazendo com que ela mude todos os seus planos. Aos poucos, Karina percebe que Kael carrega consigo muito mais do que dois períodos no Afeganistão. A carga de Kael e suas mentiras são muito maiores do que Karina é capaz de suportar, levando-a até mesmo a desconfiar de seus sentimentos e intuição.
    As Estrelas Entre Nós
    Stars #1
    Ano: 2018 
    Páginas: 304
    Idioma: português 
    Editora: Astral Cultural

    " Meu maior problema e meu maior alívio embrulhados e entregues direto na minha porta."

    Exatamente assim...

    Meu primeiro contato com esta escritora foi quando ela ainda escrevia o livro final da série After no Wattpad. E quem leu sabe muito bem a montanha-russa de emoções conflitantes que ele provoca dentro de nós, pobres mortais. After foi um livro que provocou uma verdadeira revolução lá no Wattpad à epoca, tanto que conseguiu ser publicado em diversos países e este ano vai ganhar as telas de cinema já deixando legiões de fãs ansiosos para ver a adaptação.

    Então quando vi a capa do livro novo dela fiquei empolgadíssima para ler e saber quantas emoções mais Anna Todd é capaz de provocar com sua escrita. Contudo, todavia, entretanto... Desta vez, eu não senti muitas coisas além de desânimo e monotonia.... Mas vamos lá.

    Stars, As estrelas entre nós, traz a história de Karina, uma garota de vinte anos que foi criada numa base militar durante toda a vida, experimentando e vendo a dor e a tragédia que vem com a vida militar. Viu também sua mãe, aos poucos, se desintegrar e a família se desfazer. Tem um relacionamento tenso com o pai e um vínculo bem próximo com seu irmão gêmeo, que não toma as melhores decisões na vida. Agora ela finalmente conseguiu uma casinha para chamar de sua, vivendo uma rotina diária comum e até um pouco melancólica com uma vida simples sem maiores perspectivas. Karina trabalha como massoterapeuta e mora com sua amiga e colega de trabalho, Elodie. Graças a ela, conhece Kael, um jovem soldado, amigo do marido de Elodie que também é militar.
    Kael é um mistério desde o começo. Ele é bastante sério, não falando muito durante quase todo o livro. Perceptivelmente para os leitores, ele tem alguns problemas, está ferido e precisa de ajuda. Quando ele surgiu todo taciturno e comedido eu fiquei ansiosa para ver como Karina ia se inserir em sua vida e descobrir sobre seu passado. Mas descobrir tudo foi devagar demais e sem grandes complicações, e acabou que sua personalidade se revelou um pouco tarde demais para mim. 

    Era aparente que Karina estava muito interessada em Kael desde o início e logo se apegou a ele, mas não houve faíscas nem grandes emoções, era tudo muito morno e nem posso dizer que era tudo clichê demais nem nada porque eu amo um bom clichê mas, nesse caso, simplesmente faltou conexão com os personagens. 

    O livro é todo narrado sob o ponto de vista dela com muitos capítulos curtos demais para me fazer ter empatia com a história. E acaba que a grande reviravolta só acontece muito tarde dentro da trama deixando tudo em aberto, provavelmente para o próximo livro da série. O que me deixou mais arrasada ainda pois não gosto de finais em aberto.

    Enfim, se você é fã da escritora e deseja muito ler, se lance. Quem sabe ela tenha deixado a melhor parte para o próximo livro e esse foi só uma apresentação, não é mesmo? 

    Beijos, Myl


    2 comentários :

    1. Estou com esse livro aqui para ler, mas já abaixei minhas expectativas.
      Será o meu primeiro contato com a escrita da Anna, então espero gostar.
      Também não gosto de finais abertos.

      Beijos

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!