• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • A praça do mercado, Jorge Sá Earp

    As histórias de Jorge Sá Earp têm um sabor próprio, sofisticado, com um intertexto de referências explí¬citas ou ocultas – das artes plásticas, da música, do cinema, da literatura – e ao mesmo tempo a fluência de uma narrativa impecável, que conduz o leitor pelos cenários e diálogos como num filme. O autor tran¬sita com desenvoltura pelos mais diversos cenários, do grand monde ao submundo, desvelando amores improváveis ou impossíveis, e capturando com precisão os matizes e as sutilezas das relações humanas. Por trás de cada enredo, a prosa envolvente do autor é sempre um convite irresistível à leitura.
    A Praça do Mercado
    Jorge Sá Earp
    Ano: 2018 
    Páginas: 128
    Idioma: português 
    Editora: 7 Letras


    A praça do mercado é um livro de contos que retratam variadas situações que um ser humano pode vivenciar. Cada conto possui sua particularidade e todos eles são completos o suficiente, e a sensação que o leitor tem é que ele próprio vivencia os dramas dos personagens, fazendo parte da história.

    São doze contos que compõem a obra, e cada conto possui uma história particular. Conheceremos a solidão de uma senhora que encontra a alegria de viver com um entregador, as loucuras de uma sauna gay e seus clientes discretos e desesperados, a cantora de ópera que teve o dia mais conturbado de sua vida e muitas outras histórias envolventes, todas elas com a capacidade de nos prender do início ao fim.

    A vivência de cada história é bem real. Possivelmente as histórias são fictícias, mas os relatos são tão intensos que nós podemos imaginar essas situações acontecendo em qualquer lugar. Passaremos pelo Rio de Janeiro, França, Holanda e outros locais, nos proporcionando um apanhado de emoções e vibrações. Impossível não se sentir envolvido com suas criações.

    É incrível como o autor consegue criar uma história e finalizá-la sem deixar pontas soltas. Esse é o ponto que mais analiso num conto, e Jorge Sá transforma uma história de cinco páginas num enredo digno de filme!

    Suas histórias são a opção ideal para ler num sábado a tarde, durante um piquenique ou entre uma e outra aventura. O livro não tem mais de 130 páginas, ou seja, dá para ler rapidinho e se divertir entre as mais diversas situações.

    Gostei muito de conhecer a escrita do autor e já estou de olho em outras obras. A praça do mercado é um livro único e uma ótima companhia para ver o pôr do sol. Vem conhecer!


    2 comentários :

    1. Gosto de contos, e esse parece esse encantador!
      Gostei de conhecer esse livro.

      Beijos

      ResponderExcluir
    2. Muito obrigado, Minho, pelos seus comentários sobre o meu livro. Me sinto muito gratificado . Abraço.

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!