• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Princesa de Papel, Erin Watt


    O primeiro livro da série The Royals, a nova sensação new adult dos EUA. Ella Harper é uma sobrevivente. Nunca conheceu o pai e passou a vida mudando de cidade em cidade com a mãe, uma mulher instável e problemática, acreditando que em algum momento as duas conseguiriam sair do sufoco. Mas agora a mãe morreu, e Ella está sozinha. É quando aparece Callum Royal, amigo do pai, que promete tirá-la da pobreza. A oferta parece tentadora: uma boa mesada, uma promessa de herança, uma nova vida na mansão dos Royal, onde passará a conviver com os cinco filhos de Callum. Ao chegar ao novo lar, Ella descobre que cada garoto Royal é mais atraente que o outro – e que todos a odeiam com todas as forças. Especialmente Reed, o mais sedutor, e também aquele capaz de baixar na escola o “decreto Royal” – basta uma palavra dele e a vida social da garota estará estilhaçada pelos próximos anos. Reed não a quer ali. Ele diz que ela não pertence ao mundo dos Royal. E ele pode estar certo. 
    Princesa de Papel
    The Royals #1
    Erin Watt
    Ano: 2017
    Páginas: 368
    Idioma: português
    Editora: Essência

    Nossa protagonista é Ella: garota linda, inteligente, muito esperta, independente, de personalidade forte e sozinha. Durante grande parte da vida eram só ela e a mãe, que sempre fez de tudo para cria-la sozinha. Até que sua mãe morre, vitimada por um câncer, e Ella se vê precisando de dinheiro para se sustentar e não ser levada a um abrigo por ainda ser menor de idade. 

    Ella é dançarina em um clube de strip. Para isso, usa a identidade da mãe se fazendo passar por uma mulher com mais de 30 anos de idade. 

    "Alguns adolescentes sonham em viajar pelo mundo, ter carros velozes, casas grandes. Eu? Eu quero ter meu apartamento, uma geladeira cheia de comida e um emprego estável que pague bem, de preferência tão empolgante quanto esperar cola secar.”

    Mas o seu destino irá mudar após conhecer Callum Royal: melhor amigo do seu falecido pai que nunca conheceu e agora, seu tutor legal até que complete a maioridade.

    Até parece um conto de fadas, não é? Mas a vida de Ella se tornará um verdadeiro inferno. 
    Callum é um homem extremamente rico, e o sobrenome Royal dá credibilidade e prestígio a qualquer um que o use. Assim, Ella sairá do submundo dos clubes de strip para os círculos da alta sociedade, com direito a mesada milionária e compras com cartão de crédito com limite infinito. 

    Em contrapartida, terá que enfrentar a rejeição, o desprezo e a crueldade dos 5 filhos de Callum, que acreditam que ela é uma aproveitadora que está tendo um caso com seu pai. Principalmente de Reed, o garoto lindo e estranho que vai desestruturar o coração de Ella e abalar o seu raciocínio lógico. Tensão sexual é pouco para o que vai rolar entre esses dois, a eletricidade chega a ser palpável quando estão juntos. 

    Apesar da leitura rápida e fluida pelo ritmo gostosa que as autoras dão a história, travei em alguns momentos quando o assunto era violência doméstica e abuso sexual. Acredito que esses temas deveriam ser tratados com a importância que merecem e não apenas serem descritos como algo comum e normal. Apesar disso, Princesa de Papel tem seu mérito por mostrar a leviandade de pessoas guiadas pelo poder que o dinheiro oferece.


    1 comentários :

    1. Eu adoro livros com essa temática de violência, abuso. Sei lá, mesmo com o desconforto que leituras assim causam, acho importante sentirmos isso.
      Ella vai comer o pão que o diabo amassou e com certeza, estou muito curiosa em relação a isso tudo.
      O livro vai com certeza para a lista de desejados!!!
      Beijo

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!