Talvez uma História de Amor -- Filme

Talvez uma História de Amor - Filme 2018 - AdoroCinema
Ao chegar em casa após mais um dia corriqueiro no trabalho, Virgílio liga a secretária eletrônica e ouve um recado perturbador. É uma mensagem de Clara, comunicando o término do relacionamento dos dois. Virgílio, então, entra em choque e ouve repetidamente a mensagem, buscando algum sentido. O término não é o problema, pois Virgílio, solteiro, não faz a menor ideia de quem seja Clara.

Data de lançamento: 14 de junho de 2018 (Brasil)



Gente! Quanto tempo não escrevo uma resenha de filme, mas quando Talvez uma história de amor alcançou todos meus requisitos para uma fofíssima comédia romântica, não resisti.

Eu estava pesquisando uma música e acabei sendo levada a uma outra, com o mesmo nome mas de outro cantor que também gosto, e não conhecia a música. Fui assistir e me surpreendeu ver no clipe oficial uma história de fundo com dois atores brasileiros. Opa! Parti para pesquisar filmes com Mateus Solano, descobri que o clipe era de uma música tema de um casal de novela, mas também dessa belezinha que vos apresento hoje.

Baseado (inspirado apenas, viu? Vi que não é exatamente a mesma história.) num livro de mesmo nome do escritor francês Martin Page. A história tem um prólogo narrado pelo protagonista sobre encontrar o verdadeiro amor e ter encontros em aeroportos enquanto ele está correndo desesperado pelo saguão de um deles.

Dai começa toda esta história de Virgílio, sua mania de organização e rotina engessada além de mostrar como ele parece satisfeito com sua vidinha assim como ela está e como ele tem bons insights no seu emprego numa agência de marketing.

Mas ao voltar para casa depois de um dia cheio, ele liga a secretária eletrônica e ouve a fatídica mensagem de Clara terminando o relacionamento com ele. Mas ele não faz a menor ideia de quem ela seja e que fica pirado para tentar entender quem ela é, pois todos parecem saber de seu término com ela.

Começa nossa jornada no mundo deste misterioso relacionamento.

Mateus Solano está fantástico no papel de Virgílio e simplesmente arrasa na atuação do rapaz que, de início, parece meio caricato com seus TOCs e manias mas, no decorrer do desenvolvimento, mostra as suas diversas fases e os motivos que o levaram a ser tão controlador e travado.

O diretor vai entregando aos poucos cada peça deste quebra-cabeças emocionante com uma trilha sonora escolhida a dedo e super bem encaixada que acaba sendo um ótimo elemento sensorial na trama, pois com ela a gente vai perceber os sentimentos do personagem em cada descoberta e consegue sentir o que ele sente. Além deste detalhe, traz várias referências de filmes e muitos clichês apresentados e desconstruídos.

Outros pontos importantes a serem observados são a fotografia e a escolha de cores principalmente em relação ao casal. Fiquei apaixonada com o cuidado tido neste ponto principalmente quando chega no final da história. Final este que me surpreendeu pois Mateus Solano domina de tal forma que quando chega ao ápice pouco me importei em saber quem era a famosa Clara, simplesmente me emocionei em ver toda a luta de Virgílio e tudo o que arriscou 

Para minha alegria, ainda tem um epílogo bem fofucho.

Adorei ver o cinema nacional trazer algo diferente de seus dramas tensos e comédias escrachadas. Talvez uma História de Amor mostra o quão importante é a desconstrução de "verdades absolutas", o quão importante é sair da zona do conforto e se superar.

Nem preciso dizer que amei de paixão apaixonada.


2 comentários

  1. Ahhh!!!Que alegria ver aqui no blog uma crítica e indicação de um filme nacional assim!!!Confesso que fiquei atrás desse filme tem um tempo, me lembro do Solano no programa da Fátima Bernardes falando sobre ele. Mas acabei deixando passar batido.
    Claro que já estou indo atrás nesse momento.
    Bom em tempos turvos, se jogar num filme leve e sim..nacional de qualidade!!!!
    Obrigada!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Super recomendo... Eu vi no Telecine Play se não me engano mas tem num canal chamado Max pelo que pesquisei na internet.

      Excluir

O seu comentário alegra o nosso dia!!!