Um marido de faz de conta, Julia Quinn

Enquanto você dormia…
Depois de perder o pai e ficar sabendo que o irmão Thomas foi ferido durante uma batalha nas colônias, Cecilia Harcourt tem duas opções igualmente terríveis: se mudar para a casa de uma tia solteira ou se casar com um primo vigarista. Então ela cruza o Atlântico, determinada a cuidar de seu irmão pelo tempo que for necessário. Só que, após uma semana sem conseguir localizá-lo, ela acaba encontrando seu melhor amigo, o lindo oficial Edward Rokesby. Ele está inconsciente, precisando desesperadamente de cuidados, e Cecilia promete salvar a vida desse soldado, mesmo que para permanecer ao lado dele precise contar uma pequena mentira... 
Eu disse a todos que era sua esposa
Quando Edward recobra a consciência, não entende nada. A pancada na cabeça o fez esquecer tudo que aconteceu nos últimos três meses, mas ele certamente se lembraria de ter se casado. Apesar de saber que Cecilia Harcourt é irmã de Thomas, eles nunca foram apresentados. Mas, já que todo mundo a trata como esposa dele, deve ser verdade. 
Quem dera fosse verdade…
Cecilia coloca o próprio futuro em risco ao se entregar completamente ao homem que ama. Mas quando a verdade vem à tona, Edward talvez também tenha algumas surpresas para a nova Sra. Rokesby.
Um Marido de Faz de Conta
Os Rokesbys #2
Ano: 2019
Páginas: 304
Idioma: português 
Editora: Arqueiro

" Surpreendentemente, todos acreditaram nela."

Minha Nossa Senhora dos Corações Apaixonados!!! Que livro foi esse??? Que casal foi esse??? Que homem maravilhoso!!!! Sem dúvida, vai ser meu crush de 2019!!! Vai ser difícil superar este ser espetacularmente romântico e cavalheiro.

Vamos à nossa história.

Quem leu Uma Dama Fora dos Padrões (resenha aqui) sabe que a família de Edward está ansiosa por notícias dele e, em Um Marido de Faz de Conta, vamos começar a entender o que aconteceu com ele no Novo Mundo. Só que tudo começa, na verdade, pela ansiedade de outra pessoa: Cecília Harcourt.

Cecília é irmã de Thomas, melhor amigo de Edward que, como o amigo, desapareceu durante a guerra de independência dos Estados Unidos. Cecília morava com o pai numa cidade do interior da Inglaterra, após a morte dele e desesperada para não casar com o primo esquisito, ela junta suas economias e vai atrás do irmão. Chegando lá, ninguém sabe dar informação sobre ele mas ela consegue encontrar Edward inconsciente no hospital e acaba dizendo que é sua esposa para poder ficar perto dele e tentar descobrir algo sobre o desaparecimento do irmão.

Ao acordar, Edward descobre estar com amnésia recente e não lembra de nada sobre os últimos três meses, muito menos de ter se casado com Cecília. Mas ele gosta da ideia de estar casado com ela e se sente especialmente ligado à jovem. Mas não será fácil manter este casamento de mentirinha...

Ela entra no dilema de quando contar a verdade para Edward e ele entra no dilema de achar que está  prendendo Cecília junto a ele e ela só querer cuidar dele.

“ – Não sou o homem com quem você se casou.
- Eu provavelmente também não sou a mulher com quem você se casou...- murmurou ela.”

Essa jornada da recuperação de Edward e de ambos cheios de dúvidas sobre seus sentimentos em relação ao outro é perfeita. A escritora soube dosar muito bem essas crises de consciência de ambos, a descoberta da paixão, o se deixar levar por ela e o saber fazer o que é correto. Ela criou um clima de tensão fortíssimo sobre o momento em que eles se entregariam à paixão e o momento em que tudo fosse descoberto.

“ Quando ela se inclinava por cima do rosto dele, parecia que o ar à sua volta ficava diferente, carregado de tensão. Era uma sensação quase elétrica que comprimia o peito e arrepiava  a pele. E quando ela conseguia, enfim, respirar fundo, sentia como se estivesse inspirando a própria presença dele.”

Edward é um cavalheiro carinhoso, comedido, passional, dedicado, cuidadoso, amoroso, paciente, fofo, bonito.. Meu Deus! O cara é simplesmente mais-que-perfeito!

“A honra e a honestidade de Edward eram claramente intrínsecas à sua natureza.”

À medida que se aproxima de Cecília, ele entende os motivos que o levaram a supostamente se casar com ela. Ela é uma jovem bondosa, altruísta, inteligente e bastante preocupada com Thomas e Edward.  Amei principalmente por ela ser xará da minha filha mais nova e ter a mesma doçura.

Cada capítulo apresenta um trechinho das cartas trocadas entre Cecília e o irmão e, aos poucos, um outro quebra-cabeça vai se formando para o leitor. Gostei de como tudo foi conduzido a um final divertido e bemmmm romântico e já quero o livro do outro irmão Rokesby.

Beijos, Myl


2 comentários

  1. Agora eu me surpreendi.
    Esse livro não me chama tanta atenção quanto o primeiro, mas pela sua resenha parece que é bem melhor.
    Gostei dessas cartas trocadas.
    Vou pensar seriamente em ler só para conhecer seu novo crush.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Os dois livros são bons, mas o primeiro teve um detalhe que não gostei e esse foi maravilhoso gostei de tudo. Beijos,myl

    ResponderExcluir

O seu comentário alegra o nosso dia!!!