Featured Slider

motivos para ler

 visão crítica da sociedade brasileira

leitura que leva à introspecção

relata a vida do sertanejo

mostra o processo de exploração e alienação do ser humano

condena o latifundio

cultura regional


Coração & Mente: Uma história de amizade, Nishi Singhal



Coração & Mente: Uma história de amizade é um livro a ser lido em família. Adultos e pequenos leitores juntos numa jornada sobre a importância de equilibrar pensamentos e sentimentos para viver uma vida feliz e divertida.

Formada em psicologia, Nishi Singhal apresenta a aventura de dois melhores amigos: o Coração e a Mente. Eles trabalham sempre juntos para se manter em harmonia. O Coração traz alegria e amor ao momento presente, já a Mente age no dia a dia.

Mas o que será que acontece quando eles passam o dia separados?

Esta é uma história para mostrar para as crianças a importância de ouvir o coração e agir de forma positiva em prol de uma vida mais feliz, saudável e plena.

Na parte final do livro, a autora traz questões e exercícios que ajudam nosso coração e nossa mente a andarem juntos e em equilíbrio. Dinâmicas que podem ser guiadas pelo adulto que lê para a criança, seja ele(a) familiar ou educador(a).

Com tradução de Flavia Baggio , a obra conta com as belas ilustrações de Lera Munoz. Em cada página, a artista traz leveza e simpatia aos personagens e aos cenários.

Coração e Mente: Uma história de amizade
Autor: Nishi Singhal
Ano: 2024
Paginas: 32
Editora: Gaudí


Que o coração e a mente precisam andar juntos a gente já sabe, mas será que essa amizade mais ajuda ou mais atrapalha? 

Através de ilustrações apaixonantes e um cenário delicado, Nishi Singhal ensina a adultos e crianças o poder da amizade, tendo como personagens aqueles que mais devemos levar em consideração na hora de tomar decisões: nossa mente e coração. 

É possível que em caminhos separados esses dois locais de puro sentimento nos leve por caminhos diferentes que podem ser belos ou tortuosos, mas juntos eles tem o poder de nos transformar e neste livrinho podemos entendem melhor isso. 

É uma história que vai render várias reflexões importantes sobre quando deixar o coração ou a mente agir e quando é necessário que ambos trabalhem juntos. 

Não preciso dizer que amei a leitura, não é mesmo? Não apenas por ler com Luna, mas por através dela também entender sentimentos conflitantes dentro de mim, por isso a indico não só para as crianças, mas também os adultos, pois todos nos precisamos entender essa amizade e aquelas que nos cercam.

Uma boa leitura para você, cheiro e até breve!

Garotas da Rua Beacon 12 - Acabou o Tempo, Annie Bryant


E o tempo está contra a Katani, que teve a ideia de tricotar 20 cachecóis para um evento beneficente da loja Rosa Formosa. Ela quer vencer um concurso para jovens empreendedores fazendo tudo sozinha, sem a ajuda de ninguém. Mas será que vai dar tempo?

É muita coisa! Em apenas uma semana, a GarotaK precisa terminar todos os cachecóis e ainda entregar trabalhos muito importantes na escola.

Bom, quem conhece essas amigas sabe que a Maeve, a Isabel, a Charlotte e a Avery vão “tricotar” até descobrir um jeito de dar uma mãozinha para a Katani, mesmo que, a princípio, ela não queira aceitar.

Garotas da Rua Beacon 12
Acabou o Tempo
Annie Bryant
Ano: 2011 
Páginas: 300
Idioma: português
Editora: Fundamento


Quando a revista predileta de Katani resolve fazer um concurso para jovens empreendedores, a jovem decide que tricotar 20 cachecóis para participar é o que precisa, mas ela não contava com o trabalho que seria e o pouco tempo disposto para realizar a tarefa, ainda mais tendo projetos da escola e outras atividades.


Ter amigas tão incríveis e queridas pode mudar o rumo das coisas para a garota K, mas até que isso aconteça muito está por vir.

Essa série infanto juvenil parece ser bem gostosa de se acompanhar se tirarmos por esse livro em questão. Começar a série pelo livro 12 não me pareceu o certo, mas no fim das contas foi divertido de ler, me lembrou uma Fábia adolescente que adorava revistas de moda e celebridades.

É um livro que pode facilmente ser indicado para jovens leitores e que vai para a estante de Luna no futuro, quando ela alcançar idade suficiente para entender toda a trajetória de Katani e suas amigas.

Se você conhece as garotas da rua Beacon me conta aqui o que achou desse livro e se ainda não conhece, te convido a conhecer, mas comece pelo primeiro 🤭.

Um cheiro e até breve!

A casa do outro lado do lago, Riley Sager


 CUIDADO COM O QUE VOCÊ VÊ...

Casey Fletcher é atriz e ficou viúva recentemente, ela está tentando escapar de uma onda de publicidade negativa, para isso, refugiou-se na paz e tranquilidade da casa do lago de sua família em Vermont. Com um binóculo e várias garrafas de bourbon, ela passa o tempo observando Tom e Katherine Royce, o glamouroso casal que mora do outro lado do lago. Eles dão um bom entretenimento: inovador tecnológico, Tom é um homem poderoso; e a ex-modelo Katherine é maravilhosa.

Um dia, Casey salva Katherine de se afogar no lago, e as duas se tornam grandes amigas. Mas, quanto mais se conhecem, e mais Casey observa, fica claro que o casamento dos vizinhos não é tão perfeito quanto aparenta. Quando Katherine subitamente desaparece, Casey suspeita de imediato que Tom tenha cometido um crime. Ela não percebe que há muito mais nesta história do que conseguia ver e que segredos chocantes podem espreitar debaixo das mais serenas superfícies.

A casa do outro lado do lago
Ano: 2023 
Páginas: 288
Idioma: português
Editora: Alta Novel


"Demorou para eu me despedaçar, graças às muitas pessoas que se importavam comigo."


"A pior parte de beber demais, é a manhã seguinte, quando tudo o que você engoliu na noite anterior volta para assombrar você."


Casey já foi uma grande atriz que seguiu os passos da mãe, mas tudo mudou depois da morte do seu marido. Devastada e entregue à bebida, ela está passando um tempo sozinha na casa do lago onde seu marido morreu afogado. Um lugar afastado, ermo, com pouquíssimos moradores e acontecimentos, o que faz com que o casal que mora na casa do outro lado do lago desperte o seu interesse. 

Munida do seu binóculo e de muito tempo livre, Casey passa a observar o casal Katherine e Tom. A casa é linda, decoração impecável, Katherine é uma modelo famosa e Tom é CEO de uma rede social, além de parecer levarem uma vida perfeita. Mas tudo muda quando Casey salva a vida de Katherine que estava se afogando no lago, mesmo afirmando saber nadar e sem lembrar de como ela chegou até lá. 

Já temos a receita perfeita para uma boa história: uma mente desocupada e um acontecimento suspeito! Obcecada pelo casal, Casey presencia o que parece ser uma discussão, o que vai reforçar a ideia de que existe algo muito errado naquela casa. Numa noite comum, após beber bastante, ela escuta um grito e, logo em seguida, o som de alguém caindo no lago. Para a sua surpresa, Casey fica sabendo que Katherine desapareceu, o que seria a confirmação de que Tom fez alguma coisa com a esposa. E Casey se sente na obrigação de investigar com a ajuda do seu vizinho Boone, um ex-policial. 

E ai, quando você acha que já conhece essa história, Sager lança mão de um serial killer pra animar mas, sem abrir mão de uma dose de drama ao voltar no passado para mostrar como era a vida de Casey com o marido e como foi seu luto.

Agora fechou o pacote? Ainda não, Sager ainda encontrou uma maneira de inserir uma boa dose de sobrenatural nessa história pra deixar você de boca aberta e com cara de bobo. 

Se você gosta de livros que surpreendem e trazer resoluções inimagináveis, A casa do outro lado do lago tem que estar na sua lista de leitura.

Mesmo sabendo como tudo acaba, L. C. Polk


Neste suspense repleto de mistério e romance, o leitor percorre o cenário noir de Chicago nos anos 1940 em uma história sobre anjos, demônios e magia, mas também sobre enfrentar opressores e encontrar seu próprio caminho.
Helen Brandt perdeu tudo: o trabalho, a família e, em uma atitude desesperada para salvar o irmão, a própria alma. Graças a um pacto demoníaco, Teddy sobreviveu e, em troca, ela foi condenada a padecer no inferno por toda a eternidade.

Expulsa da ordem mágica à qual pertencia, a jovem passou a última década investigando mistérios sobrenaturais ao lado de Edith, seu grande amor. Agora, prestes a dar adeus à vida que dividia com a amada e cumprir sua sentença, ela recebe uma última oferta de trabalho: capturar o assassino em série mais temido da cidade.

Ao ter a proposta recusada, sua cliente lança mão da única recompensa que a detetive não pode negar: reverter o pacto e envelhecer ao lado da mulher que ama. Agora, ela terá três dias para descobrir quem está fazendo vítimas pela cidade ou perder para sempre a chance de ser feliz com Edith.

Mesmo sabendo como tudo acaba
L. C. Polk
Ano: 2024 
Páginas: 168
Idioma: português
Editora: Suma

Helen Brandt é uma mística que, apesar de ter sido expulsa da ordem a qual pertencia, continua fazendo trabalhos investigando casos sobrenaturais. ao lado dela está Edith, o amor da sua vida e parceira pra tudo. Falando assim, a vida de Helen parece perfeita, mas o seu passado é sombrio. A cerca de dez anos, Helen perdeu os pais em um trágico acidente de carro e, só não perdeu também o seu irmão Ted porque fez um pacto com o demônio. Sim, isso mesmo. Mas o preço que ela terá que pagar é alto: o demônio lhe concedeu apenas mais dez anos de vida antes de levar a sua alma para o inferno e faltam apenas três dias para esse prazo acabar. 


Apesar do que fez por Ted, foi ele mesmo quem a denunciou para a ordem, motivando a sua expulsão. E desde então, eles não se falam. Vida que segue, né? Hellen é chamada para descobrir quem é o Vampiro da Cidade Branca, assassino que vem matando mulheres quase todas as noites na Chicago de 1940 criada por Polk. Com tão pouco tempo para estar ao lado de Edith, ela recusa o trabalho. Mas o contratante lhe oferece algo irrecusável: a sua alma de volta. 

Apesar de parecer tão natural falar o amor de Helen e Edith, nesse universo, a homossexualidade é vista como doença e as mulheres podem ser colocadas em sanatórios, além de sofrer lobotomia como tratamento. E, mesmo as mulheres 'saudáveis', segundo o olhar machista e patriacal, são consideradas propriedades masculinas, e só podem praticar magia se houver um homem na família ao qual ela deverá ser subordinada, mesmo que o seu poder seja maior que o do homem.

Gente, que história incrível! L. C. Polk entrega muito mais do que a sinopse promete, e olha que não promete pouco. É surpreendente como, em apenas 168 páginas, ela consegue entregar suspense, mistério, um universo fantástico absolutamente original, além de um romance sáfico de deixar o coração quentinho. Achou muito? Ainda tem um drama familiar, uma crítica social à forma como as mulheres eram tratadas na época e representatividade LGBTQIA+ ao usar os pronomes neutros elu/delu.

Se você quer uma leitura rápida (li em apenas um dia), sem pontas soltas e que fará o seu tempo dedicado a ela valer à pena, não deixe de ler Mesmo sabendo como tudo acaba. Principalmente para descobrir o porquê desse título.




Com uma pegada fantástica em um clima noir que se passa numa Chicago dos anos 40, o leitor acompanha uma história regada de anjos e demônios, magia, mulheres andando em clubes clandestinos para amar outras mulheres e sacrifícios (tanto literais, quanto metafóricos).
Foi uma leitura que me prendeu bastante, eu li em menos de 24h devido ao tamanho, os capítulos curtos e também a trama envolvente. O final foi um pouco agridoce para mim, achei que a Helen foi egoísta e cometeu um erro, mas às vezes tomamos decisões burras quando o amor está envolvido no processo.

Se você quer uma leitura curta com pegada fantástica, dê uma olhadinha nesse lançamento da Suma!