• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Um Amor Escandaloso, Patricia Cabot

    Quando a bela Kate Mayhew é contratada como dama de companhia de Isabel, filha de Burke Traherne, o marquês de Wingate se vê numa situação complicada. Por um lado, tem consciência de que a Srta. Mayhew é exatamente o que a jovem precisa, mas, ao admiti-la em sua casa, o marquês é obrigado a controlar a atração que sente pela moça. O grande inconveniente é que o cargo que ela ocupa a impede de se tornar uma de suas amantes. E Burke vive sobre o juramento de nunca mais se casar, depois de ter flagrado a ex-esposa num ato de traição. Já a Srta. Mayhew não consegue parar de pensar em um homem pelo qual jurou nunca se apaixonar, e esconde um escândalo do passado. Ousará a bela moça lutar contra seus desejos e os fantasmas que parecem persegui-la? O homem que frequenta seus sonhos mais despudorados e o que habita seus piores pesadelos aproxima-se cada vez mais, e ela não sabe por quanto tempo mais conseguirá suportar...

    Um Amor Escandaloso
    Meg Cabot
    Ano: 2015 
    Páginas: 378
    Idioma: português
    Editora: Record

    Começar explicando que não era muito fã de livro de época. Até esse livro eu só tinha lido Perdida, que amei, mas não me arrisquei de novo no gênero. Agora, por causa de um desafio, precisava ler um  romance de época e escolhi este que me indicaram muito. Gostei tanto que já escolhi outro de época para ler. Fora este detalhe, este é meu primeiro livro de Meg Cabot e amei demais!!! Minha filha já era fã, agora sou também. 

    Esse livro conta a estória de Kate Mayhem, babá na casa de uma família bem pitoresca que pede doações para catequese dos pobres de Papua-Nova Guiné, e Burke Traherne, marquês de Wingate. Narrada em terceira pessoa, mostra a hipocrisia que reina na sociedade e como toda estória tem dois lados. No inicio do livro, a escritora já apresenta os seus personagens principais e alguns dos coadjuvantes. Conheci Freddy, amigo de infância de Kate; Isabel, a filha tresloucada de Burke; os protagonistas já mostram suas características e conhecemos algumas das fofocas que os envolvem.

    Lançamentos Rocco - Jan/2018


    Será que um erro pode definir quem você é? Molly Barlow traiu seu namorado. Com o irmão dele. E a mãe dela fez o favor de escrever um livro contando a sua história, que deveria ser um segredo entre elas. Um livro que se tornou um bestseller, e que virou a vida de Molly de cabeça para baixo. Para fugir da espiral de ódio e fofoca que suscitou em Star Lake, a garota decide viver um ano fora, num internato. Mas quando volta à cidade no verão, para passar os 99 dias que faltam até entrar para a faculdade, ela tem que acertar as contas com aqueles que lhe fizeram mal e tentar resgatar os laços com quem era especial para ela. Autora do bestseller Duas Vezes Amor, também publicado pela Rocco Jovens Leitores, Katie Cotugno conta a história de Molly Barlow em 99 capítulos – ou dias – de leitura vertiginosa, em que aborda temas como amor, traição, culpa e perdão.
    Indicado aos Prêmios Edgar e Anthony, na categoria Melhor Livro Jovem Adulto, O príncipe adormecido é o segundo volume da série de fantasia A Herdeira da Morte, da britânica Melinda Salisbury. Na trama, Errin Vastel cuida da mãe e sobrevive da venda clandestina de suas poções e ervas medicinais. Mas quando o Príncipe Adormecido desperta de seu sono encantado e a aldeia onde vivem precisa ser evacuada devido à ameaça de uma guerra sangrenta, as coisas se tornam ainda mais difíceis para a jovem. Desabrigada e temendo pela mãe e por sua própria vida, ela se vê obrigada a confiar no misterioso Silas Kolby, que promete ajudá-la. Silas, porém, tem seus próprios segredos e, quando ele desaparece sem aviso, Errin parte sozinha numa perigosa jornada por um reino à beira da guerra. E o que ela descobre pelo caminho não só abala suas convicções e desconstrói tudo em que sempre acreditou, mas também exigirá que ela faça uma escolha difícil que pode mudar o futuro de todo o reino.


    Rosemary Cooke já teve uma irmã, repentinamente tirada do convívio familiar, e já sofreu o bastante por conta disso. Aos 22 anos, ela acaba de entrar para a Universidade da Califórnia e decide acertar as contas com a sua infância.
    Autora do bestseller O clube de leitura de Jane Austen, que virou filme e foi publicado no Brasil pela Rocco em 2017, Karen Joy Fowler ganhou o PEN/Faulkner Award e foi finalista do Man Booker Prize com o delicado e perturbador Estamos todos completamente transtornados, em que conta a história de um casal de cientistas que leva às últimas consequências seus experimentos com chimpanzés, na década de 1970.
    Narrado em flashback pela filha caçula dos Cooke, Rose, o romance, que também figurou na prestigiada lista anual de livros notáveis do jornal The New York Times e recebeu resenhas elogiosas dos principais veículos internacionais, escancara as fragilidades do comportamento humano e das relações familiares, com doses iguais de humor e amargura. 

    Autor de mais de 80 livros para crianças e jovens, o premiado escritor e contador de histórias Celso Sisto estreia na Rocco com Blimundo – O maior boi do mundo, um conto da tradição popular de Cabo Verde. 
    Com ilustrações da pernambucana Elma, o livro conta a história de um boi grande, forte, apaixonado pela liberdade e pela natureza, que vive num reino dominado por um tirano. Inconformado com a ousadia de Blimundo, o único que não serve aos seus caprichos, o poderoso Senhor Rei Morgado põe seus soldados à caça do famoso boi. Mas não há exército capaz de derrotar Blimundo, que entre coices para todo lado, muge com valentia:
    “De sete em sete, fica El Rei sem nenhum valete!” Há, porém, um rapaz franzino, tocador de cavaquinho, que conhece o maior segredo de Blimundo, e que apresenta ao rei um plano infalível para capturá-lo. Será o fim desse boi extraordinário cujo único erro é acreditar no amor, na paz, na liberdade e na justiça?


    Lançamentos Faro - Jan/2018

    Sejam bem-vindos ao acampamento Pádua. Um retiro de verão para adolescentes problemáticos. Mas não se tratam de problemas comuns, como não querer estudar, mentir ou colar na prova. Não! Estamos falando de problemas reais. Alguns deles tão grandes, tão sérios, que até um adulto desmoronaria sob o peso deles. No acampamento, Zander, uma garota enviada pelos pais contra a sua vontade, encontra uma série de adolescentes na mesma situação, e com três deles ela estabelece uma relação de amizade — Grover, Alex e Cassie. Todos os quatro são tão diferentes quanto as pessoas podem ser, mas têm algo em comum — eles estão quebrados por dentro. Em meio às sessões de grupo e, à medida em que o verão dá as caras, os quatro revelam seus trágicos segredos. Zander encontra-se atraída pelos encantos de Grover, e então começa a se perguntar, depois de muito tempo, se pode apostar em ser feliz novamente.
    Mas, antes, ela precisa lidar abertamente com seus problemas, para poder juntar seus pedaços e reconstruir sua vida
    Você pode pensar que se trata de uma história triste. E há partes duras sim, mas, Rebekah Crane consegue mostrar como na dificuldade podemos encontrar uma saída. Isso é uma das coisas que faz o livro completamente encantador, divertido e doce, capaz de deixar em você um grande sorriso no rosto.
    Em 1963, Ellis e Michael eram dois garotos de doze anos que se tornaram grandes amigos. Durante muito tempo, sempre foram apenas os dois, andando pelas ruas de Oxford, um ensinando ao outro coisas como nadar, descobrir autores e livros e a esquivar-se dos punhos de seus pais dominadores. Até que um dia algo muito maior que uma grande amizade cresce entre eles.
    Mas então, avançamos cerca de uma década nesta história e encontramos Ellis, agora casado com Annie, e Michael não está mais por perto.
    O que leva à pergunta: o que aconteceu nos anos que se seguiram? Esta é quase uma história de amor. Mas seria muito simples defini-la assim.

    Promoção 6 anos do MVE com a HarperCollins Brasil

    Hoje é dia de ganhar presente da HarperCollins Brasil!!!

    Dessa vez a promoção será feita no nosso perfil no instagram, para participar é só clicar na foto abaixo que você será redirecionado para o sorteio.


    Siga as regras e boa sorte!!!

    O menino no vagão, Pam Jenoff

    "Uma fantástica história de amizade nascida através do sacrifício e da necessidade de sobreviver durante a Segunda Guerra Mundial.
    Durante a ocupação nazista na Holanda, Noa, uma jovem de apenas 16 anos, engravida de um soldado alemão. Contra a sua vontade, ela é obrigada a entregar seu bebê recém-nascido para a adoção e é praticamente abandonada em um cenário de guerra e destruição. Em busca de abrigo, ela chega em uma pequena estação de trem no interior da Alemanha onde, em troca de comida e um lugar para dormir, ela passa a trabalhar.
    Até que em uma fria noite de inverno, Noa descobre um vagão de trem repleto de crianças judias roubadas de seus pais, com destino a um campo de concentração. Em um momento que mudará toda a sua vida, ela decide salvar um dos bebês judeus. E, talvez, recuperar a esperança que foi levada junto com o seu filho. Começa assim, a sua jornada em busca da liberdade.
    Em O Menino do Vagão, Pam Jenoff constrói personagens inesquecíveis e emocionantes para nos oferecer o poder que só uma ficção poderosa consegue criar: o olhar do passado para refletirmos o futuro e o que significa, verdadeiramente, sermos humanos."
    O Menino do Vagão
    Ano: 2017 
    Páginas: 288
    Idioma: português 
    Editora: HarperCollins Brasil

    Devo confessar que O menino do vagão não foi uma leitura fácil pra mim. Não por ter uma escrita densa ou complexa, mas por tudo o que me traz a mente o que foi a Segunda Guerra Mundial.

    O livro conta duas histórias paralelamente e nos apresenta duas personagens principais. De um lado temos Noa, 16 anos, ingênua e romântica, engravidou de um soldado alemão que estava hospedado em sua casa, foi expulsa de casa pelos pais, teve que dar o seu filho por não ter como criá-lo e se vira como pode para sobreviver, limpando uma estação de trem e dormindo em um armário. 

    Tudo muda quando ela ouve o som de bebês e se surpreende ao notar que centenas deles foram deixados no frio em um dos vagões. Quase todos já estão mortos, mas um deles chama a sua atenção por se parecer com o bebê que teve e por ainda estar vivo. Noa foge dos guardas da estação com Theo, nome dado ao bebê, e, quando parece fadada a morrer congelada em uma nevasca, encontra um palhaço de circo que dá abrigo para eles em seu acampamento.