• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Um Reino de Sonhos, Judith McNauight

    Royce Westmoreland, o “Lobo Negro”, é enviado pelo rei da Inglaterra para invadir a Escócia. Quando seu irmão, Stefan, sequestra Jennifer e Brenna Merrick, filhas de um lorde escocês, do convento onde vivem, as vidas de Royce e Jennifer se entrelaçam. Ele, um poderoso guerreiro que já ganhou muitas batalhas, não vê a hora de encontrar uma mulher que o amará pelo homem que é, não pelo medo inspirado por sua lenda. Ela, uma jovem rebelde em busca do amor e da aceitação de seu clã, mesmo na condição de prisioneira, não se deixa abalar pela fama de seu arrogante captor.
    Conforme os conflitos entre os dois se tornam mais frequentes, a urgência de se entregarem um ao outro só aumenta. Certa noite, quando ele a toma apaixonadamente nos braços, desperta nela um desejo irresistível. Mas, se Jennifer seguir seu coração, perderá tudo aquilo pelo que vem lutando e jurou honrar.
    Um Reino de Sonhos
    Um romance da Dinastia Westmoreland
    Dinastia Westmoreland #1
    Ano: 2018
    Páginas: 378
    Idioma: português
    Editora: Bertrand Brasil

    “ Afinal, não é todo dia que uma mulher recebe um reino de sonhos.”

    Jennifer e Brenna foram isoladas num convento pelo pai delas depois que Jennifer aprontou mais uma das suas, acendendo a ira do mesmo. Jennifer é do tipo teimosa, determinada e corajosa que sofreu muitas injustiças na infância e luta para ser aceita e reconhecida por seu clã. Enquanto a doce Brenna é mais reservada, ponderada e medrosa. Verdadeiros contrastes e verdadeiras amigas unidas por laços extremamente fortes. Ao serem raptadas pelo irmão do lendário Lobo, ambas irão viver muitas aventuras para tentar se livrar das garras de seus raptores.

    Royce Westmoreland é o temido cavaleiro do rei da Inglaterra e conquistou seu título de Duque de Claymore graças a diversas façanhas nos campos de batalha. Ao encontrar a desaforada Jennifer, ele se depara com sentimentos que nunca sentiu antes e que acabam por deixá-lo vulnerável. 

    “ Tinha o cabelo negro, e sua capa preta balançava nas costas, agitada misteriosamente pelo vento, como se tivesse vida própria... Uma olhada para ele, e Jenny soube que ele era capaz de cometer todo ato vil do qual era acusado.”

    Piano Vermelho, Josh Malerman

    Ex-ícones da cena musical de Detroit, os Danes estão mergulhados no ostracismo. Sem emplacar nenhum novo hit, eles trabalham trancados em estúdio produzindo outras bandas, enchendo a cara e se dedicando com reverência à criação — ou, no caso, à ausência dela. Uma rotina interrompida pela visita de um funcionário misterioso do governo dos Estados Unidos, com um convite mais misterioso ainda: uma viagem a um deserto na África para investigar a origem de um som desconhecido que carrega em suas ondas um enorme poder de destruição.
    Liderados pelo pianista Philip Tonka, os Danes se juntam a um pelotão insólito em uma jornada pelas entranhas mortais do deserto. A viagem, assustadora e cheia de enigmas, leva Tonka para o centro de uma intrincada conspiração.
    Seis meses depois, em um hospital, a enfermeira Ellen cuida de um paciente que se recupera de um acidente quase fatal. Sobreviver depois de tantas lesões parecia impossível, mas o homem resistiu. As circunstâncias do ocorrido ainda não foram esclarecidas e organismo dele está se curando em uma velocidade inexplicável. O paciente é Philip Tonka, e os meses que o separam do deserto e tudo o que lá aconteceu de nada serviram para dissipar seu medo e sua agonia. Onde foram parar seus companheiros? O que é verdade e o que é mentira? Ele precisa escapar para descobrir.
    Com uma narrativa tensa e surpreendente, Josh Malerman combina em Piano Vermelho o comum e o inusitado numa escalada de acontecimentos que se desdobra nas mais improváveis direções sem jamais deixar de proporcionar aquilo pelo qual o leitor mais espera: o medo.
    Piano Vermelho
    Ano: 2017 
    Páginas: 320
    Idioma: português 
    Editora: Intrínseca

    Quis ler Piano Vermelho no momento em que descobri que tinha sido escrito pelo Josh Malerman, autor de Caixa de Pássaros, um dos melhores thrillers psicológico que já li. Achei que só esse fato já respaldava Piano Vermelho... Quem dera...

    O livro conta, através dos Danes, uma banda de rock formada por amigos e sem muito sucesso, de Detroit, um fato misterioso que ocorre no deserto da Namíbia.

    Paraíso Perdido, o épico de John Milton, agora em quadrinhos


    UMA DAS HISTÓRIAS MAIS PODEROSAS DE TODOS OS TEMPOS RECONTADA EM UMA DESLUMBRANTE GRAPHIC NOVEL

    Indicado por Reese Witherspoon


    Se Não Houver Amanhã, Jennifer L. Armentrout

    Lena Wise está sempre ansiosa pelo dia seguinte, especialmente porque está começando o último ano da escola. Ela está decidida a passar o máximo de tempo possível com os amigos, completar as inscrições da faculdade e talvez informar seu melhor amigo de infância, Sebastian, sobre o que realmente sente por ele. Para Lena, o próximo ano vai ser épico — um ano de oportunidades e conveniências.
    Até que uma escolha, um instante… destrói tudo.
    Agora Lena não está ansiosa pelo dia seguinte. Não quando o tempo que dedica aos amigos pode nunca mais ser o mesmo. Não quando as inscrições para a faculdade podem ser qualquer coisa, menos viáveis. Não quando há o risco de Sebastian jamais perdoá-la pelo que aconteceu.
    Pelo que ela permitiu que acontecesse.
    À medida que sua culpa aumenta, Lena está ciente de que sua única esperança é superar o ocorrido. Mas como é possível seguir em frente quando a existência inteira, tanto dela quanto a de seus amigos, foi transformada?
    Como seguir em frente quando o amanhã sequer é garantido?
    Se não houver amanhã
    Ano: 2018 
    Páginas: 384
    Idioma: português 


    Meu pobre coração está em frangalhos, não sei quando me recuperarei desta sequência de livros fortes e emotivos que venho lendo. 

    Comprei este livro em ebook no lançamento americano e fico me perguntando porque esperei tanto tempo para ler. Na verdade, quando vi que irá lançar aqui resolvi ler logo para ver se compro o físico também. OMG! Que livro sensacional! Nem preciso dizer que vou comprar, né? 

    Conheço esta escritora desde que uma amiga me emprestou Não Olhe para Trás que, obviamente, comprei depois de tanto que amei e ainda ganhei em paperback autografado. Veio O Problema do Para Sempre que não superou minha paixão anterior, mas foi quase, e agora este livro... meu deus do céu... que livro foi esse??? Veio definitivamente confirmar porque sou fã de Jennifer Armentrout.