• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • À convite: Priscila Gonçalves - O eterno namorado, Nora Roberts - @Arqueiro

    Tudo o que acontece na vida de Owen Montgomery é meticulosamente organizado em uma planilha ou lista de tarefas. No trabalho não é diferente, e é graças a sua obsessão por ordem que a Pousada Boonsboro está prestes a ser inaugurada – dentro do cronograma.
    A única coisa que Owen jamais previu foi o efeito que Avery MacTavish teria sobre ele. A proprietária da pizzaria em frente à pousada sempre foi amiga da família e agora, enquanto vê em primeira mão a fantástica reforma pela qual o lugar está passando, também observa a mudança gradativa de seus sentimentos por Owen.
    Os dois foram namorados de infância, e desde então tinham estado bem distantes dos pensamentos um do outro. O desejo que começa a surgir entre eles, porém, não tem nada de inocente e é impossível de ignorar.
    Enquanto Owen e Avery decidem se render à paixão e levar seu relacionamento a um nível mais sério, a inauguração da pousada se aproxima e dá a toda a cidade um motivo para comemorar. Mas quando os traumas do passado de Avery batem à porta e a impedem de se entregar, Owen sabe que seu trabalho está longe de terminar. Agora ele precisa convencê-la a baixar a guarda e perceber que aquele que foi seu primeiro amor pode também ser seu eterno namorado.

    O Eterno Namorado
    A Pousada # 2
    Ano: 2016 
    Páginas: 304
    Editora: Arqueiro


    Em O Eterno Namorado continuamos a conhecer os irmãos donos da pousada BoonsBoro, os Montgomery. No livro anterior, conhecemos um pouco da história da pousada, como era o funcionamento anos atrás e sobre os fantasmas que habitam os quartos, principalmente o fantasma da Lizzie, de Orgulho e Preconceito. Depois da reforma da pousada, Beckett, o arquiteto da família, e Clare, amiga da protagonista deste livro, se uniram e estão prestes a se casar. Mas parece que a pousada não vai parar de unir casais.

    Leitura da Drica: O muro, Céline Fraipont e Pierre Bailly, @NemoEditora

    O Muro é uma história poética, forte e pungente, desfiada por um desenho frio como o toque de um bisturi, que arrasta o leitor pelos caminhos obscuros de uma adolescência problemática ao som do punk rock. Estamos em 1988. Numa monótona cidadezinha do interior belga, Rosie, uma menina de 13 anos, se vê entregue à própria sorte: sua mãe fugiu com outro homem numa aventura amorosa, e seu pai vive mergulhado no trabalho. Roída por uma rotina morna e vazia, Rosie fica completamente desorientada. Assiste, impotente, à transformação de sua personalidade, ora apavorada, ora determinada, diante da melancolia que a invade e traça os contornos de sua nova vida.

    O Muro
    Autores: Céline Fraipont (roteiro) e Pierre Bailly (arte)
    Título original: Le muret
    Tradução: Fernando Scheibe
    Ano: 2015
    Páginas: 192
    Editora: Nemo




    Gente, confesso que tinha um pouco de preconceito em relação a HQ e graphic novels. Era dessas, fazer o quê? Mas depois de O muro meu horizonte se alargou rsrsrsrs

    O muro é uma graphic novel que conta a história de Rosie, menina comum de 13 anos que a mãe abandonou a família para viver com o amante e vive sozinha com o pai, que trabalha demais... ou seja, vive realmente sozinha todo o período de transformações da adolescência, não fosse por sua melhor amiga.


    Enredo clichê? Até poderia ser, não fosse a abordagem direta e pungente dos autores que fala de maneira particular aos que se veem retratados na história.


    Mas não é apenas Rosie que sofre. O seu pai se afunda cada dia mais no trabalho numa possível tentativa de esquecer o abandono e nunca fala sobre o ocorrido. O que faz com que os dois se afastem cada vez mais, até se tornarem dois estranhos vivendo na mesma casa.

    Até que Rosie descobre a bebida e o cigarro, e os torna companheiros de solidão em cima do muro. Em um desses momentos de solidão em cima do muro, Rosie conhece Jô, um garoto judeu traficante, que apesar de estar sempre rodeado por pessoas, talvez viva uma solidão mais profunda do que a sua. E se descobrem perfeitos um para o outro vivendo intensamente uma aventura regada a muito punk rock dos anos 80, como The Cure (como não amar???).

    A edição em brochura tem formato 17 x 24 cm, capa cartonada com orelhas, papel offset de boa gramatura e impressão.


    A história é fantástica, os traços são espetaculares, e forma como a Céline conta a história através dos olhos da Rosie traz uma dose maior de realidade. Adorei os desenhos serem coloridos em preto e branco, a intensidade do nanquim dá uma dramaticidade maior a cada quadrinho.


    História pesada? Mas tratada com muita leveza e humanidade, que mostra o que temos de melhor e pior dentro de nós, e sem uma lição de moral no final.


    Lendo com a Dani: 5º Cavaleiro, James Patterson e Maxine Paetro

     Um assassino brinca de Deus

    Quando a tenente Lindsay Boxer fica sabendo que 20 pacientes prestes a receber alta morreram de forma suspeita no conceituado Hospital Municipal de São Francisco, ela desconfia de que há algo errado. Será mera coincidência? Ou alguém anda tirando a vida de inocentes?

    O maior julgamento de São Francisco

    Inconformados, os familiares das vítimas resolvem processar o hospital por negligência médica. Enquanto a cidade se prepara para um dos mais aguardados julgamentos de sua história, Lindsay e suas amigas do Clube das Mulheres contra o Crime têm um motivo pessoal para investigar o caso.

    Não há tempo a perder

    A nova integrante do grupo, Yuki Castellano, teme que sua mãe, internada na UTI do centro médico, não saia de lá com vida. Numa corrida contra o tempo, Lindsay e Yuki percebem que não são bem-vindas pela diretoria do hospital, que pode estar tentando salvar sua própria reputação.
     5º Cavaleiro (The 5th Horseman)
    Autor: James Patterson e Maxine Paetro
    O clube das mulheres contra o crime - Livro 5
    Editora Arqueiro (2011)
    213 páginas


     Ganhei esse livro em dezembro do ano passado um dia antes de viajar, levei comigo na mala para os EUA, voltei e só agora que li. O que foi um tremendo erro. Devia ter lido logo, no avião mesmo.

    Dica do Dan




    Sortudo da Estante: Edna Dias

    • Quem é você?
    Olá, me chamo Edna, sou gaúcha de Porto Alegre. Faço faculdade de Biblioteconomia, estou no último semestre e pretendo fazer mestrado em Letras. Curto ler e procuro sempre ler livros de todos os gêneros, mas meu preferido é o gênero narrativo. Meus autores preferidos são Josué Guimarães, Erico Veríssimo e Machado de Assis.


    • Como conheceu o Minha Velha Estante? E o que mais gosta no blog?
    Não lembro como conheci, mas acredito que foi pelo Facebook por sugestão de algum outro blog. O que mais curto é o carinho e atenção da Adriana, sempre se mostra preocupada com a satisfação dos seguidores, procura quando fico um tempo sem aparecer. E a qualidade das postagens, das resenhas. Já li vários livros recomendados pelo blog.


    • Qual livro ganhou e em qual promoção? Porque decidiu participar da promoção?
    Ganhei alguns top comentaristas, lembro que em um ganhei a trilogia hot "escuridão" e também "O escriba de granada". Também ganhei recentemente um kit com 6 livros: A filha a ilusão; A lista; O grande Ivan; Como falar com um viúvo; Entre dois mundos; O livro secreto de Dante. 


    • Qual seu estilo de leitura? 
    Adoro romance, meu gênero preferido é o narrativo, mas dentre as espécies (romance, novela, conto...) prefiro o romance mesmo. Dentre meus livros preferidos estão: A menina que roubava livros, O pequeno príncipe, Memórias póstumas de Brás Cubas e Camilo Mortágua.


    • O que te prende em um livro? 
    Gosto de uma narrativa cheia de reviravoltas, ambientação histórica. Adoro quando o enredo se passa na época da segunda guerra. Gosto de ficção com fundo histórico.


    • Deixe um recado para os leitores do MVE.
    Oi, gente. Eu adoro o blog, a Adriana é sempre muito querida e atenciosa, assim como todos os envolvidos. Espero que vcs aproveitem as dicas, as resenhas, as promoções e prestigiem este blog, colaborando para seu crescimento também. Desejo saúde, paz, segurança e boas leituras a todos. Super beijo.