Mordida, Sarah Andersen

 


Em seu novo livro, Sarah Andersen traz uma história de amor inusitada entre uma vampira e um lobisomem, com a linguagem em quadrinhos que já conquistou milhares de fãs na internet e nas livrarias.

Em seus trezentos anos de vida, a vampira Elsie nunca encontrou um par perfeito. Tudo muda quando ela conhece Jimmy, um lobisomem encantador, com uma forte tendência a sair correndo por aí na lua cheia. Cada qual com seus hábitos incomuns, juntos eles levam uma vida de casal deliciosamente macabra, curtindo filmes de terror e livros de suspense, fazendo passeios à sombra e saciando seu apetite voraz em jantares refinados (sem alho!).

Com traço gótico, humor ácido e repleto de romantismo, Mordida retrata os dramas reais de se apaixonar por alguém perfeito para você – mas ao mesmo tempo muito diferente. Em edição de luxo, com capa dura de tecido e laterais pintadas de preto, este é um livro de morrer.

Mordida
Ano: 2021
Páginas: 112
Idioma: português
Editora: Seguinte

Elsie tem 300 anos de vida e por mais que já tenha se aventurado muito, essa vampirinha nunca encontrou o amor da sua vida, até que resolve passear em um bar que aceita monstros e encontra o charmoso Jimmy, um lobisomem magnifico e que se encanta por ela e juntos eles resolvem viver essa relação.

Cada um tem suas peculiaridades, suas diferenças, mas isso não faz com que eles se afastem, muito pelo contrário, são essas peculiaridades que acaba por uni-los ainda mais, além disso eles não sabem de fato se estão apaixonados, apenas garantem o relacionamento com base no gostar e esperam que quem sabe dê certo o suficiente para virar amor?

“- Você já namorou alguém da sua espécie?
- Já, era simpática, mas às vezes virava o cão.”

Diferente de outros quadrinhos famosos da autora, esse carrega uma pegada mais gótica, mas sem perder a fluidez e a delicadeza de cada desenho, transformando algo que poderia ser um terror em uma história fofa, cheia de momentos cômicos e mais uma vez trazendo ensinamentos, como o fato de que devemos aprender a respeitar as diferenças entre as pessoas, sejam elas vivas ou mortas (aqui mora uma leve piada, mas o assunto é sério, respeitem o próximo).

A HQ é muito rápida de ser lida e interpretada, pois em poucas páginas a autora consegue divertir o leitor, além de conquistar mais uma vez com sua delicadeza em cada diálogo, alguns carregam um humor mais pesado, mas não deixam de divertir.

“- Vamp, alguém já te traiu?
- Hum, já.
- O que você fez?
...
- Com o corpo dele?”

Devo deixar bem claro que estou mais do que apaixonada por essa nova hq da Sarah e já quero muito ler outras histórias da mesma com essa pegada mais gótica, afinal quem não curte uma boa comédia romântica com personagens pra lá de diferentes? Eu curto e esse livrinho entrou para o meu coração com força.

Agora me conta você, já leu essa história da Sarah? O que achou dela? Vamos conversar e por favor, protejam seus pescocinhos, até mais!

Nenhum comentário

O seu comentário alegra o nosso dia!!!