• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Resenha da Drica: Morra Por Mim - Revenants, Livro 01,Amy Plum - Farol Literário

    Lançamento: 01/08/2013

    Editora: Farol Literário

    Título original: Die for me

    Páginas: 423

    Sinopse  

    Depois que seus pais morrem em um acidente de carro, Kate e sua irmã, Georgia, vão morar com os avós em Paris. Enquanto Georgia encontra na balada a cura para sua tristeza, Kate é mais introspectiva e se recusa a sair e se divertir, até resolver ir para um café com seus livros para tomar um pouco de sol. Ela conhece Vincent, um belo e misterioso garoto parisiense. Ao se relacionar com o menino e descobrir sua história, Kate tem que escolher entre deixar sua paixão de lado e seguir a vida em segurança, e assumir seus sentimentos e toda a complicação que seria namorar alguém imortal e com inimigos, e mudar para sempre sua vida.

    "Eu sabia que existia algo diferente em Vincent. Eu tinha sentido isso, mesmo antes de ver sua foto no obituário. Era algo distante de mim, e muito obscuro para eu conseguir entender. Então eu ignorei. Mas agora vou descobrir quem ele é."



    Quem acompanha o blog sabe da minha paixão pelos seres fantásticos de um modo geral, mas sempre pensei que já conhecia todos os habitantes desse lado vip do mundo. Imaginem então qual não foi a minha surpresa ao ser apresentada a mais uma estirpe de seres literalmente fantásticos como os que habitam as páginas de Morra por Mim. Obrigada, Amy, minha vida não será mais a mesma, e agora o meu coração está mais dividido do que sempre.

    Vamos conhecer a história de Kate, adolescente de 16 anos, que se muda do Brooklyn para Paris após a morte trágica de seus pais, para morar com seus avós. Enquanto Kate mergulha na tristeza, Georgia, sua irmã mais velha, usa as baladas diárias como uma fuga da dura realidade. 

    “Quanto a mamãe, sua morte arrancou meu coração, como se ela fosse uma parte física de mim, extraída com bisturi. Era uma alma gêmea, "um espirito irmão", como ela costumava dizer. Não que a gente sempre se desse bem. Mas, agora ela se fora, eu tinha de aprender a viver com o buraco imenso e abrasador que sua ausência deixara dentro de mim.”

    Mas Kate é uma personagem tão fantástica, que até em sua tristeza ela é especial, Kate resolve mergulhar em sua dor passando tardes intermináveis lendo livros e visitando museus, que são as suas paixões. Como não se apaixonar por essa menina?

    “Fora o universo alternativo oferecido por um livro, o espaço silencioso de um museu era meu lugar favorito. Mamãe dizia que no fundo eu era uma escapista, que preferia mundos imaginários ao verdadeiro. É verdade que para mim sempre foi fácil me libertar deste mundo e mergulhar em outros.”
    Mas é em uma dessas tardes de leitura que a vida de Kate Bean (como sua irmã a chama) vai mudar. Kate avista um grupo de rapazes lindos e os seus olhos são logo atraídos para um em especial, com uma beleza incomum e que parece atrair os olhos de todas as mulheres ao redor. 

    “As coisas nem sempre são o que parecem...”

    Esse homem fantástico é Vincent Delacroix, que após alguns encontros e desencontros será o primeiro amor de Kate. E como se não bastasse namorar um homem lindo e misterioso (o que toda garota sonha!), ela vive esse amor em Paris! Ponto para a autora e suas ricas descrições de ruas, museus, cafés e paisagens que nos transportam para a Paris real.

    “Você mordeu a maçã, Kate. Se bem que, com uma serpente tão atraente, não posso culpá-la.”

    Mistério?! Eu disse mistério???????? Sim!!!!!!! E aí começa a melhor parte da história, e é quando eu passo a ser fã de corpo e alma da Amy Plum! Vincent tem um mistério! Vincent é um Revenant, traduzindo do francês seria Fantasma, mas ele é uma espécie de morto-vivo do bem. Os Revenants morrem para salvar vidas, morrem no lugar de outras pessoas que deveriam morrer e por isso retornam à vida após três dias. Para a Amy os Revenants nasceram de uma mistura entre deuses, anjos e zumbis.  Juro que no decorrer do livro pensei que ele era um vampiro por conta de sua beleza estonteante, mas adorei a oportunidade de ficar íntima de mais uma estirpe sobrenatural. E lógico, os Revenants tem seus inimigos, os Numa.

    A história também conta com personagens muito bem construídos que fizeram o meu coração se dividir entre eles. Georgia é uma irmã maravilhosa, daquelas que você gostaria de ter. Mamie e Papie, avós de Kate são simplesmente únicos, preocupados e carinhosos na medida certa. O clã dos Revenants é cheio de estrelas, e aí Amy soma mais um ponto: ela cria uma estirpe única, com características particulares e princípios comportamentais bem definidos em relação ao valor da vida e o significado da morte. Jules é o meu preferido, depois de Vincent, é claro.

    “Meu erro foi inspirar ao fazê-lo. Ele cheirava a carvalho e grama e ao fogo de uma fogueira. Ele cheirava a recordações. Anos e anos de recordações.”

    Mas, como em todo bom romance, há um risco ao viver esse amor, por Vincent ser quem é Kate terá que escolher entre viver um grande amor junto com seus altos e baixos em consequência da sua condição não humana, e viver uma vida tranquila e árida. O que você escolheria????



    Não bastasse uma história fascinante, o livro é absolutamente fofo, a capa é extramamente delicada e linda, sem falar no início de cada capítulo com os mesmos desenhos da capa. Diagramação perfeita, sem erros, a Farol está de parabéns!

    Um livro único que mistura, na dose certa, romance, suspense e aventura com uma aura sobrenatural totalmente inovadora. Pela primeira vez agradeço por um livro ser parte de uma trilogia, só assim terei como desfrutar mais da história de Kate, Vincent e seu clã. Recomendadíssimo!!!!!!!!!!!!

    14 comentários :

    1. Eu acabei de ler, estou apaixonada por este livro!!!
      A sua resenha ficou tão linda! Tão perfeita!! Me apaixonei de novo!!

      Parabéns!!!!

      Bjkas

      Lelê Tapias
      http://topensandoemler.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    2. Eu amei esse livro ja a algum tempo, achei linda a historia!!
      Sua resenha ficou incrivel meus parabens.


      Adriana Bielenki

      ResponderExcluir
    3. Sou louca por este livro, nem sei porque ainda não comprei! É que tem tantos desejados que ás vezes até me perco hahaha
      Excelente resenha, este livro parece ter de tudo um pouco: romance, mistério e sobrenatural. Gosto muito da combinação destes três elementos e fiquei curiosa para acompanhar o desenrolar deste romance e saber um pouco mais sobre Vincent e os Revenants!
      Além do mais, sou apaixonada por estórias que se passam em Paris e saber que a autora caprichou na descrição dos lugares é ótimo! O leitor deve se sentir muito dentro da estória.
      beijos

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. O livro é mesmo fantástico, tudo dosado na medida certa! Compre, viu?! Vale à pena!

        Excluir
    4. Eu havia lido apenas uma resenha sobre este livro e na oficou um espetaculo como a sua. Ja tinha lido sobre todos os tipos de seres fantasticos, mas nada como os Revenants. Imagina, morrer e renascer tres dias depois.
      E como nao podia deixar de ser, Kate se apaixona pelo mais lindo de todos, Vicent.
      A capa é muito linda mesmo.

      ResponderExcluir
    5. Awn eu preciso desse livro, sua resenha esta MARAVILHOSA conseguiu mi conquistar tem tudo que eu gosto o romance é claro e com o sobrenatural e mistérios...<3 Vicent vai ser meu novo amor literário *-*
      Ja li algumas resenhas desse livro, mais muitas citações acho que a maioria que eu vi é fã da autora... Quero muito ler esse livro e gostei de saber que a historia se passa em paris.
      Bjs Mih *-*

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Vincent é um personagem muito especial, como não se apaixonar?

        Excluir
    6. Eu já sou apaixonada por esta capa desde a época do lançamento. Achei engraçado o fato de você achar legal ser uma trilogia, por conta dos personagens, ainda mais quando queremos tantos livros únicos.
      Bjs, Rose.

      ResponderExcluir
    7. Me identifiquei quando soube que Kate lia livros e ia no museu, também são minhas maiores paixão, é claro com Deus sempre em primeiro lugar.

      ResponderExcluir
    8. A história da protagonista é um tanto que clichê no início. Por conter seres diferentes, acho uma ótima! Amo livros com fantasias e criaturas diferentes. Vicent parece lindo, me conquistou apenas com algumas palavras sobre ele, mesmo sendo um fantasma. Revenants e Nunas parecem uma coisa bem criativa da parte da autora. E por serem bem construídos, fiquei na expectativa para ler. Como também o enredo parecer rico e diferente dos normais, sendo que no começo achei meio que clichê, lendo o resto, tive outra opinião.
      A capa dos livros dessa série são lindos. Espero poder ler.
      Abraços Adriana,
      ThayQ.

      ResponderExcluir
    9. É inegável que a capa é o que mais chama atenção. É de extremo bom gosto, muito bonita mesmo!
      A história me chama atenção pelo tema mais sobrenatural e os mistérios envolvidos. Confesso que achava ele meio complicado por conta desses seres que nunca ouvi falar na vida. XD Tenho um amigo que é fã dessa série e ele me disse que parece complicado antes de ler, mas qe quando vemos estamos totalmente envolvidos.
      Bela resenha!
      Abraços

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!