• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Resenha da Drica: Legend, Marie Lu - Prumo



    Autora: Marie Lu

    Editora: Prumo

    Páginas: 256

    Sinopse:
    Ambientado na cidade de Los Angeles em 2130 D.C., na atual República da América, conta a história de um rapaz – o criminoso mais procurado do país – e de uma jovem – a pupila mais promissora da República –, cujos caminhos se cruzam quando o irmão desta é assassinado e a ela cabe a tarefa de capturar o responsável pelo crime. No entanto, a verdade que os dois desvendarão se tornará uma lenda. O que outrora foi o oeste dos Estados Unidos é agora o lar da República, uma nação eternamente em guerra com seus vizinhos. Nascida em uma família de elite em um dos mais ricos setores da República, June é uma garota prodígio de 15 anos que está sendo preparada para o sucesso nos mais altos círculos militares da República. Nascido nas favelas, Day, de 15 anos, é o criminoso mais procurado do país; porém, suas motivações parecem não ser tão mal-intencionadas assim. De mundos diferentes, June e Day não têm motivos para se cruzarem – até o dia em que o irmão de June, Metias, é assassinado e Day se torna o principal suspeito. Preso num grande jogo de gato e rato, Day luta pela sobrevivência da sua família, enquanto June procura vingar a morte de Metias. Mas, em uma chocante reviravolta, os dois descobrem a verdade sobre o que realmente os uniu e sobre até onde seu país irá para manter seus segredos.

    Olá, queridos,

    e vamos lá com mais uma distopia e uma série! Legend é o primeiro livro de uma trilogia distópica.
    O livro nos leva a uma Los Angeles decadente no ano de 2130. Vamos conhecer Day, adolescente com 16 anos, morador da Colônia, é o criminoso mais procurado pela República, uma espécie de Robin Hood, que comete pequenos delitos por uma causa nobre como alimentar a sua família que, com exceção de seu irmão mais velho, acredita que ele esteja morto, mas assim fica mais fácil para que ele consiga ajudar a sua família e tentar protegê-la da praga que assola os bairros pobres.
    Em situação totalmente oposta, conhecemos June, 15 anos, menina prodígio, destaque entre os outros adolescentes que integram a organização militar da República. Individualista, não consegue ver o sofrimento da população pobre à sua volta, mas a morte do seu fará uma reviravolta em sua vida. 

    “As Colônias querem que pensemos que permitir que eles nos dominem é uma coisa positiva, como se eles estivessem nos anexando, ou nos fazendo algum favor. É assim que eles nos consideram: uma pobre nação marginal, como se eles fossem os poderosos. Essa noção é do maior interesse para eles, afinal, pois ouvir dizer que as inundações alagaram muito mais áreas das terras deles do que das nossas. Este sempre foi o motivo básico de tudo: terra, terra, terra. Mas tornar-se uma união... isso nunca aconteceu, nem acontecerá. Nós os derrotaremos primeiro, ou morreremos tentando.”

    De cara já deduzimos que o destino desses dois vão se cruzar. E de um modo bem trágico: Day será o principal suspeito do assassinato do irmão de June, um importante funcionário do Governo. E é a partir dai que grandes revelações começarão a acontecer e a verdade não será nada fácil de ser aceita. 

    “Mas nada de bom pode resultar se você se apaixonar por alguém nas ruas. Essa é a pior fraqueza que se pode ter, assim como ter uma família presa numa zona de quarentena ou uma órfã de rua precisando de você.”

    Ponto para a agilidade e fluidez da narração do livro. Apesar de ser um livro curto, apenas 256 páginas, não se engane. Legend tem uma história bem dinâmica. Parte disso se deve aos seus capítulos curtos que alternam a narração, ora feita por June, ora feita por Day. Adorei a participação de Ollie, cachorro do irmão de June, que algumas vezes rouba a cena.

    “Ollie me olha com aquela sabedoria canina universal...”

    Outra coisa muito boa de acompanhar é a evolução de June, como ela consegue amadurecer e encarar a realidade que antes ela não conseguia enxergar. Mesmo em poucas páginas a autora consegue narrar isso de forma bem nítida. 

    “...é estranho estar aqui com você. Eu mal o conheço... mas às vezes parece que somos a mesma pessoa, nascida em dois mundos diferentes.”

    Distopia, romance, suspense e muita adrenalina em apenas um livro! Parabéns à autora! E que venha Prodigy!

    12 comentários :

    1. Achei muito interessante. Adoro distopias e o enredo deste livro me deixou curiosa, parece ser cheio de aventuras. Gosto muito de livros onde os personagens amadurecem ao longo da estória, este é um ponto muito positivo. :)
      beijos

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. É uma distopia muito legal, um livro fininho com uma história bem consistente.

        Excluir
    2. Para ser sincera quando eu vi esse livro pela net , eu não gostei , acho que é pela capa , não é tão atrativa , chamativa .
      Primeira resenha desse livro que eu leio e vc conseguiu me deixar com vontade de ler , eu adoro distopias , sempre são boas , mas essa quando eu vi não quis ler , mas agora eu quero rsrs .. Enquanto eu lia veio várias distopias em mente :)

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Não acho q ela se pareça com outras distopias... Vc se lembrou de quais?

        Excluir
    3. Que bom saber que você gostou.
      Eu já tenho os dois livros e lerei Legend logo.
      Amo distopias e me animei pelo tamanho também, hehe.
      Curtinho, mas com conteúdo!!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Leitura gostasa de 1, 2 dias mas com uma história bem consistente. Não vejo a hora de ler Prodigy!

        Excluir
    4. Que show de Distopia, um Robin Hood super moderno com uma patricinha. QUe bom que June consegue ver a realidade a sua volta. Mas e agora, eu fiquei sem saber se Day matou ou nao o irmao de June :(

      ResponderExcluir
    5. Oi Dri!
      Esse livro está na minha lista de futuras aquisições desde o ano passado. Eu gosto muito de distopias e acho esse enredo muito massa! Logo quando vi o lançamento não dava muito por ele, mas aí foram saindo as resenhas e ele se mostrou ser melhor do que eu imaginava.
      Espero gostar tanto quanto vc.
      Beijocas

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Engraçado q é um livro fininho com uma história fantástica! Tomara q vire filme!

        Excluir
    6. Achei muito legal o livro, coisas que envolve o futuro é muito bom, desde que não seja muito fora do real por que ai pra mim já fica sem graça, tem dois livros eu acho esse e outro, eu já vi este e outro e já fiquei com vontade de comprar mas por agora tenho outras prioridades!!!

      ResponderExcluir
    7. Oiee
      Que livro maravilhoso,obras distópicas sempre tem o poder de me prenderem do inicio ao fim.Vi há algum tempo que essa trilogia vai ser relançada por alguma editora e fiquei super empolgada para ler,pois eu não conhecia.
      São poucas páginas mesmo,estou acostumada com aqueles livros de 400 ou mais folhas,mas se a história cumprir com o planejado está valendo(tenho certeza que cumpriu).
      beijos

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!