• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Leitura da Drica: Black Bird, Anna Carey - V&R

    Título: Black Bird - A Fuga

    Black Bird # 1

    Autora: Anna Carey

    Ano: 2015 

    Páginas: 225

    Editora: V&R

    Sinopse:
    Não me lembro de nada.

    O que sei:

    - Estou em Los Angeles
    - Acordei nos trilhos da estação de metrô Vermont/Sunset
    - Sou uma garota
    - Tenho cabelos pretos e longos
    - Tenho um pássaro tatuado no pulso direito com o código FNV02198
    - Estão tentando me matar



    Merece virar filme! Pronto, falei!

    Isso mesmo, gente, é assim que começo a resenha de Black Bird – A Fuga.

    O livro já começa te tirando o fôlego, nem espera você se acostumar com a história.



    A história começa com a nossa protagonista acordando sobre os trilhos de um trem/metrô, e percebendo que o mesmo está se aproximando. Em uma rápida inspeção por sua memória para tentar se recordar como é que ela foi parar ali, ela descobre que nem sequer se lembra quem é.

    - Não sei - você diz, incapaz de saber onde está ou que dia é, incapaz de se lembrar de qualquer detalhe de sua vida. Existe apenas esse momento, nada mais."

    Mesmo um pouco grogue, como se tivesse sido drogada, ela consegue se livrar de um possível acidente. Passa então a tentar entender o que está acontecendo. Descobre uma tatuagem em seu pulso que é a silhueta de um pássaro preso em uma caixa e a inscrição FNV02198. Tem uma mochila com roupa, comida, água, dinheiro, um canivete e um bloco de anotações com uma moeda e o recado "Não chame a polícia. Quando estiver sozinha, ligue”. Pra mim, já foi suficiente para não querer largar o livro!

    Na intenção de saber algo sobre o que está acontecendo, ela liga para o número e é orientada a ir em um determinado local. No caminho, conhece Ben, um fofo de pessoa, que lhe dá carona e é quando ela cria um nome para si, passando a se chamar Sunny.

    Mas o que poderia ser a solução dos problemas de Sunny, se mostra como uma armadilha. Após a ida ao local indicado, ela será perseguida também pela polícia, já que ela descobre que tem outras pessoas no seu encalço.

    A Anna criou uma personagem forte, corajosa, que não se deixa abater mesmo quando todo o mundo parece estar contra ela e ela não tem ninguém para quem voltar. Ben é um fenômeno que toda garota gostaria de ter na sua vida, carinhoso, compreensivo, disposto a ajudar e sempre disponível, ele vai trazer romance para a vida conturbada de Sunny. Sim, isso mesmo, no meio de um thriller como esse, a Anna conseguiu colocar romance na dose certa.

    Com a ajuda de Ben e juntando os fragmentos de memória que vão surgindo, Sunny consegue deduzir que está sendo caçada. Muitas respostas serão dadas na medida em que outras serão criadas, deixando a porta aberta para o segundo livro Black Bird – A Caçada.

    Narrado em segunda pessoa, em determinados momentos, o narrador parece estar contando a história não só para o leitor, mas para Sunny também.

    Repleto de fugas alucinantes, mistérios a serem desvendados, reviravoltas, romance tórrido, sangue e morte, a leitura flui bem rápido. Com um enredo que não deixa você largar até que termine, mas que te prende também porque é muito bom.

    A V&R está de parabéns! Capa linda, adorei as páginas em rosa pink! Diagramação perfeita e revisão impecáveis!


    Recomendo que leia quando tiver algumas horas disponíveis ou poderá se atrasar para um compromisso porque vai ser difícil de largar!





    2 comentários :

    1. O livro parece ser super rápido de ler, é um dos que mais tem prioridade na minha lista de leitura. Tenho certeza que vou devorar, amo livros com esse clima de suspense. A capa é mesmo linda! Abraços :)

      ResponderExcluir
    2. Oi!
      Com certeza merecia um filme, gostei bastante da historia que pareceu misteriosa e logo no começo nos envolveu do tipo que só conseguimos larga quando terminada e esse livro está na minha lista de leitura !!

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!