• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Resenha da Vic: Desejo Insaciável, Kresley Cole - @Editoravalentina

    A lenda de um feroz lobisomem e uma encantadora vampira – improváveis almas gêmeas cuja paixão testará os limites da vida e da morte.
    Um incansável guerreiro mítico. Nada o deterá até que possua a...
    Depois de suportar anos a fio torturas constantes comandadas pela Horda dos vampiros, Lachlain MacRieve, líder do clã dos Lykae, fica enfurecido ao descobrir que sua parceira, há tanto tempo profetizada e pela qual espera há mais de um milênio, é uma vampira, assim como seus captores. Na verdade, Emmaline Troy é metade Valquíria, metade vampira. Jovem delicada e etérea que, com seu jeito todo especial de ser, é a única que pode suavizar a fúria que incendeia o faminto Lykae.
    Uma vampira prisioneira de sua fantasia mais selvagem...


    Titulo: Desejo Insaciável
    Autor(a): Kresley Cole
    Ano: 2016
    Editora: Valentina
    Páginas: 352
                                    

    Desejo Insaciável é o primeiro volume de uma série que já tem 17 livros publicados em outros países. Com um universo com Vampiros, Valquírias, Lobisomens, Espectros, Fúrias, Demônios, Bruxas e muitos outros, se você gosta do sobrenatural, esse livro é para você.

    Emmaline é uma hibrida, metade Valquíria e metade vampiro. Com apenas 70 anos de imortalidade, Emma ainda é uma criança no mundo sobrenatural e isso a torna uma pessoa muito inocente, ingênua e com uma alma muito pura. Criada a sua vida toda pelas suas tias Valquírias, Emma não estava, e creio que nunca estará rsrsrsr, preparada para uma boa briga. As coisas começam a ficar estranhas e bem complicadas, diga-se de passagem, quando Lachain, que é um Lykae – lobisomem, e inimigo mortal dos vampiros –  a encontra e determina que ela é a parceira por quem ele passou séculos a procura. Com uma mistura de terror com prazer (combinação que nunca deu e nem dará certo rs,) os dois iniciam um jogo de sedução usando todas as armas imagináveis.
    "Seus lábios acariciaram seu pescoço onde tinha deslizado suas garras, fazendo-a estremecer - Poderia te matar tão facilmente como respirar - Sua voz era um grunhido baixo, como seria o de um amante -  terno - tão incoerente, com suas palavras e ações."
    Lachlain MacRieve é o líder dos Lykae, e viveu sob torturas dos vampiros durante 150 anos. Livre, e agora pronto para cumprir sua missão, ele tem que continuar a caçada para achar a sua parceira, que é algo sobrenatural que você sente quando encontra. Não muito tempo depois que é libertado, Lachlain sente o cheiro da sua alma gêmea, a sua prometida, aquela que foi feita para ser sua para sempre. Mas as coisas não são tão fáceis assim, porque seu instinto selvagem de Lykae acaba tornando esse encontro amoroso em uma perseguição. Não demora muito para entender o porquê de toda essa aversão... A sua prometida esperada por mais de um milênio é uma vampira.
    "Cada Lykae abrigava uma "fera semelhante a um lobo" dentro de si, como uma espécie de possessão. Isso os tornava imortais, e fazia com que apreciassem e ansiassem pelas necessidades mais elementares: comida, contato físico, sexo. Entretanto, como ela percebera naquela noite, assim como na véspera, aquilo também tornava um Lykae incapaz de controlar sua ferocidade. Uma ferocidade que todos os seres da espécie exibiam deliberadamente durante o sexo, e que se traduzia em arranhões, mordidas e um louco frenesi de marca na carne da parceira".
    O livro todo gira em torno dessa relação sensual e envolvente, de amor e ódio, da inocência e da malicia, um universo alternativo entre esses seres místicos, que eu realmente sou apaixonada, e que fiquei muito feliz por conhecer.

    Não digo que Emma é minha personagem predileta, porque não é. Mas ela tem algo de diferente de todas as mocinhas que eu não consigo explicar em palavras... ela é frágil, meiga, inocente, eu fiquei com vontade de ser amiga dela, colocar no colo e ensinar umas coisinhas. Em muitos momentos faltou muita atitude da parte dela. Eu esperava mesmo, de verdade, por ter gostado dela, que ela tomasse uma iniciativa e que fosse a voz autoritária no momento...

    Lachain tinha tudo para eu amar! Esse instinto selvagem, esse sentimento de raiva e essa busca incessante que ele tem dentro de si quando quer algo... Mas eu não consegui romantizar isso, acho que ‘erraram a mão’ no possessivo, autoritário e dominador, porque eu nunca vi um homem nesse nível extremo.
    "Ao longo dos anos que passara sozinho, Lachlain imaginara sua parceira de milhares de formas diferentes. Rezara para que fosse inteligente e atraente, suplicara para que fosse carinhosa. E agora, Emma, metade vampira e metade Valquíria, tinha superado com louvor as suas mais loucas fantasias.”
    Muita coisa eu li e virei o rosto, tentei achar bonitinho mas não consegui, o Lachain faz uma lavagem psicológica na Emma que eu fiquei pensando até que ponto isso é saudável, e as atitudes para ele conseguir algo dela nem se fala... Por menor conhecimento que seja, é notável que estamos falando de um relacionamento abusivo.

    Uma parte legal do livro é que ele tem um glossário explicando os vários seres místicos, e que foi bem interessante ter colocado para não confundir tanto. Só teria sido bem mais sábio se esse glossário estivesse no inicio, porque quem não tem o costume de ler as ultimas páginas só descobriu a existência dele no final rs.

    O trabalho gráfico está divino. A Valentina sempre faz um trabalho belíssimo, mas desta vez eles se superaram. Não só a  capa, mais a arte das folhas, espaçamento, fonte, cor... tudo está em perfeita harmonia.
    "Nunca Fuja de alguém como eu [...] é disso que nós gostamos - sua voz era gutural como a de uma besta"
    Temos ainda 16 livros pela frente, sendo que dois já tem previsão para o ano que vem e, com certeza, lerei por conta do universo criado pela autora. Que é fantástico! 

    A personalidade de Lachan foi algo que pecou, e muito, mas creio que não será um peso em toda a serie, pois os livros são com outros personagens. Espero não ficar com esse sentimento de impasse nos próximos livros.

    A leitura é fluida, um universo bem criativo, e é considerado um livro bem hot, para quem curte o gênero, é uma opção.


    "A audácia criava reis, e chegara o momento de ele recuperar sua coroa"


    Olha o que nos aguarda... 



                                                  

    A capa portuguesa... a brasileira está bem mais linda, não é?


                                           

    0 comentários :

    Postar um comentário

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!