• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Estante da Tata: O Clube do Filme, David Gilmour - @intrinseca

    Eram tempos difíceis para David Gilmour: sem trabalho fixo, com o dinheiro curto e o filho de 15 anos colecionando reprovações em todas as matérias do ensino médio. Diante da desorientação e da infelicidade desse filho-problema, o pai faz uma oferta fora dos padrões: o garoto poderia sair da escola - e ficar sem trabalhar e sem pagar aluguel - desde que assistisse semanalmente a três filmes escolhidos pelo pai. Com essa aposta diferente na recuperação e na formação de um rapaz que está "perdido", formaram o clube do filme. Semana a semana, lado a lado, pai e filho viam e discutiam o melhor (e, ocasionalmente, o pior) do cinema: de A Doce Vida (o clássico de Federico Fellini) a Instinto Selvagem (o thriller sensual estrelado por Sharon Stone); de Os Reis do Iê, Iê, Iê (hit cinematográfico da Beatlemania) a O Iluminado (interpretação primorosa de Jack Nicholson, dirigido por Stanley Kubrick); de O Poderoso Chefão (um dos integrantes das listas de "melhores filmes de todos os tempos") a Amores Expressos (cult romântico e contemporâneo do chinês Wong Kar-Way). Essas sessões os mantinham em constante diálogo - sobre mulheres, música, dor de cotovelo, trabalho, drogas, amor, amizade -, e abriam as portas para o universo interior do adolescente, num momento em que os pais geralmente as encontram fechadas.
     David Gilmour, crítico de cinema e escritor premiado, oferece uma percepção singular sobre filmes, roteiros, diretores e atores inesquecíveis ao relatar essa vivência com olho clínico e muita sinceridade. O autor emociona ao colocar os leitores diante da descoberta da vida adulta pelos olhos de um jovem e dos dilemas da adolescência administrados por um pai muito presente.
    O Clube do Filme
    David Gilmour
    Ano: 2007 
    Páginas: 240
    Editora: Intrínseca

    Eu estava querendo fazer a resenha desse livro tem um bom tempo mas nunca vinha a inspiração, porque bons livros são difíceis de resenhar.

    Na verdade, de verdade, eu li esse livro pela primeira vez tem um bom tempo, uns 5 ou 6 anos, mas de tempos em tempos eu pego ele na estante e releio minhas partes favoritas.


    O Clube do Filme conta a história REAL sobre um momento difícil da vida do autor. Divorciado, desempregado e com um filho problemático. Diante da recusa do seu filho em continuar na escola, David faz um pacto com ele: seu filho poderá sair da escola se assistir três filmes por semana a sua escolha. Fazendo isso, ele resolve usar os filmes como um meio para ensinar coisas que ele considera importantes para a vida, as coisas que te fazem se tornar uma boa pessoa e que te fazem sonhar.

    Nas palavras de Gilmour:
     "É um exemplo do que o cinema é capaz, de como os filmes podem vencer suas defesas e realmente atingir seu coração."
    Esse livro é mágico.

    A narrativa honesta e real sobre a relação de pai e filho é incrivelmente envolvente. Faz você perceber que, na maioria das vezes, mesmo que você pense o contrário, seu pai pode estar, na verdade, tão confuso e inseguro com a vida quanto você. Faz você lembrar de coisas que você e seu pai ou sua mãe fizeram, momentos que, pela simplicidade, te marcaram em determinado momento da sua vida.

    E então, no meio disso tudo, existem os filmes, o amor por eles, a magia deles, a maneira como uma cena ou a história de um ator, podem te marcar pra sempre e te mostrar um lado da vida que você não tinha reparado antes.

    Quem ai não tem gravado na memória uma cena especial de um filme? Uma cena que fez seus olhos brilharem e surgir uma sensação boa por dentro? Uma cena que você guardou para sempre?

    Eu sinto isso com alguns filmes especiais. Eu sinto isso com alguns livros incríveis.

    É como um conhecimento que é mais um sentimento dentro de você e que te fala que você está vendo uma coisa especial e incrível acontecer, um sentimento que faz você saber que ele é único, que é como um tesouro que você guarda para sempre e que acaba lembrando em momentos totalmente aleatórios sem saber o porquê. Às vezes, você nem sabe por que tal coisa desencadeou isso em você, mas você nem se importa com isso.

    E, no final, é isso que faz as pessoas saírem de suas casas e irem para o cinema ou verem um filme em um momento difícil. É como se a gente estivesse em busca de mais uma coisa especial para lembrar, para colecionar e para nos fazer feliz.

    E esse livro, bem ele faz você se lembrar dessas coisas, faz você querer ir ao cinema e entender porque ver um filme especial pode ser tão bom.

    Eu li esse livro super devagar porque não queria que acabasse e, ainda assim, toda vez que eu fechava ele ficava um bom tempo pensando, lembrando das coisas que tinha lido.

    Eu adoro livros que fazem isso comigo.

    Fora isso tudo, o livro tem uma lista anexada no final com todos os filmes citados nele, filmes incríveis de todas as épocas e gostos.

    É um livro que eu definitivamente recomendo!

    É um daqueles livros que ficam na memória por bastante tempo.



    14 comentários :

    1. Esse livro me atraiu logo pelo título, e fiquei bem ansiosa quando vi que se trata de uma história real, pois nesses casos os personagens sempre são muito bem desenvolvidos. O enredo familiar também não fica pra trás. Adorei conhecer.
      Um abraço!

      http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Eu não vou mentir, foi o titulo que me fez comprar hauahua Fico feliz que tenha gostado da dica =)

        Excluir
    2. Oi!!
      Eu quis ler logo pela sinopse, depois que vc disse que a história é real, a vontade aumentou muuuuuuuuuito!
      Adorei a ideia do pai e tô bem curiosa pra saber quais filmes foram usados e como foram essas discussões.
      Beijo

      Canastra Literária | Facebook | Twitter

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. É muito muitooo legal ver as interações dele com o filho e como ele escolhe os filmes baseado na situação que o filho estiver vivendo no momento.

        A relação deles é muito honesta e bonita e foi o que eu mais gostei no livro.

        Beijos

        Excluir
    3. Eu geralmente gosto bastante dos livros que você indica, e mesmo tendo amado Corte, senti algo diferente aqui. Acho que despertou o meu lado mãe, e realmente preciso ler este livro. Há uma singularidade peculiar aqui, e preciso descobrir como ela é. Com toda a certeza entrará para minha lista de 2017.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Pri, que bom que você gosta da minhas indicações! Fico realmente feliz!

        Você esta certa, esse livro é diferente e especial. Espero que goste dele tanto quanto eu!

        Excluir
    4. Tatá!
      Tenho dificuldade em fazer resenhas quando os livros são bons como vocÊ.
      Adoro livros baseados em fatos reais e ainda mais quando trazem uma grande lição de vida. amor familiar e muito aprendizado, deve ser um ótimo livro.
      “Não há nada que faça um homem suspeitar tanto como o fato de saber pouco.” (Francis Bacon)
      cheirinhos
      Rudy
      http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
      TOP Comentarista de NOVEMBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Rudy!

        É uma droga né? criticar é fácil mas falar dos nossos livros favoritos é complicado..

        Eu não sou muito fã em livros com historia reais mas esse é minha exceção a regra.

        Adorei a frase!

        Beijos

        Excluir
    5. Olá.
      Realmente a história é bem envolvente, retratando fatos reais, é muito interessante.
      Sua resenha está ótima e me motivou para um dia, fazer a leitura também.
      Dica anotada. Obrigada.
      Beijos.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Marcia,

        que bom que você gostou da resenha!! Você sempre esta por aqui comentando então realmente fico feliz que tenha gostado da dica!!

        Beijos

        Excluir
    6. Parece ser interessante saber das dificuldades reais que o protagonista enfrentou em sua vida.Estou ansioso para ler o livro,deve ser bem profundo.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Alison! O livro é maravilhoso e é uma leitura que recomendo a todos!

        Depois me conte o que achou!

        Excluir
    7. Olá!
      Não tinha lido resenhas, gostei, bem diferente do ando lendo...Qro conferir!
      Bjs!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Aline,

        é, eu também não vejo as pessoas falarem muito desse livro. Acho que não teve divulgação na época, o que é uma pena pq ele é maravilhoso!

        Excluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!