• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Book da Gata: Dear Life, Meghan Quinn



    Quatro vidas. Quatro histórias. Quatro conjuntos de cartas. Quatro almas corajosas que precisam de orientação enquanto enfrentam os maiores desafios da vida.
    Dear Life é um programa terapêutico projetado para ajudá-los a sair de suas zonas de conforto, enfrentar seus obstáculos, e abandonar seus demônios ... e provar a sua existência.
    Com suas vidas oscilando entre querer mais e perder tudo, todas as quatro almas mergulham no programa como uma resolução de Ano Novo, sendo enviados para um louca jornada.
    Querida Vida (Dear Life),
    Por favor, seja gentil.Atenciosamente, Hollyn, Jace, Daisy e Carter.
    Dear Life
    Meghan Quinn
    Ano: 2017
    Páginas: 351
    Idioma: inglês
    Editora: Hot-Lanta Publishing, LLC


    " Algumas vezes , enquanto humanos, nós não sabemos como lidar com os loops da montanha-russa de nossas vidas, então silenciosamente nos voltamos para os vícios em busca de apoio ."
    Querida Vida,

    Sempre me perguntei porque a vida parece tão simples para umas pessoas e tão complicada para outras, porque uns sofrem tanto e outros parecem simplesmente viver no paraíso. Porem isso não existe, não é mesmo? Todos temos nossas próprias cruzes, temos que exorcizar nossos próprios demônios. A forma como cada pessoa encara seu desafio de vida é que é diferente. Às vezes sento e penso como tudo tem um proposito e que muitas vezes é difícil olhar para um problema e ver algo bom sair daquela situação.

    Eu quero sempre imaginar que tudo vai se resolver e eu sairei triunfante daquela batalha, mas não é fácil aprender a viver de novo.

    O que eu tenho feito para provar minha existência?

    Atenciosamente, Mylena
    " A dor vem formas e tamanhos variados e afeta a cada um diferentemente."



    Acompanhei de camarote a jornada de vida de quatro pessoas:

    - Hollyn vive dentro de sua concha, remoendo sua auto-comiseração depois que um acontecimento trágico parece ter roubado seu futuro. Vive eternamente brigando com Carter, seu colega de trabalho e, agora, colega de terapia

    " Exatamente agora, posso escolher dois caminhos: lutar ou fugir. Com as memórias travando minha garganta, eu só tenho uma opção."

    - Daisy sempre viveu sob a redoma de proteção de sua avó. Desde muito nova, foi escolarizada em casa e não teve a chance de ter amigos nem namorados.. Ao ter que encarar o mundo sozinha pela primeira vez, se vê em luta consigo mesmo e com o medo do Novo.

    " Eu sou uma eremita, uma alma perdida em um modernizado mar de civilização."

    - Jace é um jogador de baseball em ascensão, tudo vai às mil maravilhas até que um acontecimento o faz mergulhar na culpa e no remorso.

    " A vida não é um passeio num parque onde você pode fazer desejos a um dente-de-leão."

    - Carter é o cara revoltado com tudo, temperamental e que acha que nada dá certo para ele, teve uma infância e uma adolescência complicadas, acaba se fechando para o mundo ao acreditar que não nasceu para ser feliz.

    " Você quer me fazer o mais miserável possível? "

    Com várias referências a filmes e séries e de forma leve mas também dramática, com toques de romance e humor, a escritora me levou a repensar na minha própria vida ao acompanhar a dor de cada personagem e sua luta para seguir em frente .

    Foi muito gostoso ver a ingênua Daisy conquistar sua independência, a séria Hollyn enfrentar seu passado, o doce e carente Jace construir, com muitas lágrimas, exatamente a vida que ele queria para si e o carrancudo Carter sair do seu estado de eterna raiva e lutar por aquilo que ele nunca pensou merecer ter. Acompanhei os altos e baixos da amizade entre eles, as dúvidas, as angústias, as dores, as brigas e a formação de laços. Laços fortes e que, tenho certeza, levarão para toda a vida.

    Conhecia essa escritora por suas comédias românticas e me surpreendi com este livro, onde ela mostra que é capaz de escrever um drama recheado de frases de efeito, trazendo muitas reflexões sobre a vida. O livro é uma ode aos recomeços, às segundas chances e à superação.

    Amei muito essa overdose de amor e cuidado que a capa transmite.

    Amei uma cena impagável em que Daisy e sua avó falam sobre o livro e o filme 50 Tons de Cinza.

    Amei muito acompanhar a evolução das cartas de cada personagem para a Querida Vida e, principalmente, a ultima carta do livro.

    Beijos, Myl


                                                                

    6 comentários :

    1. My!
      REalmente são questionamentos que sempre fazemos, né?
      Sou otimista como você, sempre acho que resolverei tudo a contento.
      Adorei ver que o livro traz a vida dessas quatro personagens e é uma comédia romântica, gosto muito dos chick lits e deve ser uma leitura bem hilária e gostosa.
      Desejo um mês repleto de realizações e uma semana de alegrias.
      “A sabedoria é um adorno na prosperidade e um refúgio na adversidade.” (Aristóteles)
      Cheirinhos
      Rudy
      TOP COMENTARISTA DE SETEMBRO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. é um drama muito bom contando o sofrimento de cada um dos 4 protagonistas...

        Excluir
    2. A leitura parece ser gostosa mesmo sendo um drama, deve mexer com nossos pensamentos, nos colocando no lugar dos personagens e analisando cada atitude deles se fariamos o mesmo ou se agiriamos diferente.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. a leitura é muito boa e nos faz pensar bem na vida

        Excluir
    3. Gosto muito de chick-list e vejo que a vida dessas quatros pessoas é uma comedia romântica. Adoro livro que nos fazem refletir e nos deixa com esse pensamento até na hora de dormir.
      Ah, e sempre ficamos pensando nisso “porque pra ele parece que a vida sorri e pra mim a vida chove?” Mas devemos seguir sempre em frente e tirar esse pensamento da mente!
      Adorei, beijos.

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!