• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Livros da Gata: Amores Improváveis


    Em terra de colégio La Famb, Laura Albuquerque é rainha. Bonita, popular, invejada. Ela é presidente do Grêmio e namora o Arthur, mas está apaixonada pelo Tom, que já beijou Ágatha Martins. Descolada, tatuada e de cabelos cor de algodão-doce, Ágatha quer fazer faculdade de Música, mas seus pais desejam uma filha advogada. Ela é apaixonada por Bruno, o professor mais bonito da escola, que não vai muito com a cara de Júlio Corrêa, um novato tímido e sensível. A deficiência que o faz mancar pelos corredores da escola esconde um passado cheio de sombras e um futuro repleto de incertezas. Júlio é amigo do Léo e está apaixonado por Ágatha, que é melhor amiga do cara mais popular do colégio...
    ...Arthur Stein é encrenqueiro e superficial, mas inteligente. Famoso aonde quer que vá, ele provoca o ódio de muitos, como o de Júlio, e os suspiros de muitas, como os de Anahí, a garota de ascendência indígena, ou de Stella Bastos, a novata excêntrica que sonha em ser atriz e veio para o La Famb para fugir de um trauma da escola antiga, mas se vê encurralada pelo bullying, ou ainda de Olívia Jansen, a aluna mais sonhadora e delicada do primeiro ano. Tudo o que ela quer é o amor de Arthur, e se libertar das comparações com a “irmã perfeita”, mas seu desempenho em Química não ajuda. Por isso vai contar com a ajuda de Antônio e de Nina Mattos, a coreana nerd e baixinha de notas acima da média e jeito extrovertido. Nina é amada por seus pais adotivos, mas esconde um segredo, que não é só dela, mas também de Laura, Ágatha, Júlio, Arthur, Stella e Olívia... Tudo o que eles querem é se encontrar. O que une pessoas tão diferentes? Quanto se esconde por trás de tantos... amores improváveis?

    Amores Improváveis
    No Colégio
    Ano: 2016 
    Páginas: 416
    Idioma: português 
    Editora: D'Plácido


    Contar um pouco como descobrir esse livro. Sou fã das escritoras Adelina Barbosa e Fernanda Medeiros, que escreveram Triângulo de 4 Lados, e vi no instagram delas a capa desse livro. Não preciso dizer que achei linda. 

    Coincidentemente, a Amazon sugeriu este livro para mim na época do Amazon Day e vi minha chance de comprar. Peguei sem nem ler a sinopse.

    Como estava sob encomenda, demorou um pouco a chegar. Quando chegou, ele pulou todas as filas na minha louca estante, corri para ler a sinopse e parei. 

    Meu deus! É quase o poema Quadrilha, de Carlos Drummond de Andrade:

    João amava Teresa que amava Raimundo
    que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili
    que não amava ninguém.
    João foi para os Estados Unidos, Teresa para o convento,
    Raimundo morreu de desastre, Maria ficou para tia,
    Joaquim suicidou-se e Lili casou com J. Pinto Fernandes
    que não tinha entrado na história.

    Hehehehe....Não surte ai não! A história não é trágica, foi só algo que lembrei, onde cada personagem tem algum laço com o outro e, pela sinopse, parecia uma grande Malhação em formato escrito. Fiquei bastante intrigada para entender o que era o livro, considerando que parecia ser mais um simples livro de contos.

    Pareço confusa, né? Mas foi como me senti com esta sinopse. Mesmo assim não me deixei abater e parti para desvendar este mistério. 

    MEU.DEUS.DO.CÉU !!!!! Que livro foi esse? Maravilhoso!

    Primeiro que não são contos isolados, como eu tinha inicialmente imaginado ao ver a capa. São contos interligados por uma linha principal com base na figura do controverso badboy Arthur, suas maldades e ações no colégio, não é à toa que vemos a linha com agulha costurando retalhos diferentes num mesmo coração.

    Segundo, que os sete escritores conseguiram recriar uma atmosfera típica de um colégio de ensino médio com pessoas tão diferentes se relacionando mostrando bem a fase de descobertas, sonhos e afirmação de cada um.

    Cada conto é escrito por um autor, narrado em primeira pessoa por um personagem principal e mostra seu relacionamento com seus amigos mais próximos: 

    - Stella (Cateto do Quadrado, Aimee Oliveira) = a novata que tenta se enturmar e tem dificuldade em matemática, 

    - Júlio (Rebobine, Augusto Alvarenga) = um garoto sofrido que conseguiu bolsa no colégio e sofre muitas perseguições por mancar, 

    - Olívia (O que Aconteceu Comigo, Bibi Ribeiro) = um garota que sofre sempre com as comparações com a irmã mais velha e tem uma queda enorme por Arthur,

    - Nina (Encontrando Nina, Mariana Cestari) = a garota adotada que sonha em conhecer a mãe biológica,

    - Ágatha (Sonhos de Algodão Doce, Adelina Barbosa) = garota popular que ama música e tenta tomar coragem de falar aos pais que não quer fazer faculdade de Direito e sim, de música,

    - Laura (Por trás de uma Máscara, Lavínia Rocha) = presidente do grêmio estudantil, modelo, linda e invejada e que, de quebra, namora Arthur, mas acha que está apaixonada por Tom,

    - e o temido e gato, Arthur (A Jornada do Anti-Herói, Fernanda Medeiros) = um garoto que acaba unindo vários personagens desta trama na sua história.

    Todos os contos estão divididos em duas partes. A primeira é onde ocorrem as confusões e na segunda, as resoluções. Mas, pausa aqui para um detalhe que deve ter dado muito trabalho e que foi o que deixou o livro mais diferenciado ainda: existem sete primeiras partes que vem seguidas por sete segundas partes e que ocorrem concomitantemente. Sem confusões, sem choques, com um desfecho onde se elucida todo o mistério principal do livro como se fosse tudo escrito por um único escritor.

    Resumindo: sete escritores com estilos diferentes de escrita + um colégio = resultando numa trama única com mensagem de força, esperança, amizade, redenção e amor. 

    Os contos estão muito bem escritos e a ideia do livro foi fantástica. A playlist dos contos está bem eclética e gostosa de ouvir enquanto se lê. Senti o drama de cada personagem. Torci por cada um deles. Me emanharei em cada trama paralela. Só queria um final diferente para um deles... hehehehehe... Como diria meu sogro: Você não quer nem um defeitinho? Hehehehe... Afinal, sou romântica inveterada de carteirinha!

    A editora está de parabéns pela iniciativa e criatividade, só não gostei porque vai me fazer gastar muita grana para ter os livros de todos estes escritores na minha estante. Boa jogada de marketing! 

    A edição está linda, cheia de detalhes próprios da personalidade de cada personagem em seu conto, além de folhas amareladas, boa diagramação e uma capa perfeitamente bem escolhida. 

    Recomendadíssimo !

    Beijos, Myl

    2 comentários :

    1. Puxa, onde eu vivo que não conhecia este livro?
      Amo contos, ainda mais quando trazem tanto romance e histórias se ligando e se interligando! Aliás, no cinema também este tema é muito bom de ser visto!
      A capa é um espetáculo a parte e já vai para a listinha de desejados, com certeza!
      Beijo

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!