Rio Vermelho, Amy Lloyd

Você acredita nele... então porque está com tanto medo?
Uma combinação perfeita de A Sangue Frio e Making a Murder! Como confrontar quem você ama quando você não tem certeza se quer saber a verdade?
Há vinte anos, Dennis Danson foi preso pelo assassinato brutal de uma jovem no condado de Red River, na Flórida. Agora ele é o assunto de um documentário sobre crimes reais que está lançando um frenesi online para descobrir a verdade e libertar um homem que foi condenado erroneamente. A mil milhas de distância na Inglaterra, Samantha está obcecado com o caso de Dennis. Ela troca cartas com ele e é rapidamente conquistada por seu aparente charme e bondade para ela. Logo ela deixou sua velha vida para se casar com ele e fazer campanha para sua libertação. Mas quando a campanha é bem sucedida e Dennis é libertado, Sam começa a descobrir novos detalhes que sugerem que ele pode não ser tão inocente...

Rio Vermelho
Você confia em seu marido... Então porque está com tanto medo?
Ano: 2018 
Páginas: 276
Idioma: português 
Editora: Faro Editorial

Rio Vermelho é o novo thriller da Faro Editorial que vai tirar você da sua zona de conforto. Sim, você vai ficar cheio de caraminholas na cabeça, meu amigo!

Em Rio Vermelho, duas histórias pessoais se cruzam: a de Dennis Danson e Samantha.

Denis é fruto de um lar conturbado, com uma mãe omissa e um pai violento, que se envolveu com as pessoas erradas na juventude e está preso a 20 anos, desde os seus 18, acusado de assassinar, com requintes de crueldade, uma garota de 11 anos e pelo desaparecimento de outras tantas. Crimes esses que dividem opiniões por falta de provas conclusivas. Após ser sentenciado à morte, haverá uma comoção do público que o considera inocente.  

Samantha e se encanta pela história de Dennis ao assistir um documentário que tenta inocentá-lo. Abandonada pelo namorado, Sam começa a se dedicar a fóruns que discutem a inocência de Dennis e começa a se corresponder com ele. Muito rapidamente, essa troca de cartas a leva a acreditar em um sentimento forte entre os dois. Sam, que já está sozinha, vivendo uma vida que ela não sonhou, em um trabalho que ela odeia, depressiva, afastada da família por pelo relacionamento difícil que tem com a mãe, resolve dar um tempo e vai da Inglaterra para os EUA para visitar Dennis e tornar real esse amor virtual.

“Dennis,Não fale assim. Nunca. Eu te amo. Você é tudo o que eu quero. Não me importa que estejamos distantes agora.”

Carrie está filmando uma série para Netflix e Sam vai para Red River, cidade natal de Dennis e onde aconteceram os possíveis assassinatos, envolvida em uma campanha para livrá-lo da prisão. Eles se casam e, à medida em que Sam conhece pessoas do passado de Denn, o caso sofre uma reviravolta e ele é inocentado e libertado.

Ansiosa por viver o seu casamento com Dennis, Sam começa a se surpreender com o comportamento frio e distante de Dennis e a sua ausência constante, já que ele é requisitado por canais de tv e por seu agente a maior parte do tempo.


Numa mistura instável, você vai acompanhando um relacionamento conturbado entre Sam e Dennis. Afinal, o que esperar de duas almas solitárias, com um passado de abandono e alma inconstante que resolvem ficar juntos?

Amy Lloyd mexe com a sua cabeça, colega! E você terá que decidir sozinho se Dennis é inocente ou não, e se as intenções de Samantha são realmente boas. Mas, até chegar à sua conclusão pessoal (sim! Por que a autora não vai te confirmar muita coisa, e você dependerá, em grande parte, do seu faro de agente do FBI, Quântico ou NCIS.), você vai desconfiar de todos e vai se pegar olhando por sobre o ombro em alguns momentos mais tensos da leitura.

A história nos mostra: o quanto confiar em alguém pode ser perigoso; que precisamos deixar de lado aquela crença de que ‘não acontece comigo’; que existem pessoas que são capazes de nos dominar psicologicamente sem fazer muito esforço, só conhecendo as nossas fragilidades e abusando delas; que tem gente que está tão fragilizada que não consegue perceber isso ou, até percebe, mas acredita que é o que merece; e que pessoas que maltratam animais nunca serão boas pessoas.


Um enredo não convencional, cheio de reviravoltas, que te alimenta gradualmente com pistas que ora te fazem avançar um passo, ora te fazem recuar dois na tentativa de decidir pela culpa ou pela inocência de Dennis e pela coparticipação de algum outro personagem...


Um comentário

  1. Este é sem sombra de dúvidas o livro mais desejado por mim desde o seu lançamento.
    Isso de mexer com o psicológico me agrada muito e tudo nesse livro parece remeter a isso. A briga entre coração, razão. Passando por áreas como a "que loucura!!"
    Sam é maluca? Dennis é culpado?
    Lerei com certeza.
    Beijo

    ResponderExcluir

O seu comentário alegra o nosso dia!!!