Como num filme, Lauren Layne

As regras são claras... até o momento em que são quebradas. Neste livro da série Recomeços, conheça a história de Ethan. As únicas coisas que o mauricinho Ethan e a rebelde Stephanie têm em comum são o curso de cinema na Universidade de Nova York e o roteiro que precisam desenvolver juntos. Mas, quando a proposta de recriar clássicos de Hollywood se confunde com a realidade, eles acabam se tornando os protagonistas de uma história de amor digna de Oscar! Ela quer um quarto confortável em uma boa casa. Ele quer ficar longe de sua ex. Eles precisam de uma boa nota. Convencidos a ajudar um ao outro, os dois entram em um acordo: Stephanie será a namorada de mentirinha de Ethan enquanto ele a deixa morar em seu apartamento. Para isso, ela deverá fingir ser uma perfeita lady: discreta, arrumadinha e, claro, completamente apaixonada… igualzinha à personagem do filme que estão criando. Contudo, à medida que os dois se aproximam, Ethan se vê completamente apaixonado pela garota cheia de mistérios e contradições ao seu lado. Agora, ele vai ter que decidir: será que seus sentimentos são pela Stephanie de verdade? Ou apenas pela versão que ele criou?
Como num Filme
Recomeços # 0.5
Ano: 2018 
Páginas: 224
Idioma: português 
Editora: Paralela

" Basicamente, o encontro fofo é uma grande ilusão criada pela terra da fantasia que é Hollywood."


Será mesmo verdade?

Finalmente encontrei um livro capaz de curar uma ressaca profunda em que eu estava mergulhada onde nem conseguia ler, nem tirar fotos, nem gostar de nada. Graças a um encontro mais que fofo. O mais interessante é que a música (Always, de Gavin James) que me acompanhou nesta leitura foi a mesma que me acompanhou no livro que me causou a ressaca. Pena que não achei uma tradução legal para colocar aqui, então vai só o clipe mesmo com essa voz suave e melodiosa que adentrou minha alma e não vai sair.



Mas vamos ao livro em questão. Meu herói, minha salvação.

Como num filme traz a história de amor de Ethan e Stephanie inspirado em filmes deliciosos que marcaram minha vida e na peça mitológica de Pigmalião.  Ele é uma meiguice, ela é maravilhosa e juntos formam um casal explosivamente apaixonante.

Ouvi falar de Ethan em Em Pedaços (que você verá a resenha em breve aqui), que é o livro da garota de ouro que o traiu, e agora estava mais que pronta para conhecê-lo, só não esperava me apaixonar tanto. Claro que quando Olivia falava dele eu imaginava um príncipe lindo e encantado. Ele consegue ser mais que isso e roubou completamente meu coração.

" Ele é ridicularmente bonito, com cabelo curto, de um jeito meio certinho. Cabelo loiro- escuro, queixo quadrado, olhos castanhos-claros e ombros deliciosos."

Tudo bem que a mocinha mais-que-rebelde não concorda  muito comigo logo de cara.

"Não faz meu tipo. Prefiro o estilo artista magrelo com olhos expressivos. Mas, ainda assim, é um cara bonito, se você gosta dos altos e musculosos com gel no cabelo."

Ui! Gosto sim, muito, pode mandar para cá heehehehe.

Sthefanie só anda de preto e com maquiagem pesada, cheia de tatuagens e piercings, tem uma grande dor no coração que fechou a sete chaves e não está nem um pouco interessada em abrir para ninguém, muito menos para Ethan. Ela estuda cinema e, para fugir de visitar o pai, acaba se matriculando num curso de férias disputado cujo trabalho será escrever um roteiro para um filme baseado no argumento de outros filmes que o professor sugeriu..


"Estou com vinte e um e já sei várias coisas sobre mim mesma. O cheiro de rosas me deixa enjoada, fico pálida ao usar roupas verdes, não sei bater papo-furado e sou louca por filmes antigos."


Ao acabar caindo com Ethan para montar o roteiro, ela vai  descobrir um lado de si mesma que  nem imaginava existir. Logo de início, rola um julgamento de ambas as partes: ela acha ele um mauricinho rico e metido e ele acha ela uma rebelde sem causa. Apesar de viverem às turras, a tensão sexual entre eles é palpável e transborda das páginas me fazendo conectar rapidamente com eles.


Ele, assim como ela, se matriculou no curso para fugir. Fugir da ex-namorada traidora e das famílias mega ricas de ambos que não entendem a separação de um casal perfeito. Fugir das expectativas de todos. Ethan não está muito empolgado com o trabalho do curso pois não se interessa por cinema e deixa as escolhas para Stephanie, que não está nem um pouco satisfeita com sua dupla. Ela acaba conseguindo sua inspiração quando, num momento de necessidade extrema, ele propõe a ela ser sua namorada de mentirinha perfeita para afastar a família de seu pé sendo que para isso ela precisará fazer uma transformação total de comportamento e guarda-roupa. Criador e criatura precisarão enfrentar seus próprios demônios e a realidade dura e crua se quiserem viver este amor.

À medida que vão convivendo um com o outro e vivendo a lenda na vida real, eles vão se envolvendo emocional e fisicamente num jogo onde, no final, precisarão descobrir o que realmente são e o que querem da vida.

"É bem simples, na verdade. Você, como, Pigmalião, é forçado a se dar conta de que aquilo com que acha que se importa é fruto da sua própria criação, algo irreal. E eu, como objeto, sou forçada a me dar conta de era bom demais para se verdade. Que alguém como você não ia se apaixonar por alguém tão problemática e com inúmeros piercings."

Narrado em primeira pessoa alternadamente por cada um dos protagonistas, fui acompanhando suas dúvidas, suas dores, suas descobertas e vendo o amor brotar onde se menos esperava.

Amei demais!!!! E assim como o livro que causou minha ressaca esse é um belo 6/5 estrelas.


14 comentários

  1. Nossa! Gostei bastante
    Não sou muito fã de séries Mas às vezes leio
    Não li nada dela ainda mas estou com bastante vontade

    ResponderExcluir
  2. Como a romântica inveterada e incurável que sou, desde que este livro foi lançado, estou de flerte com ele!
    Adoro o gênero, ainda mais quando vem com esta pontinha gostosa de clichê muito bem construído, com personagens que beiram a realidade.
    O livro já está na minha lista de mais desejados e espero ter e ler ele em breve.
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Eu ouvi falar dos personagens desse livro no livro Em pedaços e minha curiosidade foi despertada totalmente. Ele já tá na lista de desejados e pelo que li na sua resenha, ele é um amorzinho e a leitura vai ser ótima. Linda resenha My ;)

    ResponderExcluir
  4. My!
    Já estou apaixonada pelas personagens apenas por sua resenha.
    Um super enredo, envolvente e bem interessante.
    Tô até sem fôlego.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  5. Uau, que bom que ele tenha sido responsável pela cura da sua ressaca.
    Eu gostei de Em pedaços, mas sinto que vou gostar mais desse. Esse casal promete!
    E a escrita da Lauren é tão prazerosa...

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, a escrita dela prende a gente ao livro e esse vai roubar seu coração. Beijos,myl

      Excluir
  6. Perai que não entendi kkkk
    Esse livro foi lançado antes ou depois de EM PEDAÇOS? Pq fiquei confusa em esse ser o "#0.5" e o EM PEDAÇOS "#0.1". Qual eu tenho que ler primeiro? Ambos estão na minha lista, mas achava que esse seria o segundo.

    ResponderExcluir
  7. Não sou muito fã de romances ( acho que já disse isso antes aqui), mas já gostei de ver a trilha de Gavin fazendo parte desta história, rs. Já me conquistou! E se te tirou da ressaca, My, com certeza é um livrão. Besos! ;)

    ResponderExcluir
  8. Amei a claqueteeee!
    Sou apaixonada em filmes, então adorei a ideia deste livro ser inspirado neles.

    ResponderExcluir

O seu comentário alegra o nosso dia!!!