Cordialmente Cruel, Maureen Johnson

 

O Instituto Ellingham é um famoso colégio privado em Vermont. Fundado por Albert Ellingham, um magnata do início do século XX, é um local maravilhoso, repleto de charadas, caminhos mirabolantes e jardins. “Um lugar”, nas palavras de seu criador, “onde aprender é um jogo.” Porém, em 1936, logo após a abertura da escola, a esposa e a filha de Ellingham são sequestradas.
A única pista digna de ser seguida é uma debochada carta listando métodos para cometer um assassinato, assinada com o pseudônimo “Cordialmente, Cruel”. A polícia não consegue resolver o crime, que se torna um dos grandes enigmas da história dos Estados Unidos. Algo como aquilo jamais poderia acontecer novamente, é claro.
Anos depois, Stevie Bell, aluna e detetive amadora, está pronta para começar seu primeiro ano no Instituto Ellingham, e tem um plano ambicioso: solucionar esse antigo caso. Isto é, depois de lidar com sua exigente vida escolar, seus deveres de casa e seus excêntricos colegas de classe.
Mas algo estranho acontece. Cordialmente Cruel faz um retorno surpresa e a morte revisita a escola. O passado ressurge das cinzas. Alguém que se safou de um assassinato ainda está vivo. Será que Stevie e seus amigos vão conseguir desvendar a identidade do dono da assinatura?
Primeiro livro de uma trilogia, Cordialmente Cruel mostra todo o talento e o amor que a escritora Maureen Johnson tem pela literatura policial, mas sem esquecer do seu público fiel, o que torna este livro uma obra rara, que mistura dois gêneros de maneira inesquecível.
Cordialmente Cruel
Truly Devious #1
Ano: 2019 
Páginas: 320
Idioma: português 
Editora: HarperCollins Brasil


"Stevie não tinha medo dos mortos. Os vivos, por outro lado, as vezes lhe davam arrepios."

Cordialmente Cruel é um livro de muitas histórias que serão contadas por Stevie Bell, garota de 16 anos que sonha em ser detetive, é apaixonada por mistérios e seu sonho é desvendar a sucessão de crimes que aconteceu no Instituto Elingham. O que antes era apenas um sonho começa a se tornar realidade quando Stevie é aceita com aluna do Instituto.

O Instituto Elingham é uma escola fundada pelo magnata Albert Elingham a cerca de 80 anos com o objetivo de reunir as mentes mais brilhantes do mundo para estudar juntas e de maneira livre, sem qualquer custo e com os melhores professores do mundo.

“ Apenas bata na porta de um jeito especial e correto que eles não descreveriam. Você só precisava se conectar com alguma coisa. Eles buscavam uma faísca. Se a vissem em você, poderiam selecioná-lo como um dos cinquenta alunos escolhidos a cada ano. “


Mas o Instituto também tem o seu lado sombrio... Em 1936, a esposa e a filha de Albert Elingham foram sequestradas e uma aluna foi morta na escola, e a única pista deixada propositalmente foi uma carta em forma de poema assinada por Cordialmente Cruel.

Caso arquivado e não solucionado, mas Stevie acredita ser capaz de desvendar esse mistério. Mas a tarefa de Stevie será muito maior do que ela imagina. Preparada para revelar o passado, ela terá que lidar primeiro com um crime que acontecerá durante a sua estada em Elingham. Mais um aluno aparece morto, e o que parece ser um acidente fatal pode ser Cordialmente Cruel entrando em ação novamente.


Não bastasse ter uma trama incrível, o livro ainda traz um elenco de personagens dignos de fã clube. Stevie é inteligentíssima, observadora, apaixonada por Sherlock Holmes e luta contra as crises de pânico. Todos os seus amigos moram em Minerva, uma espécie de fraternidade. Nate é o escritor que acredita ter perdido o seu talento ao entrar em Elingham e Janelle constrói máquinas, ambos já eram amigos virtuais de Stevie antes de serem aceitos no Instituto.

 “ Então ela se voltou para o outro remédio – seus mistérios. (...) e quando sua cabeça trabalhava num mistério, ela não entrava em pânico. “


Escrito alternado passado e futuro, Cordialmente Cruel é um prato cheio para os amantes do mistério, suspense e enigmas. Recheado de pistas que te fazem arrancar os cabelos e um tom meio sombrio que te deixa olhando sobre o ombro o tempo inteiro, a história é de tirar o fôlego. Gradativamente, a autora vai alimentando o nosso instinto de detetive e soltando pistas aleatórias, tanto do presente quanto do futuro, para que o leitor vá montando o seu quebra-cabeças e solucione os mistérios.


Cordialmente Cruel é tudo isso, mas isso tudo é apenas o começo. Ainda teremos muitos mistérios a serem desvendados...

Nenhum comentário

O seu comentário alegra o nosso dia!!!