Dias de Despedida, Jeff Zentner

"Cadê vocês? Me respondam."
Essa foi a última mensagem que Carver mandou para seus melhores amigos, Mars, Eli e Blake. Logo em seguida os três sofreram um acidente de carro fatal. Agora, o garoto não consegue parar de se culpar pelo que aconteceu e, para piorar, um juiz poderoso está empenhado em abrir uma investigação criminal contra ele. Mas Carver tem alguns aliados: a namorada de Eli, sua única amiga na escola; o dr. Mendez, seu terapeuta; e a avó de Blake, que pede a sua ajuda para organizar um “dia de despedida” para compartilharem lembranças do neto. Quando as outras famílias decidem que também querem um dia de despedida, Carver não tem certeza de suas intenções. Será que eles serão capazes de ficar em paz com suas perdas? Ou esses dias de despedida só vão deixar Carver mais perto de um colapso — ou, pior, da prisão?
Dias de Despedida
Ano: 2017 
Páginas: 392
Idioma: português 
Editora: Seguinte

 “Fico pensando se as ações que tomamos e as palavras que dizemos são como pedrinhas jogadas num lago, causando reverberações que se espalham muito além do centro até finalmente se quebrarem na margem ou desaparecerem.”

Como suportar a perda de todos os seus amigos de uma só vez? E se, caso a dor não fosse bastante, ainda houvesse a possibilidade de um ato seu ter contribuído para a morte deles?

Carver está nessa situação. Adolescente comum, no último ano de colégio, cheio de planos para o futuro, ele faz parte da Trupe do Molho, formada ainda por Mars, Eli e Blake. Após o seu turno na livraria onde trabalha, Carver envia uma mensagem para o celular de Mars, mesmo sabendo que ele estava dirigindo e que leria a mensagem. Um acidente de carro acontece e todos morrem.


Sozinho e indo aos velórios dos amigos, Carver acaba se aproximando de Jesmyn, namorada de Eli e, aparentemente, uma das poucas pessoas que entendem o sofrimento de Carver e não o culpa pelo acontecido.

“ – Supomos que é melhor sobreviver às coisas, mas quem não sobrevive não precisa sentir falta de ninguém. “

Enquanto isso, o pai de Mars e juiz Edwards, indicia Carver pela morte do filho por acreditar que a colisão com o caminhão só aconteceu porque Mars foi responder à mensagem que ele enviou.

Uma avalanche de coisas ruins parece pouco para descrever o que está acontecendo na vida de Carter.

 “Penso se teria preferido que houvesse algo fisicamente errado comigo. Algo que desse para curar com uma atadura. Dar pontos. Extirpar. Minha mente é a única que me torna especial. Não posso me dar ao luxo de perde-la.”



Relutei muito em ler Dias de despedida porque tinha receio de como ia sobreviver a toda sua carga emocional. Jeff Zentner nos conta, através da narração de Carver, uma história forte, cheia de dor, de emoções fortes, mas uma história necessária. Afinal, o que aconteceu com Carver não é impossível de acontecer com qualquer um.

Afinal, quem está errado? Carver por ter mandado a mensagem? Mars por ter lido a mensagem enquanto dirigia? O quanto é relevante condenar Carver a uma prisão física enquanto que a dor que ele sente pela perda dos amigos é infinitamente mais forte? Será que enfrentar a dor da ausência, o olhar incriminador das pessoas e a sua própria consciência já não é pena suficiente?

“ – Foi só me envolvendo com outras histórias, histórias que me tiravam da equação, que consegui fechar a ferida e me cicatrizar. O universo e o destino são cruéis e aleatórios. As coisas acontecem por inúmeros motivos. Acontecem sem motivo nenhum. Carregar nas costas o fardo dos caprichos do universo é demais pra qualquer pessoa. E não é justo com você. “

Mas a história também fala do poder que o amor tem de curar feridas, seja através da família, dos amigos ou de uma paixão. A história nos mostra que enfrentar momentos difíceis sozinho e sem gritar por ajuda só os torna mais difíceis ainda. E que se mostrar sentimental, piegas, chorão ou carente pode ser a única maneira de sobreviver às nossas dores. 

Quotes:

 “ ... Penso se teria preferido que houvesse algo fisicamente errado comigo. Algo que desse para curar com uma atadura. Dar pontos. Extirpar. Minha mente é a única coisa que me torna especial. Não posso me dar ao luxo de perde-la. “

“ Acho que a culpa não dorme. Ela só corrói.”

“ ... Tomates frescos têm gosto de raios de sol, não acha? “

“ Espero que haja começos no meu futuro.Estou cansado de enterrar as coisas.Estou cansado das liturgias de fim.”

“ ... Agora, às vezes, olho pra minha prateleira e penso que um dia vou morrer sem ter lido vários daqueles livros. E um pode ser bom a ponto de mudar a minha vida e nunca vou ter como saber. “

“ Na maioria das vezes, a gente não guarda as pessoas que ama no coração porque elas nos salvaram de um afogamento ou nos tiraram de uma casa em chamas. Quase sempre, nós as guardamos no coração porque, em um milhão de formas serenas e perfeitas, elas nos salvaram da solidão. “

" – Nossa mente busca causa e efeito porque isso sugere uma ordem no universo que talvez não exista, mesmo se você acreditar em algum poder superior. Muita gente prefere aceitar uma parcela indevida da culpa por alguma tragédia do que aceitar que não existe ordem nas coisas. O caos é assustador. É assustadora uma existência inconstante em que coisas ruins acontecem a pessoas boas sem nenhum motivo lógico. “

‘ ... Tristeza é um negócio esquisito. Parece que vem em ondas, do nada. Num minuto estou tranquila no mar. No outro, estou me afogando. “



Nenhum comentário

O seu comentário alegra o nosso dia!!!