Modern Love, Daniel Jones

Essas histórias impressionam e ensinam. Provocam risadas, tristeza e lágrimas. Às vezes (isso é verdade), não são nem muito modernas. Mas sempre forçam a concha da ostra do amor humano a se abrir, para revelar a beleza misteriosa que há lá dentro. — Daniel Jones
Algumas das histórias de Modern Love não são nada convencionais, enquanto outras parecem bem familiares. Algumas revelam como a tecnologia mudou para sempre o namoro, outras exploram as lutas atemporais vividas por quem já procurou amor. Acima de tudo, todas constituem relatos honestos que mostram como os relacionamentos começam, como geralmente fracassam e, quando temos sorte, perduram.
Organizado pelo editor Daniel Jones, e apresentando uma seleção diversificada de colaboradores incluindo Amy Krouse Rosenthal, Larry Smith, Ayelet Waldman, Andrew Rannells, Veronica Chambers, Dan Savage, entre outros escritores, este é o livro perfeito para quem é amado, está perdido ou sendo perseguido por um ex nas redes sociais, ou para aqueles que sempre desejaram um romance verdadeiro. Em outras palavras, uma leitura para qualquer pessoa interessada no funcionamento infinitamente complicado do coração humano.
Modern Love
Histórias Reais de Amor, Perda e Redenção
Daniel Jones
Ano: 2020 
Páginas: 304
Idioma: português
Editora: Rocco

O que é o amor e como identificar o ato de amar? O amor pode ser caracterizado de diversas formas e colocar um rótulo nessa capacidade tão doce e brilhante, mas também tão forte e brutal é minimizar algo que pode ser gigante.

Em Modern Love, Daniel Jones, organiza textos saídos direto da coluna de mesmo nome no New York Times direto para um livro cujo propósito é contar histórias de amor com formatos e dimensões diferentes em cada sentindo. Vários relatos sobre o amor na vida de pessoas que fizeram tudo, principalmente amar demais os seus momentos e histórias.

“Vulnerabilidade significa nos expormos à possibilidade de perda, mas também – e isso é crucial – à possibilidade de criação de um vínculo. “
A coletânea de relatos sobre o amor em diversas formas, nos mostra partes da vida de várias pessoas que encontraram no amor uma forma de ir mais longe. Neste livro encontramos desde amores românticos até os amores em luto, que nos ensinam a seguir sempre em frente independentemente da situação.

O ato de amor, neste livro, vai além de casais e histórias familiares, passam pela fase do luto e do descobrimento. São histórias lindas e inspiradoras de pessoas que de fato viveram os seus momentos e não esconderam o lado feio da coisa, pelo contrário, usaram o lado feio do amor como adubo e regar suas rosas.

“Sua dor é como uma casa. Um dia você entra no quarto da tristeza, no outro talvez seja o quarto da raiva. (...) E, ah, a negação! (...). Também é um cômodo da casa... não esqueça. “

Um dos livros mais significativos que já tive o prazer de ler e conhecer, além disso tem seriado na Amazon, o primeiro episódio me fez chorar horrores e deixar uma gêmea desesperada, tenho essa conversa salva no WhatsApp se quiserem provas. Vale a pena conhecer as duas versões.

“O que torna os filmes mágicos não são as coisas incríveis que acontecem neles. Coisas incríveis acontecem na vida real. Não, o que torna os filmes mágicos é que eles terminam logo depois que coisas incríveis acontecem. “

Se você já leu esse amorzinho de livro, me conta aqui o que achou e se concorda comigo, se não concorda, me conta o motivo também, sempre bom conhecer opiniões diferentes das nossas. Eu vou ali assistir mais um episódio da série, volto com mais livros em breve, até lá, beijinhos virtuais!



Nenhum comentário

O seu comentário alegra o nosso dia!!!