O Duque Que Eu Conquistei, Scarlett Peckham

Depois de superar a ruína financeira, redimir o nome de sua família e se tornar o mais lendário investidor de Londres, o duque de Westmead precisa garantir a continuidade de seu título e de sua fortuna. A única forma de fazer isso é gerar um herdeiro.
Para isso ele tem que arranjar uma esposa que não interfira nos anseios sombrios que ele satisfaz na calada da noite nem faça exigências ao seu coração trancado para o amor.
Poppy Cavendish, a ambiciosa florista contratada pela irmã de Westmead para decorar seu salão de baile, não é esse tipo de mulher. Ela sempre lutou contra as convenções sociais para manter a própria independência e, por isso, o matrimônio nunca esteve em seus planos.
Mas agora Poppy precisa de capital para expandir seu negócio de plantas exóticas. E a atração que sente pelo duque é tão irresistível que, quando um escândalo acidental torna o casamento com ele o único meio de salvar seu ganha-pão, ela teme querer mais do que o título que ele oferece.
O Duque Que Eu Conquistei
Os Segredos De Charlotte Street #1
Ano: 2020 
Páginas: 288
Idioma: português
Editora: Arqueiro

Poplar "Poppy" Elizabeth Cavendish, uma botânica brilhante e trabalhadora que sempre preferiu a sensação da terra sob os dedos às atividades femininas mais adequadas a neta de um visconde. Sem nenhum plano de se casar e se tornar dependente de mais um homem em sua vida, depois de perder o pai ainda criança e de ter acabado de perder o avô, tudo o que Poppy sempre quis foi ter seu próprio sustento e concentra todas as suas energias em uma paixão ao longo da vida: seu jardim de árvores exóticas. Poppy entende suas limitações e está frustrada com isso, pois mesmo com tudo que se apresenta na sua vida poucas mulheres solteiras conseguiram o que ela tem. Até que Archer e Constance entram pela porta de sua estufa.

Após treze anos de ausência, Archer Stonewell, o duque de Westmead, finalmente retornou à sua casa de Westhaven, apenas para ser lembrado por sua irmã mais nova que seus dias como solteiro estão contados pois Constance decidiu que fará um baile onde o irmão precisará escolher uma esposa para lhe dar um herdeiro. Mas enquanto sua irmã está decidida a encontrar a candidata perfeita para duquesa e esposa, Archer quer apenas uma mulher que veja o casamento como nada mais que um acordo comercial, uma mulher que respeite sua privacidade e nunca espere encontrar o amor. Archer tem um segredo, algo que poucos entendem, uma parte muito particular de si mesmo que ele deseja esconder de todos, especialmente de sua futura noiva.
Poppy e Archer são imediatamente atraídos um pelo outro, apesar do fato de que nenhum dos dois procura um relacionamento nem mesmo algo puramente físico e temporário. O relacionamento deles é genuíno, tumultuado e incrivelmente apaixonado em todos os sentidos da palavra, cercado de dilemas de ambas as partes. Archer é assombrado por seu passado e Poppy está tentando expandir seus negócios mesmo sabendo de todas as dificuldades que encontrará.

Entre a magia das flores e das árvores, danças, segredos e artimanhas do destino, este casal precisará aprender a abrir o coração e lutar pelo que querem.

A única coisa que me travou um pouco foi o comportamento morde-e-assopra ("hot and cold") de Archer que, na mesma hora que era doce e gentil, de repente, soltava uma frase grosseira e desagradável e depois se sentia culpado. Oh senhor!

Scarlett Peckham cria dois personagens principais complexos e fascinantes, incrivelmente autoconscientes e práticos, mas cuja inesperada conexão emocional os força lentamente a sair de suas zonas de conforto e fui acompanhando suas barreiras caírem uma a uma. Me vi fascinada pela escrita desta autora que constrói uma trama forte e repleta de elementos que me fizeram ficar presa ao livro do início ao fim. O livro surpreende tanto pelo tema quanto pela forma como é conduzido e o epílogo foi feito sob medida para me deixar ultra hiper mega curiosa sobre o livro seguinte.


Nenhum comentário

O seu comentário alegra o nosso dia!!!