Renegados, Marissa Meyer

Primeiro de uma série para o mesmo público de Jogos Vora- zes, Crônicas Lunares e lmes como X-Men.

Renegados é escrito por Marissa Meyer, autora best-seller número 1 do The New York Times da série Crônicas Lunares, que explora um mundo arriscado de aventura, paixão, peri- gos, traições e identidades secretas.

Os Renegados são um grupo de prodígios – humanos com habilidades extraordinárias – que emergiram das ruínas de uma sociedade colapsada. Foram eles que estabeleceram a paz onde, antes, o caos reinava. Eles continuaram sendo um símbolo de esperança e coragem para todos... exceto para os vilões que foram derrotados por eles.

Nova, que faz parte do grupo dos Anarquistas, tem um motivo para odiar os Renegados, e está em uma missão em busca de vingança. Enquanto se aproxima de seu alvo, ela conhece Adrian, um garoto Renegado que acredita na justiça – e em Nova. Mas a lealdade de Nova está com os Anarquistas e há um vilão que tem o poder de acabar com os dois, e tudo em que acreditam.
Renegados
Renegados #1
Idioma: português
Ano:2020
Páginas: 512
Editora: Rocco Jovens Leitores

“Éramos todos vilões no começo.”

Se você, assim como eu, está carente de história de heróis e vilões graças a pandemia, esse é o livro certo.

Primeiro volume de uma trilogia pra você já ficar ciente, Marisa Meyer criou um mundo onde os prodígios, seres humanos com super dons, são rejeitadas pelos ditos normais. Surge então Ace Anarquia, que lidera os anarquistas em uma guerra com o intuito de se fazerem respeitados. Mas a coisa desanda... afinal não se alcança a paz criando guerra.

É a vez agora dos Renegados, esses sim são os super-heróis que estão empenhados em salvar o mundo da violência promovida pelos anarquistas e se tornam ídolos da população.

“Quem não tem medo não pode ser corajoso.”

Nova é quem começa a nos contar essa história. Ela viu sua família ser dizimada e seu objetivo de vida é matar e destruir todo os ‘super-heróis’. Para isso, Nova vai se unir aos anarquistas. Nosso outro protagonista e narrador é Adrian, um Renegado com o objetivo de encontrar o assassino de sua mãe.
O destino vai promover esse encontro apesar de os dois estarem em lados opostos: Nova quer destruir os Renegados e Adrian quer protegê-los. Essa dualidade vai trazer para o leitor a possibilidade de analisar os dois lados e fazer vários questionamentos em relação ao que é liberdade, tirania e abuso de poder. Será que esse é o pivô para o início de uma nova guerra ideológica?

Marissa Meyer foi fantástica na criação do universo e dos personagens! Por isso se prepare para não saber de que lado você vai ficar e para se apaixonar até pelo figurante. Se prepare também para descobrir as respostas aos poucos, afinal a autora não perde tempo tentando explicar como o mundo chegou ao que está acontecendo, e você terá que juntar as peças do quebra-cabeças.

Um outro ponto forte da história é toda a representatividade por trás dos personagens, que vai desde um protagonista negro, um casal homossexual de líderes dos Renegados à uma gama de outros personagens que fogem dos ditos padrões normais.

E não se assuste com o calhamaço, garanto que você chega ao final ainda querendo mais! Principalmente porque ainda existem muitas respostas a serem dadas, não é mesmo, Sra. Meyer???

“ - Mas nós dois sabemos que o mundo ficaria melhor sem heróis. Sem vilões. Sem nenhum de nós atrapalhando as pessoas normais e felizes nas suas vidas normais e felizes.”


Nenhum comentário

O seu comentário alegra o nosso dia!!!