Heartstopper 3, Alice Oseman

 

No terceiro volume da série Heartstopper, acompanhamos os primeiros desafios do namoro de Charlie e Nick enquanto os garotos viajam a Paris.

Depois de entenderem o que sentiam um pelo outro, Charlie e Nick se tornaram oficialmente namorados, e cada dia é uma nova oportunidade para se conhecerem um pouco mais.

Mas nem tudo é fácil, principalmente quando se trata de se assumir enquanto casal para o mundo. Mesmo com medo da reação das pessoas, os garotos sabem que em breve terão de contar a verdade, pelo menos para os amigos mais próximos ― ainda mais quando a turma toda viaja a Paris.

Enquanto decidem como dar este próximo passo, os dois vão descobrir que, não importa qual seja o desafio, eles podem sempre contar um com o outro.

Heartstopper: Um Passo Adiante
Volume 3
Heartstopper #3
Alice Oseman
Ano: 2022 / Páginas: 384
Idioma: português
Editora: Seguinte

O relacionamento de Charlie e Nick chegou a um novo nível, agora eles estão assumidamente namorando o que faz a relação deles entrar em um pequeno problema: contar ou não para as pessoas?
Charlie tem medo que ao contar sobre seu namoro com Nick isso acabe causando transtornos para o rapaz, tendo em vista que ele mesmo sofreu bulliyng ao ter sua sexualidade revelada, não quer que aconteça o mesmo com o garoto que ele ama, ao mesmo tempo que esconder isso também pode ser um problema já que eles vivem grudados.

“Sexualidade é algo complicado”.

Nick quer contar sobre o seu relacionamento para todos, mas ainda não se sente pronto para isso e fica feliz ao saber que Charlie entende, mas esconder o quanto ele gosta do rapaz e estar ao lado dele também é um problema, afinal eles não estão fazendo nada de errado. A decisão de assumir sua bissexualidade acaba se tornando cada vez mais óbvia, mas ele também precisa pensar em Charlie e em todo o trauma que seu namorado passou.

Com uma narrativa fluida e leve, Alice Oseman consegue abordar o relacionamento de Charlie e Nick de forma única, mostrando ao leitor como é difícil para eles e para as pessoas da comunidade LGBTQIA+ mostrar como se sentem e assumir suas sexualidades de forma aberta. O acolhimento familiar e dos amigos se mostra de extrema importância, ao mesmo tempo que traz questionamentos sobre o motivo deles precisarem “sair do armário” se gostar de alguém deveria ser algo normal e bem-visto na sociedade.

“Existe essa ideia de que, se você não é hétero, você tem que contar pra toda a sua família e seus amigos imediatamente, tipo, como se você devesse isso a eles. Mas não. Você não tem que fazer nada até se sentir pronto”.

Heartstopper é de uma necessidade única, pois toda a série relata o caminho de pessoas no ato de gostar, se descobrir e se aceitar como são, sem a necessidade de escancarar para o mundo como se sentem, quando na verdade o sentir é algo normal, mesmo que a nossa sociedade não veja dessa forma.

Sou uma completa apaixonada por essas HQ’s e mais uma vez Alice conseguiu me fazer amar um livro e ler em apenas algumas horinhas de tão perfeito, importante e necessário que ele é. Com esse livro eu aprendo, me apaixono e me conheço cada vez mais, também me aceito, pois além da história do Charlie e Nick, a autora também traz outros personagens que nos ensinam muito.

Mas agora é contigo, já leu essa obra? Tem lançamento na Netflix e eu estou ansiosa para assistir, vamos papear.

Nenhum comentário

O seu comentário alegra o nosso dia!!!