Um pequeno gesto de gentileza, Lucy Dillon



Libby é uma mulher otimista e sonhadora que leva uma vida bastante sofisticada em Londres. Com a morte de seu sogro, ela e o marido decidem ir para o interior da Inglaterra, para ajudar sua sogra a cuidar do hotelzinho da família.
É uma mudança e tanto na rotina dos dois, mas Libby logo fica animada para transformar a simples hospedagem em um hotel butique. Em pouco tempo, porém, ela percebe que esse projeto é muito mais estressante do que imaginava. Além disso, apesar de estar convivendo bem mais com o marido, ela nunca se sentiu tão sozinha.

Um dia, ao testemunhar um atropelamento em frente ao hotel, Libby não faz ideia de que sua vida está prestes a mudar drasticamente de novo. Alice, a vítima do acidente, perde a memória e, como está sem telefone ou documentos, ninguém consegue saber sua origem. Enquanto ela não se recupera, Libby lhe oferece abrigo.

De maneiras diferentes, as duas mulheres se veem em uma crise de identidade, e esse pequeno gesto de gentileza de Libby dá início a uma reação em cadeia de novos começos para elas e todos ao seu redor.

Um pequeno gesto de gentileza
Romances de Hoje
Ano: 2022
Páginas: 416
Idioma: português

Libby e seu marido Jason, acabam de se mudar para o hotel da família dele com o objetivo de ajudar a mãe do rapaz, Margareth, na condução do empreendimento, agora que o pai de Jason se foi. A mudança carrega segredos do relacionamento de Libby que ela não pode revelar para ninguém, além do fato de usar isso como objetivo para enfim conseguir retomar seu casamento que está por um fio. As mudanças que eles precisam fazer vão além da estética do hotel e isso vai acabar mexendo com tudo que Libby sempre acredito.

Somado a mudança brusca no estilo de vida, uma jovem desconhecida, chamada de Pippy, parecia estar indo para o hotel quando sofreu um grave acidente e perdeu a memória, sem saber quem ela é, a moça vai contar com a generosidade de Libby para tentar reconstruir sua vida na medida em que se lembra da própria história. Um mistério que ela precisa desvendar o quanto antes, pois nas bordas do seu subconsciente, ela sabe que algo muito ruim aconteceu e que esse é o gatilho para que tudo se encaixe na sua vida.

“É engraçado como queremos sempre ser diferentes quando somos crianças, e, depois, exatamente igual a todo mundo quando crescemos.”

Trazendo a história de vida de três grandes mulheres e as mudanças bruscas que elas enfrentam ao perder tudo, Lucy Dillon, com sua escrita apaixonante, nos apresenta o quão frágil somos quando não tomamos as rédeas do nosso próprio futuro e o quão forte podemos ser, quando finalmente decidimos tomar o controle da nossa própria história.

Libby, Margareth e Pippy, vão descobrir juntas o poder de se aceitar e confiar nos seus instintos, unindo forças em meio aos seus traumas para fazer dar certo uma empreitada que elas não começaram juntas, mas que no fim das contas vão precisar finalizar.

“E amigos de verdade são de verdade. Não são pessoas que clicaram no seu perfil e te adicionaram só para ter mais amigos.”

Embora seja um romance, o drama familiar e o mistério em torno de Pippy, vai muito além do que qualquer casal formado na história, a abordagem da autora carrega sentimentos pessoais e importantes, que podem se mesclar facilmente a vida de quem está lendo. Eu, por exemplo, me senti bastante representada por uma das personagens e tudo que não chorei em todo o livro, chorei no final com o desfecho da obra.

Além de toda a obra, somos presenteados durante a leitura com um personagem incrível, Lord Bob Corcoran (o dog desse livro) arrebata corações e faz a gente suspirar sempre que ele aparece, com certeza ele é o meu personagem favorito de todo o livro. Mas quero saber de você, curte histórias com doguinhos? Já leu algum livro da Lucy? Vamos conversar!


Nenhum comentário

O seu comentário alegra o nosso dia!!!