Win, Harlan Coben

 


Em uma cobertura em Nova York, um homem recluso é encontrado morto. Junto ao corpo, há duas peças dignas de nota: uma pintura de Vermeer e uma mala de couro com as iniciais WHL3 gravadas.

Levado até o local pelo FBI, Win não faz ideia de como sua mala e o quadro que foi roubado de sua família anos atrás foram parar lá.

Mas ele decide que vai descobrir, principalmente depois de saber que o homem assassinado pode estar ligado ao sequestro de sua prima, ocorrido há mais de 20 anos. Na época, ela conseguiu fugir, mas seus captores e os objetos roubados nunca foram encontrados.

Dono de uma apurada capacidade de observação, Win tem três coisas a seu favor para desvendar esse mistério: uma ligação pessoal com o caso, uma enorme fortuna e um estilo único de fazer justiça.

Win
Windsor Horne Lockwood III #1
Harlan Coben
Ano: 2021
Páginas: 320
Idioma: português
Editora: Arqueiro

Sou fã de carteirinha do Harlan Coben mas nunca fui muito com a cara do Myron Bolitar (por favor, não me julguem! Mas, enfim, a minha grande paixão e único motivo para ler as aventuras do Bolitar, ganhou, merecidamente, uma história só dele: Windsor Horne Lockwood III!!!!

Sempre fui apaixonada pelo Win e por toda a classe, elegância, charme, inteligência e riqueza que ele ostenta. Será que esqueci algum elogio???? 

Se você ainda não conhece o Win, deixa eu te apresentar. Win é uma daquelas pessoas que já nasceram ricas, em família tradicional e ainda trabalham pra ganhar mais dinheiro, solteiro convicto porque não acredita no amor. Amigo pessoal do investigador Myron Bolitar, Win sempre foi aquele cara que encontrava uma solução quando tudo parecia perdido ou quando o charme ou o dinheiro eram necessários. Politicamente incorreto, adepto da violência, com humor ácido e inteligência afiada, comentários debochados e, muitas vezes, sexista, mas consciente da sua beleza e do seu charme que o tornam um grande sedutor. Sim, eu amo o Win!

Narrado pelo próprio, vamos adentrar em mistério com a marca registrada de Coben: te deixar noites em claro. Win e sua prima Patricia guardam um segredo de mais de 20 anos que parece estar prestes a ser revelado quando uma mala da família é encontrada em uma cena de assassinato e os dois se tornam os principais suspeitos, o que faz com que o FBI retome as investigações do roubo de dois valiosos quadros da família, do sequestro de Patrícia, do assassinato de seu pai e o que envolve o famoso caso dos 6 de Jane Street. A partir daí vários mistérios vão se entrelaçar e Win, trabalhando paralelamente ao FBI, terá que se antecipar às descobertas para que venha a público apenas o que não manche o nome dos Lockwood. 

Depois de tantos livros do Coben, ainda me surpreende a sua maneira enigmática de criar mistérios que se inteligam. Nunca cho que ele vai conseguir apresentar respostas para tantas perguntas ou que vá conseguir amarrar tantas pontas soltas. Mas Coben nunca decepciona. Na verdade, ele consegue ser melhor ainda quando, além de fazer o que ele faz de melhor, ele ainda traz uma verdadeira análise da alma humana através de Win. 

Se você que ler um livro que não tem erro, com zero possibilidade de decepção e correndo um grande risco de se apaixonar por um personagem incrível, leia Win o mais rápido possível!

Coben, meu filho, cadê o próximo livro do Win???
Arqueiro, mimha filha, esse livro já existe???

Nenhum comentário

O seu comentário alegra o nosso dia!!!