Minha Vida Mora ao Lado, Huntley Fitzpatrick


“Minha mãe nunca ficou sabendo de uma coisa, algo que ela reprovaria radicalmente: eu observava os Garrett. O tempo todo.”

Os Garrett são tudo que os Reed não são. Barulhentos, caóticos e afetuosos. São de verdade. E, todos os dias, de seu cantinho no telhado, Samantha sonha ser uma deles, ser da família. Até que, numa noite de verão, Jase Garrett vai até lá e...
Quanto mais os adolescentes se aproximam, mais real esse amor genuíno vai se tornando. Contudo, precisam aprender a lidar com as estranhezas e maravilhas do primeiro amor. A família de Jase acolhe Samantha, apesar dela ter que esconder o namorado da própria mãe.

Até que algo terrível acontece, o mundo de Samantha desmorona e ela é repentinamente forçada a tomar uma decisão quase impossível, porém definitiva. A qual família recorrer? Ou, quem sabe, Sam já é madura o bastante para assumir suas próprias escolhas? Será que está pronta para abraçar a vida e encarar desafios?
Quem você estaria disposto a sacrificar pela coisa certa a se fazer? O que você estaria disposto a sacrificar pela verdade?

Minha Vida Mora ao Lado
Um Garoto, um verão, um segredo, uma decisão.
Ano: 2015 
Páginas: 320
Idioma: português
Editora: Valentina

 Quero começar essa resenha reconhecendo um fato inusitado: a Valentina me fez ler um romance docinho e, pior!, me fez gostar dele! Amei a capa e o título e nem li a sinopse. E que ótima surpresa foi ler Minha vida mora ao lado!

Samantha Reed, ou Sam, para os amigos é a nossa encantadora protagonista. Que já começa o livro nos advertindo o quanto é proibido para ela e a irmã qualquer tipo de aproximação com os Garrett, seus vizinhos do lado.

Dito isso, vamos conhecer Sam. Seria uma adolescente comum, não fosse o fato de ser filha da deputada da cidade que concorre à reeleição e precisa criar uma bela imagem. Menina rica, aluna perfeita, largou a natação pois suas notas baixaram para 8,0 (???). Querida por todos, mas com apenas uma amiga fiel e o irmão dela. Trabalha depois da escola e nos verões. Mora com a mãe e a irmã e, a muito tempo, não tem notícias do pai.

Proibidos pela mãe, os Garrett chamam a atenção de Sam justamente pelo que sua mãe odeia neles. Os Garrett são uma família numerosa, eles tem oito filhos de várias idades, apenas o pai trabalha em sua loja de ferragens enquanto a mãe tem que ser mãe. Os brinquedos das crianças estão sempre espalhados pelo quintal, a grama está sempre por cortar, a piscina e a casa estão sempre cheias e o som da alegria das crianças é contagiante. O amor é demonstrado o tempo todo e todos são unidos e estão sempre juntos. Tudo o que a família Reed não é e que Sam gostaria que fosse.  

Grace, mãe de Sam, é perfeccionista, tem mania de limpeza e organização. Criou as filhas sozinha e se ressente por isso. Não dá valor à família e não sabe demonstrar sentimentos. Sempre se preocupou em dar o melhor para as filhas, mas apenas no sentido material. Está vivendo um momento importante em sua carreira e apenas isso a importa, fechando os olhos e sendo capaz de passar por cima de qualquer coisa ou pessoa que possa atrapalhar o seu sucesso.

Mas tudo começa a mudar quando Sam conhece Jase Garrett e ela passa a viver o melhor verão da sua vida. Jase é o típico bom garoto. Trabalha com o pai, ajuda a cuidar dos irmãos de maneira talentosa, é o conserta tudo da família, e ainda acha tempo para treinar para entrar para o time da escola. Garoto extremamente maduro aos 17 anos que conquista o coração de qualquer garota.

A partir daí, Sam passa a viver uma vida dupla. Como a sua mãe quase nunca está em casa e sua irmã viajou, ninguém fica sabendo do que anda acontecendo na casa dos Garrett, nem mesmo que ela está ajudando a mãe do Jase como babá.

Mas o livro não é apenas romance. A autora aborda temas bem delicados como a dependência química de Tim Mason, um grande amigo de Sam. Ela mostra os momentos difíceis da dependência e como a ajuda das pessoas que amamos pode ser determinante para que qualquer mudança aconteça.

Claro que o lindo romance de Sam e Jase será descoberto. E muitas reviravoltas vão acontecer... O amor dos dois será até alvo de chantagens, o que os manterá longe por um tempo. Ah, e tem o tal segredo do qual a sinopse fala, né? Pois é. Esse segredo só servirá para dar mais veracidade à história e fortalecer ainda mais o amor dos dois. Tenha certeza que você também ficará com essas duas perguntas na cabeça: Quem você estaria disposto a sacrificar pela coisa certa a se fazer? O que você estaria disposto a sacrificar pela verdade?

 “Você está andando por um caminho, impressionado com a perfeição dele, com o fato de você se sentir incrível e, algumas esquinas depois, se perde num lugar pior do que qualquer coisa que poderia ter imaginado.”

Enfim, um romance adolescente docinho que aborda temas sérios e polêmicos, que fala sobre primeiro amor, família, amizade, lealdade, honestidade e o quanto nossos princípios fazem quem somes de verdade.

Super recomendado!!!

Nenhum comentário

O seu comentário alegra o nosso dia!!!