• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Lendo com a Dani: Delícia, delícia, Donna Kauffman - @Valentina

    Quando a extraordinária confeiteira Leilani Trusdale trocou a agitação de Nova York pela pacata e doce Ilha de Sugarberry, não esperava que seu passado a seguisse. Seu antigo chefe, Baxter Dunne, também conhecido como Chef Hot Cakes, o homem que ensinou a ela que o creme compensa, reaparece desejando filmar seu famoso programa de culinária. O problema é que ele escolheu filmar na Cakes by The Cup, a minúscula e aconchegante confeitaria de Leilani. Com seu olhar de brigadeiro de colher e aquele irresistível sotaque britânico -- que faz a moça babar e seu rosto corar como calda de cereja --, ele fez as fofocas de cozinha rolarem soltas. 

    Lani, lá no fundo, só deseja que algumas sejam deliciosamente verdadeiras... Os amigos estão convencidos de que o ex-chefe é o ingrediente que falta para a definitiva receita de felicidade dela. Porém, Baxter terá que botar a mão na massa se quiser tirar do forno um grande, verdadeiro, quentinho e saboroso amor. No Clube do Cupcake, cozinhar é apenas um detalhe. Entre altos papos e doces lambidas, amizades crescem como pão quentinho e a vida vai ficando, hummmm, mais saborosa. Mas quando é preciso decidir entre a vida que você sempre sonhou e o amor da sua vida, só as melhores amigas, as melhores receitas e uma caixa cheia de Red Velvets podem ajudar. É hora de praticar boloterapia!!!

    Delícia, delícia
    Autora: Donna Kauffman
    Editora Valentina (2016)
    296 páginas


    E com este início me senti a pessoa certa para ler. 

    Delícia, delícia é um destes livros que merecem uma edição futura com direito a aromas e com sorte a possibilidade de ter em mãos uma ou duas guloseimas a partir do livro. ;)

    Nesta leitura irás encontrar um casal com uma atração latente, que soltam faíscas e farpas a cada encontro. Você será tentado não apenas por cada receita de Leilani como pelo Chef Hot Cakes e suas investidas.

    Primeiro livro do Clube dos Cupcakes e chegou muito tentador. 

    Entretanto nas primeiras páginas foi uma leitura arrastada, Leilani fazendo drama com sua amiga Charlotte ao telefone, o pior foi estar alheia ao motivo.

    E quando enfim o motivo é revelado, bem aí sim começa a ficar legal.

    Os personagens são bem definidos e carismáticos:

    Leilani Trusdale ex-chef do Gateau, ganhadora de um James Beard (prêmio culinário), tem 31 anos e mudou para a ilha no intuito de cuidar do pai. Agora que realizou seu sonho de ter sua própria confeitaria de cupcakes, está realizada e longe de seu tormento:

    Baxter Dunne, confeiteiro famoso e apresentador de TV, trabalhou lado a lado com Leilani e nunca enxergou que a atração que sentia era recíproca. Não entende o motivo de Lani ter largado a Grande Maçã para viver numa ilha tão pequena.

    O começo foi um tanto chato, ela e Charlotte ao telefone falando de uma notícia do jornal, mas o leitor fica de fora então parece só blá, blá, blá.

    Mas então as coisas começam a esquentar. A aparição de Baxter faz a leitura melhorar.

    Os dois são teimosos e por isso o que poderia ser resolvido de maneira rápida acaba sendo adiado, e negado ainda mais.

    Adorei a história que a autora criou para ambos no quesito passado, cada um teve momentos difíceis que ajudaram a serem o que são atualmente.

    Os personagens secundários não ficam atrás.

    Alva é uma senhorinha de oitenta e dois anos que não perde uma fofoca e seu objetivo no momento é colaborar com o jornal da ilha. Imaginem uma senhora perspicaz munida com um sorriso capaz de cativar qualquer um por mais bravo que esteja?

    Fiquei ansiando pelas aparições dela e suas histórias do passado.

    Charlotte por sua vez é a amiga maluca que não pensa muito antes de mergulhar em relacionamentos e está ao lado de Baxter, por assim dizer. Uma indiana que também é chef em Nova York, ela tem um bom humor, uma veia rebelde e muita impulsividade.

    Leilani e Charlotte praticam a  boloterapia desde que estudaram juntas, criar bolos e conversar sobre os problemas são relaxantes para elas. 

    Essa terapia vai acabar ganhando adeptos e tornando as sessões muito mais divertidas.

    Adorei o clima de amizade, as conversas não apenas entre o casal, mas com cada um dos secundários. Foram diálogos em sua maioria divertidos e que geravam expectativas pelos próximos.

    O ruim é só ter que ler, imaginar e não poder experimentar um cupcake com maracujá, café e afins... Ah, cada combinação diferente...

    Em termos de edição... A capa está linda como podem ver acima, a lombada ficou bem charmosa na estante.


     Os inícios de capítulos ficaram exatamente no formato do que o livro propõe. Pude imaginar cupcakes decorados. Huuum.

    Em termos de revisão, ocorreram alguns, nada que atrapalhe a leitura, porém acabariam dando um bom conteúdo para o livro do Bianchi (Português à Brasileira, se não leu a resenha, depois que comentar aqui, pode deixar sua opinião lá também que responderei ambas). Exemplos:

     Ainda assim, por mais grande e forte que fosse(...) - página 190

    E quando a Leilani faz um gesto relacionado ao órgão masculino, estranhamente ele está situado na região sul do corpo de Baxter. 

    - As coisas de confeiteiros incluem cerejas cobertas com chocolate amargo no formato de um...? - Lani gesticulou em direção ao sul do corpo dele em geral, e ergueu uma sobrancelha.  (...) Na mesma hora, decidiu que seria melhor voltar para o carro antes que houvesse algum motivo para Lani olhar para aquela região ao sul novamente, cuja topografia estava mudando muito rápido.(página 131)

    Afora estes lapsos o que você pode esperar da leitura é uma trama divertida, com momentos de birra nos quais você vai querer tomar partido e vai gargalhar bastante. Situações que são extremamente sensuais, mas nada sem classe, com palavras chulas.



    O tipo de livro no qual o caminho já está meio andado, basta enxergarem por trás de seus ressentimentos e mal entendidos.

    E você sem sombra de dúvida vai se encantar por esse grandalhão desajeitado com um lindo sotaque inglês e que não deixa a desejar no quesito fofura.


    Tem de bônus no final do livro quatro receitas de cupcakes. =)

    Quem de vocês vai se aventurar a ser um chef e impressionar o Chef Hot Cakes?




    10 comentários :

    1. Olá Dani!!!
      Quando eu vi esse livro ele não me chamou atenção, porém lendo sua resenha fiquei com uma vontade enorme de conhecer o livro e a série :3
      Fico me perguntando sobre o passado desses personagens e como tudo irá ficar entrelaçado nesse livro.
      E como deve ser bom comer cupcakes lendo essa história em?? rsrsrs
      Parabéns pela resenha e até uma próxima o/

      lereliterario.blogspot.com

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Antonia, essa capa me pegou... e a trama acabou por surpreender, temi que fosse algo só sexo, mas tem uma história legal e os personagens são ótimos.
        Obrigada.

        Excluir
    2. Oi Dani.
      Não tinha ouvido falar sobre esse livro, mas ele parece ser bem interessante.
      As vezes, o início é lento, mas depois a trama se desenrola e torna a leitura bem agradável. Parece ser esse o caso.
      Um romance junto com receitas deliciosas? Não tem como errar.
      Achei a capa lindíssima e gostei bastante do fato de haver 4 receitas de cupcakes no final.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Pamela com certeza o importante é que o livro engrene, já li alguns que não melhorou nunca, mas por sorte esse quando pegou ritmo foi até o fim.
        Obrigada

        Excluir
    3. Eu amei essa capa! Sou completamente alucinada por cupcakes hahaha
      Adorei o termo boloterapia kkkk amo bolo e amo chocolate. E esse livro me parece ter um romance bem fofo. Esse livro tem tudo que eu gosto. Junta romance com comida, ainda mais doce, já falou a minha língua kkkk

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Ah, comida e romance... combinação bombástica. Lani faz cada guloseima. kkkk
        É um romance fofo sim, leia e volta para contar. =)
        Obrigada

        Excluir
    4. Desde que vi a capa deste livro, anseio muito por lê -lo. Li um livro sobre culinária, Uma Pitada de Amor, e não curti muito, e espero que goste deste. Pela resenha parece ser um bom livro, e que vale a pena ser lido.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Não li este que citou, mas pode ler esse que é divertido, tem romance e muito humor.
        Obrigada.

        Excluir
    5. Juro que com essa sinopse eu quase tive uma overdose de açúcar ^^ Esse parece ser aquele livro que por ser meio caminho andado como você disse e só estamos esperando o final felizes são aqueles livros que depois de leituras tensas você quer fugir da ressaca literária e pode escolher esse. Quero esse livro na minha estante com certeza, além de que adorei saber que vem com o bônus da receita e que mesmo não sendo boa cozinheira acho que me arriscaria a fazer um docinho ou outro.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Rissia é um romance divertido, gosto muito quando não foca só no romance, tem momentos engraçados, tensos, bem balanceados. As receitas são bem tentadoras.
        Obrigada.

        Excluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!