• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Estante da Tata: Mulher Maravilha, Sementes da Guerra - Leigh Bardugo

    Antes de se tornar a Mulher-Maravilha, ela era apenas Diana.
    Filha da deusa Hipólita, Diana deseja apenas se provar entre suas irmãs guerreiras. Mas quando a oportunidade finalmente chega, ela joga fora sua chance de glória ao quebrar uma lei das amazonas e salvar Alia Keralis, uma simples mortal.
    No entanto, Alia está longe de ser uma garota comum. Ela é uma semente da guerra, descendente da infame Helena de Troia, destinada a trazer uma era de derramamento de sangue e miséria. Agora cabe a Diana salvar todos e dar seu primeiro passo como a maior heroína que o mundo já conheceu.
    Mulher-Maravilha: Sementes da Guerra
    Lendas da DC # 1
    Leigh Bardugo
    Ano: 2017 
    Páginas: 400
    Idioma: português
    Editora: Arqueiro

    u vou ser franca aqui, o que me fez querer ler esse livro não foi o fato dele ser um livro da Mulher Maravilha, mas sim o fato dele ser um livro da Mulher Maravilha escrito pela Leigh Bardugo.

    Para quem não sabe, a Leigh Bardugo é a autora da Trilogia Grisha e da duologia Six of Crows, duas séries maravilhosas (apesar de não ter superado aquele final cof cof horrível cof da trilogia Grisha ainda), super bem escritas e incríveis que eu amo (e que se passam no mesmo mundo).

    E ai, dois anos atrás, como uma fã/geek/nerd louca, minha felicidade estourou quando eu descobri que duas das minhas autoras favoritas estavam escrevendo livros de super-heróis da DC! A Leigh Bardugo é só a primeira, seguida pela Sara J Maas (autora do maravilho Corte de Espinhos e Rosas!!!!!!!!) com seu livro da Mulher Gato, a Marie Lu (autora de Jovens de Elite) com o Batman e, por fim, Matt de la Peña (autor do livro Mexican Whiteboy and The Living) com o Super-homem.


    Ao que parece, a Editora Arqueiro irá publicar, simultaneamente com o Estados Unidos, todos os quatro livros da série DC Icons (no Brasil, a série se chama Lendas da DC). Os quatro livros, apesar de fazerem parte de uma série, vão ter historias independentes!

    Voltando ao foco agora, Sementes da Guerra conta a história de uma Diana adolescente, cheia de dúvidas e inseguranças, muitos anos antes de se tornar a Mulher Maravilha.

    Diana é uma amazona, mas não qualquer amazona, ela é filha da deusa Hipólita, a rainha das Amazonas e, por causa disso, é sempre observada e julgada pelas outras amazonas que a acham, apesar e por causa de sua posição, fraca. Então, tudo que Diana mais quer na vida é se provar, provar como digna de sua mãe e como membro valioso das amazonas.


     O problema é que quando você vive em uma sociedade na qual todo mundo é extraordinário, ser menos do que isso, te destaca de uma forma ruim.

    O livro começa com a corrida que marca o início dos jogos Nemeus, a situação perfeita para que Diana prove,  para sua mãe e para o resto das amazonas, o seu valor. O problema é que, ao invés de chegar em primeiro lugar, Diana abandona a corrida para salvar uma mortal. O problema é que é proibido salvar mortais e, acima de tudo, é proibido levar eles para Temiscira, e bem, Diana faz as duas coisas.

    Escondendo a humana das outras amazonas, Diana logo percebe que coisas estranhas começam a acontecer na ilha, coisas impossíveis que começam a quebrar o equilíbrio da ilha paraíso.

    Sem saber o que fazer ou se o caos que começa a se instalar é sua culpa, Diana procura o oráculo e descobre que a humana vem de uma linhagem especial, ela é, assim como Helena de Troia foi um dia, uma semente da guerra. Isso significa que ela trará uma grande guerra ao mundo e fará com que a ilha das amazonas entre em colapso.


    Diana se vê então no meio de um dilema com três possibilidades:
    1. Salvar a mortal e condenar o mundo;
    2. Deixar a menina morrer e salvar a ilha e o mundo;
    3. Abandonar a ilha, sua família e amigos, e se aventurar no mundo mortal afim de quebrar a maldição da linhagem de sangue das sementes da guerra.
    Eu vou deixar vocês adivinharem qual opção ela escolheu.

    A história é toda narrada em terceira pessoa e possui um ritmo rápido de leitura. Eu literalmente li o livro inteiro em um sábado tedioso.

    Eu gostei bastante da forma como foi abordada essa história de origem da Diana, ver ela ter dúvidas, descobrir o mundo e amadurecer. Eu gostei particularmente do foco dado às lendas da mitologia grega. A coisa toda da releitura da história de Helena de Troia foi a cereja do bolo.

    Outro ponto positivo foi a presença de personagens com diversidade e a sua representatividade, bem como da temática do empoderamento feminino e do amor próprio.


    Apesar de ser um YA baseado em uma personagem clássica das revistas em quadrinhos, o livro trata e discute assuntos importantes como preconceito, amor próprio, empoderamento feminino e igualdade.

    Agora, se você espera que o livro possua inspiração no filme, tire seu cavalo da chuva. Apesar de alguns elementos semelhantes, as histórias são completamente diferentes entre si. Mas aquela Diana forte, determinada e ao mesmo tempo inocente e curiosa com o mundo humano está lá.

    E, sendo franca? Eu acho que a história do livro daria um filme melhor que a história apresentada no filme.


    Ah, antes que eu me esqueça, no final desse livro tem o primeiro capitulo do próximo livro da série e eu não sei se isso foi um presente ou uma tortura, principalmente depois que eu fui olhar a sinopse do livro no site da Marie Lu. Reparem só:
    Before he was Batman, he was Bruce Wayne. A reckless boy willing to break the rules for a girl who may be his worst enemy. 

    Antes dele se tornar o Batman, ele era Bruce Wayne. Um garoto imprudente disposto a quebrar as regras por uma garota que pode ser sua maior inimiga.

    Então, parece que antes de completar de 18 anos o Bruce é preso e tem que cumprir serviço comunitário no hospício de Gottam. Lá ele conhece uma garota misteriosa e a história começa.

    Soa maravilhosamente insano né? Mal posso esperar! hahahahah


    0 comentários :

    Postar um comentário

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!