• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Leitura da Drica: Adormecida, Anna Sheeran


    Rose Fitzroy esteve dormindo profundamente por décadas. Imersa num sono induzido, esquecida em um porão por mais de 60 anos, a jovem foi tratada como desaparecida enquanto os anos sombrios pairavam sobre o mundo. Despertada como por encanto e descobrindo-se herdeira de uma corporação multimilionária, Rose vai entendendo pouco a pouco, tudo o que aconteceu em sua ausência.
    Ela descobre que seus pais estão mortos. O rapaz por quem era apaixonada não é mais que uma mera lembrança. A Terra se tornou um lugar estranho e perigoso, especialmente para ela, que terá de assumir seu lugar à frente dos negócios.
    Desejando adaptar-se à nova realidade, Rose só consegue confiar numa única pessoa estranhamente familiar. Rose até gostaria de deixar o passado para trás, no entanto, ao pressentir o perigo, percebe que precisa enfrentá-lo - ou não haverá futuro.
    Adormecida
    Ano: 2012 
    Páginas: 272
    Idioma: português 
    Editora: Lua de Papel


    Mais uma releitura??? Não, Adormecida não chega a ser uma releitura de A Bela Adormecida, mas claramente a sua autora se inspirou no clássico conto da Disney.

    Vamos conhecer a história de Rose Fitzroy. De cara, Rose nos deixa uma dúvida: ela é uma adolescente de 16 anos ou uma simpática senhora de 80? Ah, te peguei, né? Pois é, a história de Rose é bem complexa. Ela passou 60 anos de sua vida em sonos induzidos, ou seja, adormecida. Até o dia em que ela é acordada, sem querer, por uma técnica de respiração boca a boca feita por um lindo rapaz, Bren.

    " Então, quando o vibrante azul da paisagem marinha que eu tentava segurar foi interrompida, não por uma mão, mas pela sensação de lábios tocando os meus, fiquei surpresa. "
    Parece tudo muito fofo? Mas não é bem assim. A história se passa em um tempo no futuro onde os terráqueos conseguiram colonizar outros planetas e esse sono induzido tem várias utilidades. Só que no caso de Rose, a verdade não é nada útil para ela.  

    “ Tinha quase oitenta anos com apenas dezesseis. Nunca passei tanto tempo em estase. Ninguém havia passado. (...) Eu me sentia como uma velha. Tecnicamente, eu era. ”

    O mundo em que Rose acorda está muito diferente do que ele deixou. Ele dormiu durante os Tempos Sombrios, que foi marcado pelo crescimento populacional desenfreado, pelo boom econômico com um imenso abismo entre ricos e pobres, além da mudança climática e o surto de algumas doenças, como a tuberculose e a peste bubônica. Houveram também guerras por recursos naturais e por tecnologia. E é a empresa de seus que domina esse novo mundo que superou os problemas.

    “ Somente ele não me via como a bela amaldiçoada e passiva, esperando calmamente para ser despertada por seu príncipe encantado. Eu era a impressionante roseira, selvagem e impenetrável, e forte o bastante para resistir a centenas de anos de pessoas tentando forçar um caminho entre os meus espinhos, para atingir os vulneráveis inocentes que eu protegeria. “

    Além disso, depois de dormir por tanto tempo, grande parte das pessoas que Rose conhecia, como os seus pais e amigos, já morreram ou estão bem velhos... Mas ela continua uma adolescente, que não conhece nada dessa nova era.

    Mas a grande pergunta de Rose é porquê ela foi mantida tanto tempo em estase (nome dado para o sono induzido). Por que sempre foi mantida afastada do mundo pelos seus pais?

    Rose vai enfrentar esse mundo novo, uma escola e o exercício de criar nossos amigos, enquanto descobre parte do seu passado. Vamos conhecer o melhor amigo/namorado de Rose, os dilemas de ter que abandonar a carreira que escolheu para si por causa dos pais e vivenciar as novas descobertas de uma senhora com o corpo e mente de uma menina.

     “ Não posso pensar nele, mas também não consigo esquecê-lo. Não é certo esquecer uma pessoa que você amou. “

    Como se tudo isso não fosse drama suficiente, Rose ainda vai descobrir que tem um autômato programado para matá-la! Será que o fato de ela ser a única herdeira de uma empresa de alcance interplanetário tem algo a ver com isso?

    Mas ela não estará sozinha, o seu príncipe, ou melhor, Bre, será o seu grande amigo. É ele quem vai ajudá-la a passar por todos esses dilemas e sobreviver a tantas descobertas.

    Ah, e se prepare para um final daqueles de puxar o tapete e deixar você com cara de boba, mas feliz, viu?!?!?! Um super parabéns para a autora que consegui juntar elementos já conhecidos com outros tantos bem inusitados e ainda deu um desfecho para lá de justo à história.


    Narrado em primeira pessoa e apenas inspirado em A Bela Adormecida, Adormecida é muito mais do que uma historinha de amor. Mostra os dilemas e esforços de uma garota e seus dilemas, que quer ser ela mesmo mas tem que descobrir primeiro quem ela é de verdade. 


    1 comentários :

    1. Oi Drica, até já tinha visto essa capa por ai mas ainda não tive a oportunidade de ler a história e gostei demais da dica e de ler a resenha. A história parece ser bem diferente e são poucas que vejo com alguma relação com o conto da Bela Adormecida e isso chamou minha atenção. Fiquei curiosa pra saber como ela se adapta a essa nova vida. Mas me diz uma coisa, o Bre e o melhor amigo/namorado? E ela corre algum risco de envelhecer do nada? haha... gostei e espero poder ler futuramente :)

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!