• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Lendo com a Dani: O Menino de Vestido, David Walliams

    A vida de Dennis não é nenhum mar de rosas - ele foi abandonado pela mãe, não se entende com o irmão, o pai está deprimido e, para piorar, há uma regra em casa que proíbe abraços. Só duas coisas o fazem feliz - jogar futebol e olhar vestidos bonitos. Ele é o atacante do time do colégio e adora a revista Vogue. Durante uma detenção, Dennis conhece Lisa, a menina mais bonita da escola e que também se interessa por moda. Os dois se tornam amigos e passam a se encontrar na casa dela. Até que um dia ela o convence a pôr um vestido e ir à aula fingindo ser uma aluna de intercâmbio. É nesse momento que a vida chata e comum de Dennis se transforma em algo extraordinário.
    O Menino de Vestido (The Boy in the Dress)
    David Walliams
    Intrínseca (2014)
    192 páginas

    Pense num infantojuvenil divertido?! 

    Dennis é um garoto sensível de doze anos, o abandono da mãe ainda dói muito, especialmente quando era a única a lhe dar carinho. Agora ele vive com o pai e o irmão, que são o estereótipo dos machões. Nada de abraços, nada de palavras melosas. 

    Dennis adora jogar futebol, ele é o craque do time, embora não seja o suficiente para ser parte da turma popular. E ele tem um segredo: uma revista escondida debaixo do colchão! E, posso garantir, que você não imagina o que é.

    O fato é que Dennis acaba indo parar na detenção e lá conhece Lisa, quer dizer, começa a falar, já que ela é a garota popular e linda da escola; e o garoto a admira.

    Numa tirada de sorte, ele descobre que Lisa adora desenhar vestidos e consegue um convite para a casa da garota.

    E, gente... esses dois juntos, farão cada uma.

    David Wlliams tem uma escrita envolvente, ele nos joga dentro da história e nos deixa bem confortáveis, as emoção são bem descritas, sem exageros e com muita habilidade. 

    Ele nos mostra o que passa pela mente de Dennis, as lembranças, os desejos, algumas questões que o deixam confuso. Questões como 'será que um menino pode usar um vestido?' Ou 'Lisa é completamente maluca?'

    "- Que injusto! Sabe, roupas de garotos são muito sem graça.
    - Bem, eu odeio essas regras chatas que dizem o que as pessoas devem ou não vestir. Com certeza todo mundo deveria poder usar o que tivesse vontade, não?

    Darvesh é o melhor amigo de Dennis e tem uma mãe que está sempre por perto lhe fazendo "passar vergonha" com demonstrações de afeto. Meninos. As conversas entre eles são muito legais e bem sinceras. Numa delas ocorre um leve empurrão para nosso protagonista seguir suas vontades.

    E a ideia do autor narrar o livro como se estivesse conversando conosco é maravilhosa, eu adoro esse tipo de narrativa, acaba me envolvendo mais, tornando mais real a minha viagem pela leitura.

    "É preciso algum tempo para se acostumar a andar de salto alto. Não que eu saiba disso, leitor. Só ouvi falar."

    E este outro exemplo:

    - Você é um &**%$#% completo!
    Ops, me desculpem. Sei que, apesar de crianças de verdade falarem palavrão, não se pode escrever palavrões em livros infantis. Por favor, me perdoem é a &**%$#% da regra!

    O Menino de Vestido nos faz pensar nas regras impostas pela sociedade, no real valor de um amigo, nas coisas que damos valor ou não.

    Adorei o Dennis com seu talento para esporte, seu desejo secreto, sua amizade pelo Darvesh, o amor que ainda nutre pelo irmão implicante, e acompanhar algumas de suas lembranças me deixou com o coração apertado.

    Lisa é espevitada e seu talento para moda é latente, ela acaba sendo uma boa amiga para o protagonista. E nos faz lembrar que embora a vida não pareça das melhores, nossos sonhos nos dão gás para correr atrás.

    E até mesmo o pai e o irmão de Dennis nos deixam uma lição importante: embora alguns não saibam como expressar seus sentimentos, não significa que não nos amem.

    E você, já leu este ou algum outro título do autor? Na minha fila de espera está Vovó Vigarista!

    Recomendo para você ler e se distrair; e para dar de presente às crianças.
                                                                 

    2 comentários :

    1. Apesar de não ter visto o filme, a sinopse me lembrou a trama de A Garota Dinamarquesa, só que versão juvenil, hehe. Confesso que não é muito meu estilo, mas até que parece ser bem divertido!

      =)

      Suelen Mattos
      ______________
      ROMANTIC GIRL

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Não li nem assisti A Garota Dinamarquesa, Su. Mas garanto que se precisar de uma leitura divertida com lição de moral, esse livro cai como uma luva!
        Obrigada!

        Excluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!