A garota que bebeu a lua, Kelly Barnhill


Uma fábula sobre aceitação, amor, amadurecimento e o poder da memória. Da autora de O Filho da Feiticeira, considerado o Livro do Ano pelo Washington Post.
Todo ano o povo do Protetorado deixa um bebê como oferenda para a Bruxa que vive na floresta, na esperança de que o sacrifício a impeça de aterrorizar sua pequena cidade protegida pelos muros e pela Torre das Irmãs da Guarda. Mas, Xan, a Bruxa na floresta, ao contrário do que eles acreditam, é bondosa. Ela vive em paz com um Monstro do Pântano muito inteligente e um Dragão Perfeitamente Minúsculo.
Todo ano ela resgata o bebê deixado pelos Anciãos e o leva em segurança para uma família adotiva em uma das Cidades Livres do outro lado da floresta. Durante a longa viagem, quando a comida acaba, Xan alimenta os bebês com luz estelar. Em uma dessas ocasiões ela acidentalmente oferece a um deles a luz do luar, dotando a menininha de uma magia extraordinária.
A bruxa então decide criar a menina “embruxada”, a quem chama de Luna. Conforme o aniversário de treze anos da menina se aproxima, sua magia começa a aflorar – e pode colocar em perigo a própria Luna e todos à sua volta.
A Garota Que Bebeu a Lua
Ano: 2018 
Páginas: 308
Idioma: português 
Editora: Galera Record

“De um grão de areiaSurgiu a luzSurgiu o espaçoSurgiu o tempo infinitoE para o grão de areiaTodas as coisas hão de retornar.”

“A Garota que bebeu a Lua” se passa em Protetorado, uma cidade cheia de mistérios que fica ao lado de uma grande floresta. Lá, uma vez por anos, um bebê deve ser oferecido a uma bruxa como sacrifício para aplacar a sua ira. Por conta disso, a cidade está sempre mergulhada em uma infinita tristeza.

Mas isso é o que fizeram a população acreditar. O Conselho de Anciãos criou essa lenda para manter o povo controlado através do medo. Mas o que um jovem aprendiz de ancião será capaz de fazer ao ter conhecimento da verdade?

As coisas começam a mudar quando uma criança cuja mãe tem uma marca de meia lua na testa, é levada contra a sua vontade.


Enquanto isso, na floresta, vive Xan, a Bruxa da Floresta, uma bruxa fofa, que todos os anos recolhe crianças que são abandonadas pelo povo de Protetorado.

“Todos os anos, um bebê é abandonado na floresta, em um mesmo lugar, para morrer. Todos os anos, eu levava o bebê pela floresta para uma nova família que o amaria e o manteria em segurança. Cometi o erro de não ser curiosa. Cometi o erro de não questionar. Mas a tristeza pairava sobre aquele lugar, como uma nuvem, e eu saía de lá o mais rápido possível.”

Dessa vez ela recolhe Luna, mas não a entrega para uma família. Xan usa luz das estrelas para alimentar as crianças. Mas com Luna ela comente o engano de alimentá-la com luz da lua e embruxa a garota, transformando-a num ser cheio de poder e magia.


Xan tem a ajuda de Glerk, um meigo e poético monstro do pântano que é mais velho do que a própria magia, e de Fyrian, um dragão que não cresceu.

A Garota que Bebeu a Lua é uma fábula que fala de como o conhecimento é capaz de transformar vidas, de como saber a verdade é importante para te fazer questionar, mudar e se tornar quem você realmente é. Além disso nos mostra o quanto a tristeza pode ser poderosa para dominar alguém, para impedir que você siga em frente. Mas nos alenta contrapondo o poder curativo do amor para nos dar força e coragem para mudar a nossa realidade através do conhecimento.


"Quantos sentimentos um coração consegue suportar? Olhou para a avó. [...] Olhou para o homem que protegia sua família. Infinitos, pensou Luna. Assim como o universo é infinito. É luz e escuridão em movimentos eternos; é espaço e tempo, e tempo dentro do espaço. E ela soube: não há limites para o que um coração consegue carregar."


2 comentários

  1. Essa capa é linda!
    Não sabia muito sobre esse livro; achei muito encantador e a mensagem é linda.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Além de ser um livro lindíssimo em aparência física, é também um livro com uma história que parece ser linda!
    Não só por trazer este lado de fantasia e magia,com bruxas e afins, mas também por apresentar tantos sentimentos e? Família!!!
    Está na lista de mais desejados!
    Beijo

    ResponderExcluir

O seu comentário alegra o nosso dia!!!