Bruto e Apaixonado, Janice Diniz

Mário Lancaster e Natália Esteves parecem não ter nada a ver um com o outro: ele é um ex-peão de rodeio e ela, uma empresária sofisticada de uma metrópole. Ela deve demitir funcionários da maior fábrica local, e ele é o responsável por convencê-la a mudar de ideia.
Eles estão em lados opostos, mas a química entre os dois é impossível de ignorar. Bruto e Apaixonado é o primeiro volume da série Irmãos Lancaster e uma história irresistível de amor, superação, sedução e, claro, caubóis atraentes e possessivos.
Bruto e Apaixonado
Irmãos Lancaster #1
Ano: 2018
Páginas: 256
Idioma: português 


Mário é um cowboy, um homem voltado para a vida na fazenda e na sua cidade Santo Cristo - RS, mas também é um homem marcado por uma tragédia que quase lhe custou a vida. A cinco anos, o jovem rapaz caiu do touro Killer e, no mesmo dia, perdeu seu pai em um grave acidente. A vida de Mário nunca mais foi a mesma, vivendo todos os dias a tristeza de olhar para Killer e o medo de montar novamente, além de ter que administrar a punhos fortes sua fazenda, a qual adquiriu do pai e vai de mal a pior. O cowboy não sabe, mas sua vida pode mudar ainda mais com a chegada de uma forasteira que pode dar fim a sua vida de mulherengo sem freios e de conquistador.

Nathalia escolheu viver na proteção do pai, um CEO renomado e dono de uma das maiores empresas de São Paulo, porém viver na proteção do seu pai não foi a melhor escolha a se tomar, pois a moça que buscava a aprovação do homem que mais amava, descobriu ao longo da vida que o machismo e a falta de sentimentos do pai só conseguiriam lhe deixar ainda mais para baixo. Buscando a tão sonhada vaga de gerente geral da empresa do pai, Nat dá tudo de si, mas o reconhecimento custa a chegar ou, pelo visto, jamais virá. Até que é enviada a Santo Cristo para cuidar da demissão de alguns funcionários da mais nova aquisição do seu querido pai. Presa em uma cidade hostil e que lhe odeia por aquilo que ela representa, Nathalia vai descobrir que nesse lugar mora a tão sonhada “felicidade”.

Uma história sem rodeios, um clichê de sessão da tarde, mas com umas cenas quentes que pode tirar as crianças da sala! A história de Janice Diniz nos ensina e diverte em sua narrativa tranquila, porém com uma pegada que deixa qualquer amante de romance ansioso para descobrir o desfecho. A história é fluída e leva o leitor por uma paisagem marcante do cerrado brasileiro, além de nós presentear com personagens fortes e engraçados, mocinhas carentes e decididas e uma cidade que nos causa fascínio e vontade de conhecer de cabo a rabo.

A autora consegue, em poucas páginas, prender a atenção do leitor e cativar com uma história que tem tudo para dar errado mas, no final, surpreende com sua maravilha. Senti falta apenas de um desfecho melhor para Mario e Nathalia, esperava um pouco mais dado o rumo da história, mas espero que essa falta seja compensada no livro dois que, por sinal já está sendo lido e promete ser ainda melhor que o primeiro. 

Vale ressaltar que a autora é brasileira e que conseguiu ambientar muito bem a história dentro do nosso cenário, não falta ponto sem nó. No resumo de tudo, amei a história e pretendo conhecer mais da escrita de Janice Diniz.


Nenhum comentário

O seu comentário alegra o nosso dia!!!