Onde mora o amor, Jill Mansell

Dexter Yates adora sua vida despreocupada em Londres. Além de lindo e rico, mora em um apartamento chique e está sempre acompanhado de belas mulheres. Mas tudo se transforma da noite para o dia quando a irmã morre, deixando a pequena Delphi, de apenas oito meses.
Sem a menor ideia de como cuidar sozinho de um bebê, ele resolve se afastar da correria da cidade grande e se muda para sua casa em Briarwood.
Dex não está acostumado ao ambiente intimista do vilarejo, em que todo mundo se conhece e todas as histórias se entrelaçam. Os moradores o recebem de braços abertos, sobretudo sua vizinha de porta, a talentosa quadrinista Molly, que se oferece para ajudar com Delphi. Ela tem um passado amoroso catastrófico e muita cautela, mas nasce entre os dois uma inegável conexão.
Se Dex vai conseguir se adaptar a essa nova vida e encontrar o amor de verdade, ele primeiro terá muito a aprender: sobre Molly, sobre Delphi, sobre os segredos dos outros e, principalmente, sobre si mesmo.
Onde Mora o Amor
Se você não tem um segundo a perder, descubra...
Ano: 2019 
Páginas: 384
Idioma: português
Editora: Arqueiro

A vida de Dexter era regada a mulheres e festas toda semana e não tinha muito com o que se preocupar. Até que, infelizmente, sua irmã falece e deixa a responsabilidade de cuidar de Delphi, um bebê, nas mãos de Dexter.

Procurando uma vida melhor para a pequena, ele se muda para o vilarejo de Briarwood, um lugar pacato onde todos os moradores se conhecem há anos e que recebem essa família de dois com os braços abertos, principalmente Molly, sua vizinha. Ela será de grande ajuda para os apuros de pai de primeira viagem de Dexter.

O desafio se encontra quando Dexter precisará deixar os costumes da vida antiga e focar no mais importante: a criação de Delphi. Mas como resistir às situações que o cercam? Seja Molly, sejam as sombras do seu passado ou todo o seu presente?
Esse livro foi uma surpresa gratificante para mim! Considerar esse livro como um romance não é a minha primeira opinião. A história contém muitos elementos que enriquecem a mesma, seja na relação entre Molly e Dexter, ou nas histórias dos personagens secundários.

Uma coisa que eu gosto em um romance é quando os personagens não criam aquele sentimento logo de cara, e sim, vai se construindo até algo acontecer. Esse “suspense” deixa a curiosidade da gente lá no alto e tudo pode acontecer, mesmo que seja algo previsível. E é isso que acontece em Onde mora o amor, algo que eu amei!

Como eu falei anteriormente, a contribuição dos personagens secundários para essa história foi extremamente importante para o livro. foi daí que tirei a conclusão para o nome do livro: Onde mora o amor não é sobre Dexter e Molly, e sim sobre Briarwood, o local onde realmente o amor nasce e marca presença, Sensacional!

A escrita da autora contribui bastante para que seja uma leitura fluida. Os capítulos são curtos e isso resulta numa leitura cada vez mais viciante. Eu só consegui largar o livro quando finalizei, e queria mais!

Não vejo a hora de ler outros livros da autora, e Desencontros à beira-mar já está na fila!

Um comentário

  1. Ahhh!!!Já fiquei com o coração feliz em ler a resenha!Ainda não tinha lido ou ouvido nada a respeito do livro, mas ao ler a resenha, fiquei imaginando tudo isso numa adaptação com cheirinho de sessão da tarde!
    Tudo que envolve perda, crianças, recomeço e claro, sentimento surgindo devagarinho, faz o coração feliz!!!
    Já vai para a lista de desejados com certeza!!!
    Beijo

    Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir

O seu comentário alegra o nosso dia!!!