Um Amor de Vigarista, Laura Lee Guhrke



Os últimos anos não foram fáceis para a srta. Amanda Leighton. Sozinha depois de perder o pai, envolveu-se em um escândalo que lhe custou o cargo de professora e depois ainda precisou fugir da casa em que trabalhava comogovernanta por causa dos avanços impróprios do ex-patrão.

Desesperada por um emprego, ela sabe que tem todas as qualificações para o posto de tutora, e não vai deixar que seu gênero a impeça de consegui-lo. Se lorde Kenyon insiste em contratar um homem, Amanda tem apenas uma opção. James St. Clair, o conde de Kenyon, sabe que seus filhos rebeldes precisam de um tutor impetuoso, alguém disposto a colocá-los na linha, e não de uma nova mãe.

Quando um jovem chamado sr. Seton se candidata à vaga, Jamieacredita que encontrou a resposta para seus problemas. Mas o viúvo está prestes a descobrir que, por baixo dos ternos largos e mal ajustados, esconde-se uma moça que pode lhe ensinar muito mais do que o esperado…
Um Amor de Vigarista
Querida Conselheira Amorosa... #3
Ano: 2020 
Páginas: 304
Idioma: português
Editora: Harlequin Brasil


Quem me acompanha aqui sabe como eu me apaixonei pela escrita da Laura Lee Guhrke e pela forma como ela constrói suas histórias. Com Um Amor de Vigarista não foi nem um pouco diferente, só que desta vez ela inovou no tema escolhido.

Só para relembrar, na minha percepção:

- Livro 1_A Verdade sobre Amores e Duques: ela concentra a atenção na figura de mulher empreendedora, forte e sufragista que se apaixona e precisa decidir como continuar sua luta e se entregar amor (resenha aqui);

-  Livro 2_Desafio do Amor Verdadeiro ela concentra sua atenção na figura da mulher insegura e que não percebe seu valor, sua força e que desabrocha diante do leitor (resenha aqui).

Agora no livro 3, Um Amor de Vigarista, ela foca sua atenção em dois pontos: na mulher que teve a chance de estudar e se destacar num mundo eminentemente masculino mas se viu arruinada e na figura das crianças desejosas de atenção do pai workaholic.

Quem leu o livro um, teve um breve vislumbre dos filhos pestinhas do viúvo cunhado do protagonista do livro. Agora vamos conhecer a história deste homem que perdeu a alegria de viver e segue pela vida apenas por pensar nos filhos mesmo sem lhes dar a devida atenção. Depois de perder mais uma babá para as tranquinagens dos meninos, ele resolve contratar um tutor para prepará-los para o famoso colégio interno Harrow. Mas essa tarefa não será fácil devido à fama dos meninos que corre pela cidade.
Amanda se sente muito sozinha depois de ter perdido o pai, além de estar com o dinheiro contado e sem esperanças de ter um novo emprego para se manter numa modesta pensão. Ela resolve juntar suas últimas moedas para colocar um anúncio no jornal de Irene e Clara. Ao ouvir uma conversa entre James e Galbraith, protagonista do livro dois, sobre os gêmeos e o desejo do conde em contratar um tutor, ela resolve se candidatar a vaga. O único problema é que, pelas regras da sociedade, um tutor de meninos só pode ser do sexo masculino. Então ela resolve tomar uma atitude drástica.

" Eram olhos estranhos, de um tom de verde-escuro pontilhado de âmbar, e pareciam bem mais velhos que o restante dele. Havia conhecimento e experiência naqueles olhos, e um fervor curiosamente intenso, mais compatível com um poeta ou um revolucionário político do que um tutor."

James está no limite do desespero quando resolve contratar o muito jovem e aparentemente inexperiente Adam Seton como tutor de Colin e Owen. Os pestinhas fazem de tudo para tornar a vida do tutor um inferno, só não contavam com a curiosidade que o método de ensino do suposto rapaz gera em cada um deles. Aos poucos, os meninos vão atraindo a atenção do pai de forma positiva que resolve se aproximar mais dos filhos. 

Os gêmeos são uma atração a parte, tamanho é o destaque deles na trama, por isso falo que a intenção da autora é mostrar a importância da figura paterna no livro. Por baixo da camada de meninos insuportáveis e mimados, eles se mostram meninos doces, de coração bondoso e cheios de sabedoria, apenas desejosos de um pouquinho de amor e atenção.
Eu acabei dividindo o livro em duas partes. A primeira é a parte em que Amanda, na pele de Adam, tenta conquistar a confiança dos meninos e surpreende toda a casa e a segunda parte é quando James descobre quem é realmente Amanda e todas as sensações que esta descoberta gera dentro dele. Mas nada será fácil pois ela tem uma mancha no passado que pode mudar tudo que ela conquistou.

Adorei acompanhar essa família improvável ganhando forma, vendo James percebendo que precisava mudar de comportamento em relação aos filhos e redescobrindo a alegria de viver graças às convicções de Amanda, cheia de paixão pela profissão de ensinar crianças. 

" Agora, de repente, conseguia enxergar um futuro diferente. Pela primeira vez em três anos, conseguia ver cor e luz. Ele via esperança. Ele via amor."

Senti falta de um epílogo mostrando um pouco mais destes personagens e, quem sabe. um encontro entre Amanda, Irene e Clara pois imagino o diálogo maravilhoso que surgiria entre elas. Em compensação: adorei o destaque dado a figura do criado de James, Samuel, da cozinheira da família e do gato voluntarioso dos gêmeos.

Você deve estar se perguntando onde nesse embrolio todo entra a Querida Conselheira Amorosa.. Ah, queridos! Essa é uma das partes mais interessantes, fofas e engraçadas da trama. Só você lendo para descobrir.


Nenhum comentário

O seu comentário alegra o nosso dia!!!