Britt-Marie esteve aqui, Fredrik Backman

 

Aos 63 anos, Britt-Marie vê sua vida virar de ponta-cabeça quando precisa abandonar sua rotina (e seu casamento) para se reconstruir em um vilarejo que transformará seu destino para sempre. Recheada de personagens emblemáticos, a trama nos leva a refletir sobre solidão, concessão, frustração e superação, temas que, apesar de cinzentos, ganham cores através da leveza de suas páginas. Com um humor sarcástico carinhosamente dosado para nos cativar, Britt-Marie esteve aqui tem tudo para se tornar um dos livros favoritos de todas as estantes.

Britt-Marie Esteve Aqui
Ano: 2019 
Páginas: 304
Idioma: português
Editora: Fábrica231

Devo confessar que Fredrik Backman me desperta uma gama tão grande de sentimentos durante as suas narrativas que só ao final consigo definir o que a leitura me causou.

Nossa protagonista, Britt-Marie, tem 63 anos e está enfrentando uma grande mudança em sua vida: depois de décadas de um casamento ruim, ela abandonou o marido depois de descobrir que ele tinha uma amante. Difícil, hein? Mas nada na vida dessa senhorinha foi fácil... Entre perdas e ausências, Britt-Marie sempre se anulou em função do bem estar do outro, mas isso vai mudar.

"... é difícil saber quem somos depois que ficamos sozinhos, quando você sempre esteve presente para mais alguém."

Ela decide então que precisa arranjar um emprego e como não aceita um não como resposta, ela consegue um emprego em Borg, uma pequena cidade falida, com pouquíssimos moradores totalmente sem perspectivas, crianças e adolescentes por sua conta e risco e adultos que lutam para manter o mínimo de normalidade. Mas com jovens suficiente para criar um time de futebol, que é o motivo que os impulsiona a viver cada dia monótono na espera do treino à noite.

Mas Borg não será a mesma depois da passagem de Britt-Marie. Seu jeito peculiar e, muitas vezes, excêntrico e um pouco rude vai mexer com os moradores da cidade. E ela também será impactada por cada um deles e pelas suas formas de viver e enxergar a vida, e pela amizade inesperada.

Se você já leu algum livro do Fredrik, já sabe que sua narrativa conta histórias para levar o leitor a reflexões sobre temas profundos. Aqui você terá o prazer de se questionar sobre o que te move, sobre a solidão e a morte, mas também sobre quem você se tornou ao longo da vida e sobre o quanto você ama ou não essa pessoa que você se tornou. Com uma escrita emocionante, se prepare novamente para ir às lágrimas e querer levar Britt-Marie para a sua casa, nem que seja para manter tudo muito limpo com bicarbonato de sódio...
 


Nenhum comentário

O seu comentário alegra o nosso dia!!!