O estranho caso do cachorro morto, Mark Haddon



Um dos melhores livros do século 21 segundo o jornal The Guardian agora com um projeto gráfico especial e ilustrações inéditas. Acompanhe Christopher a desvendar o estranho caso do cachorro morto e a descobrir verdades inesperadas sobre si mesmo e o mundo. Um dia Christopher Boone encontra o cachorro da vizinha morto, transpassado por um forcado de jardim. Fã das histórias de Sherlock Holmes, o adolescente de 15 anos decide iniciar sua própria investigação e escrever um livro relatando o passo a passo para a resolução do mistério. Apesar de sonhar em ser astronauta, Christopher nunca foi além de seu próprio mundo e a busca pelo assassino do cãozinho Wellington o fará descobrir um universo inteiramente novo.Analisar fatos e seguir pistas é fácil para Christopher. Afinal, ele é esperto, conhece todos os países do mundo e suas capitais, consegue dizer todos os números primos até 7.057 e tem extrema facilidade com matemática e física. Mas a coisa complica na hora de precisar entender as emoções humanas, as piadas ou, ainda, as metáforas. E ainda por cima ele tem muita dificuldade para interpretar a mais simples expressão facial de qualquer pessoa ― o que pode dificultar um pouco a sua missão.Criado entre professores e pais que definitivamente não sabem lidar com suas necessidades especiais, Christopher é autista e observa com inocência a confusão emocional da vida dos adultos ao redor.
Narrado em primeira pessoa, O estranho caso do cachorro morto convida o leitor a conhecer o singular mundo de Christopher a partir de seu próprio olhar com muita sensibilidade.

“Gloriosamente excêntrico e maravilhosamente inteligente.” – The Boston Globe
“Com tanto suspense e angústia quanto um livro do Conan Doyle.” – The New York Times Book Review
“Um feito soberbo. Ele é um escritor inteligente e engraçado com uma rara empatia.” – Ian McEwan, autor de Serena e Amsterdam, vencedor do Booker Prize em 1998

O estranho caso do cachorro morto
Ano: 2022 
Páginas: 240
Idioma: português
Editora: Galera Record


Christopher, 15 anos, garoto curioso e muito inteligente que vive com seu pai em uma vizinhança pacata, estuda e está se preparando para um teste de Matemática Avançada é o nosso protagonista. Apesar de sua inteligência acima da média, ele tem grande dificuldade de interagir com pessoas e de entender emoções e convenções sociais por conta da Síndrome de Asperger. Considerado como dono de um comportamento estranho, ele é julgado pelas pessoas sempre de maneira pejorativa ou subestimado.

"Acho as pessoas complicadas. Por duas razões principais. A primeira razão principal é que as pessoas conversam um bocado sem usar qualquer palavra."
Mas a aventura de Christopher começa quando ele encontra o cãozinho Wellington morto e decide que vai descobrir quem o matou pois essa pessoa não pode ficar impune. E sua busca pela verdade vai trazer mais conhecimento e segredos revelados sobre sua própria vida, inclusive o real paradeiro de sua mãe que ele acreditava estar morta.

"A gente sempre sabe o que um cachorro está pensando. O cachorro pode estar de quatro jeitos: Feliz, triste, zangado e concentrado. Além disso, os cachorros são leais e não dizem mentiras porque não podem conversar."
A narrativa do livro é toda feita através do olhar de Christopher e vai alternando entre a investigação e o seu cotidiano, o que nos possibilita acompanhar o pensamento de Chris e conhecer a fundo quem é esse adolescente. E o que pode parecer confuso ao leitor é justamente a forma como ele compreende o mundo, o que pode ser visto, por exemplo, na númeração dos capítulos somente com números primos, uma de suas paixões, ou na explicação de operações matemáticas no meio da história.

"Não gosto de estranhos porque não gosto de pessoas que eu nunca tenha encontrado antes. Elas são difíceis de entender."
O estranho caso do cachorro morto é um livro divertido, leve, com uma fluidez incrível que traz, ao memso tempo, uma complexidade incrível ao ter a coragem de abordar temas delicados e necessários com a naturalidade e humanidade imprescindíveis para aproximar visões de mundo tão diferentes. 

Nenhum comentário

O seu comentário alegra o nosso dia!!!