A queda do patriarcado, Marta Breen e Jenny Jordahl


Das autoras de Mulheres na luta, este quadrinho indispensável para leitores de todas as idades explica o que é o patriarcado -- e como combatê-lo.
Desde a Antiguidade, nossa sociedade se organiza de forma patriarcal -- ou seja, o homem tem mais poder, ganha mais dinheiro e desfruta de mais privilégios. Aristóteles, Rousseau, Darwin, Freud... foram tantas as figuras célebres que reforçaram a desigualdade de gênero que fica até difícil eleger o maior machista de todos os tempos. Mas qual a origem desse sistema? Como ele se manteve? Quais estratégias já foram usadas para combatê-lo? E o que aconteceu com as mulheres que tentaram destruí-lo?

Com linguagem acessível e ilustrações bem-humoradas, as autoras revelam as formas que o machismo tomou ao longo dos séculos, o significado de conceitos como "olhar masculino" e "slut-shaming", e a importância das feministas -- de ontem e de hoje -- para derrubar, de uma vez por todas, o patriarcado.

A queda do patriarcado
O combate ao machismo através dos séculos
Marta Breen e Jenny Jordahl
Ano: 2023 
Páginas: 104
Idioma: português
Editora: Seguinte

Desde que o mundo é mundo, em sua grande maioria, a sociedade se ergue dentro de um sistema patriarcal. Ok, você já deve ter ouvido isso em algum lugar. Mas o que é o patriarcado? Se você não sabe ou ainda tem alguma dúvida a respeito do assunto e sobre como as mulheres lutam contra essa forma de organização onde somente o homem tem plenos poderes e direitos e cabe à mulher apenas a submissão, vem cá comigo e com as autoras Marta Breen e Jenny Jordahl, que a gente vai te explicar tudo direitinho.

A queda do patriarcado - O combate ao machismo através dos séculos é um quadrinho da Seguinte das mesmas autoras de Mulheres na Luta (resenha aqui) e que tem como objetivo esclarecer, de maneira absolutamente didática, dúvidas a respeito desse embate entre homens e mulheres. 

As autoras nos guiam através da história explicando o conceito de patriarcado, como ele surgiu e se expandiu na Grécia antiga principalmente graças a grandes pensadores como  Aristóteles, e como ele continuou sendo respaldado por médicos, líderes religiosos, políticos e cientistas que trabalharam em prol de provar uma suposta diferença entre homens e mulheres que as torna inferiores em vários aspectos como inteligência, força, raciocínio lógico e autocontrole. 

Para nosso alívio e conhecimento, e para que possamos reverenciá-las, as autoras também trazem algumas mulheres que, desde os primórdios da história da humanidade não aceitaram o patriarcado como única forma de poder e usaram das mais diversas estratégias para exercerem os direitos que lhes eram negados. Acredita que lá no antigo Egito já tinha uma colega lutando pelos nossos direitos???

Com uma linguagem fácil e muito divertida, A queda do patriarcado é uma aula sobre feminismo e direitos sociais. Apesar disso, se prepare para sentir muita raiva, principalmente quando descobrir que alguns dos grandes nomes da história (alguns inclusive que eu admirava como o escritos Baudelaire, o pintor Renoir e até mesmo Freud) tinham pensamentos retrógrados e machistas. A HQ não encerra o assunto mas serve como ponto de partida para iniciar discussões a respeito dos temas abordados. 



Nenhum comentário

O seu comentário alegra o nosso dia!!!