• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Estante da Tata: O Guia Definitivo do Mochileiro das Galáxias, Douglas Adams - @Arqueiro

    O Guia Definitivo do Mochileiro das Galáxias
    A trilogia de cinco em um único volume

    Douglas Adams

    Ano: 2016

    Páginas: 672

    Editora: Arqueiro

    Sinopse:

    Pela primeira vez, reunimos em um único volume os cinco livros da cultuada série O Mochileiro das Galáxias, de Douglas Adams.
    Com mais de 15 milhões de exemplares vendidos, a saga do britânico esquisitão Arthur Dent pela Galáxia conquistou leitores do mundo inteiro. O humor ácido e as tramas surreais de Douglas Adams se tornaram ícones de uma geração e seguem fascinando - e divertindo - leitores de todas as idades. Pegue sua toalha, embarque nessa aventura improvável e, é claro, não entre em pânico!


    A muito tempo atrás, eu estava fazendo hora no meu lugar favorito do mundo: uma livraria. Nesse lugar fantástico e magico, eu encontrei um livro estranho com o prefacio mais louco que eu já tinha visto.
    Desde tempos imemoriais houve menos de meia dúzia de mortais cujas mentes foram capazes de contemplar o universo em sua totalidade: Einstein, Hubble, Feynmam e Douglas Adams são os nomes que surgem em meu cérebro ínfimo e inútil. Destes poucos gênios especiais, especiais, Douglas Adams é sem dúvida, o pensador mais hilariantemente original, embora seja consenso geral que Einstein era melhor dançarino de funk. (...)

    Eu comprei aquele livro por causa do prefacio e foi uma das melhores compras que eu já fiz porque aquele livro era O Guia do Mochileiro das Galáxias e ele se tornou um dos meus livros favoritos.


    Recentemente, a editora Arqueiro lançou essa edição de capa dura MARAVILHOSA que reúne em um só todos os livros da série do Guia do Mochileiro das Galáxias e eu preciso dizer: que edição maravilhosa! Amei o fato deles usarem a capa antiga e original da série de livros e toda a forma como o livro foi editado e montado.

    Está de parabéns Editora Arqueiro!

    No início, o universo foi criado. Isso irritou profundamente muitas pessoas e, no geral, foi encarado como uma péssima ideia.

    Voltando ao foco, fiquem avisados, O Guia (como eu chamo carinhosamente) não é um livro para todo mundo. O Guia é um livro 'ame ou odeie'. O Guia é um livro que pode te fazer chorar de rir com física quântica e piadas sobre filas intermináveis e burocracia. O Guia é um livro cheio de absurdos bem construídos e fundamentados.

    O Guia é um dos livros mais inteligentes que eu já li! Não se deixe enganar pelo humor sarcástico e, às vezes, bobo, dessa série. Se você prestar atenção, vai perceber que O Guia é, na verdade, uma bem humorada (e extremamente inteligente) critica a todos os aspectos da vida moderna (politica, governo, religião, dinheiro..).

    Existe uma teoria que diz que, se um dia alguém descobrir exatamente para que serve o Universo e por que ele está aqui, ele desaparecerá instantaneamente e será substituído por algo ainda mais estranho e inexplicável. Existe uma segunda teoria que diz que isso já aconteceu.

    A trilogia de cinco do Guia do Mochileiro das Galáxias conta a história de Arthur Dent e suas aventuras (as quais ele não quis participar mas foi forçado) pela galáxia.

    Muito além, nos confins inexplorados da região mais brega da Borda Ocidental desta Galáxia, há um pequeno sol amarelo e esquecido.

    Mas antes de falar sobre ele é necessário contar a história de um computador muito especial. Vários milhões de anos atrás, uma das raças mais inteligentes da galáxia construiu o mais potente e inteligente computador jamais criado. Eles buscavam a resposta para o sentido da vida, do universo e tudo o mais. Depois de incontáveis anos de cálculos o computador chega em uma resposta. A resposta para a vida, o universo e tudo o mais é 42.


    Sem entender como a resposta para uma pergunta tão importante poderia chegar a este resultado, eles novamente questionam o computador. Este por sua vez diz que para entender a resposta (42) eles vão precisar delimitar melhor a pergunta original (qual o sentido da vida, o universo e tudo o mais?) e que ele iria criar um novo computador que faria isso.

    Voltando ao presente (dos livros), a história de Arthur começou em uma quinta-feira (tinha que ser uma quinta) ou como podemos chamar, o pior dia da vida de Arthur Dent. Nessa quinta-feira fatídica, o planeta Terra inteiro é demolido para a construção de um desvio para a construção de uma nova via expressa intergaláctica.

    Os Vogons, uma raça extremamente burocrática de alienígenas (eles só salvariam a própria mãe se recebessem autorização expressa com copias em três vias) e conhecidos como os segundos piores poetas da galáxia (suas poesias podem ser fatais para os ouvintes) são os responsáveis pela demolição total da terra.
    Curiosamente, há muito que os golfinhos sabiam da iminente destruição do planeta, e faziam de tudo para alertar a humanidade; porém suas tentativas de comunicação era geralmente interpretadas como gestos lúdicos com o objetivo de rebater bolas ou pedir por comida, e por isso acabaram desistindo e abandonaram a Terra por seus próprios meios antes que os vogons chegassem. A derradeira mensagem dos golfinhos foi entendida como uma tentativa extraordinariamente sofistica de dar uma cambalhota dupla para trás assobiando o hino nacional dos Estados Unidos, mas na verdade o significado da mensagem era: Até mais e obrigado pelos peixes.

    No meio da confusão, Arthur é salvo (o único humano que consegue sobreviver) por seu melhor amigo, Ford [ele tem esse nome porque quando ele chegou na Terra ele achou que os carros eram a forma de vida predominante do planeta (olha a critica ao modo de vida moderno) e que Ford era um nome comum e perfeitamente aceitável] consegue pegar uma carona na frota de naves dos Vogons e leva Arthur com ele. 

    O que Arthur não sabia era que Ford era um alienígena e um editor do livro mais vendido em toda a galáxia, O Guia do Mochileiro das Galáxias (uma espécie de Wikipédia sobre tudo que existe na galáxia, seus planetas, pessoas importantes, como fazer a melhores bebidas e etc) e que Ford foi mandado a Terra para escrever uma nota sobre o planeta para o guia e ficou preso aqui. 

    A Enciclopédia Galáctica define o amor como algo incrivelmente complicado de se explicar. Já o Guia do Mochileiro das Galáxias define amor como: geralmente doloroso, se puder, evite-o. Mas para o azar dos terráqueos, eles nunca leram o Guia do Mochileiro das Galáxias.

    Enquanto isso, do outro lado da galáxia, Zaphod, o presidente da galáxia (que já foi também eleito 7 vezes a criatura racional mais malvestida) resolve se auto-sequestrar (sim, você leu direito) e roubar uma nave movida por um gerador de improbabilidade infinita (ela usa acontecimentos improváveis para se mover, mas ao mesmo tempo que isso a transforma na mais rápida nave já criada, também faz como que as direções que ela toma sejam completamente imprevisíveis ou seja, você vai chegar rápido em algum lugar, você só não vai saber que lugar vai ser esse). Ma o negocio é que Z tem um plano, um plano malucamente genial que ele formulou em um momento de bebedeira anos atras, um plano que motivou sua candidatura a presidência da galaxia.
    O presidente, em particular, é simplesmente uma figura pública: não detém nenhum poder. Ele é aparentemente escolhido pelo governo, mas as qualidades que ele deve exibir nada têm a ver com liderança. Ele deve é possuir um sutil talento para provocar indignação. Por esse motivo, o presidente é sempre uma figura polêmica, sempre uma personalidade irritante, porém fascinante ao mesmo tempo. Não cabe a ele exercer o poder, e sim desviar a atenção do poder. Com base nesses critérios, Zaphod Beeblebrox é um dos melhores presidentes que a Galáxia já teve ― pois já passou dois dos dez anos de seu mandato na cadeia, condenado por fraude.

    O Guia possui tantos personagens que é até difícil comentar todos eles. Mas eu gostaria de deixar um comentário especial sobre o Marvin, um robô criado para possuir uma personalidade humana genuína. O problema é que Marvin possui um QI 30 bilhões de vezes maior que o de uma pessoa normal e isso faz com que qualquer tarefa que lhe seja atribuída se torne banal e simples para o seu intelecto o que faz com que ele desenvolva uma profunda depressão e tenha um total e completo desprezo pela vida (própria e alheia). Ver o Marvin andar por ai reclamando de tudo é uma das coisas mais engraçadas do livro.

    De alguma forma, as histórias de Arthur, Ford, Zaphod e do computador que deu a resposta para a vida, o universo e tudo o mais irão se conectar e o resultado disso é completamente imprevisível e igualmente impressionante e original.

    E essa minha gente, é a história do primeiro livro da série.

    Eu vou evitar mencionar as histórias dos outros quatro livros porque a) essa resenha já está gigante (se você leu até aqui eu te saúdo) e b) não quero te dar spoilers.

    Mas a coisa é o seguinte, eu não posso expressar o quão bom essa série de livros é, o quão genial Douglas Adams é. O que eu posso te de dizer é LEIA. De verdade, LEIA! O Guia é o tipo de livro que todo mundo deveria ler uma vez na vida.

    Douglas Adams foi um gênio a frente do seu tempo, suas ideias e visões sobre a humanidade e a sociedade são atemporais e impactantes e os seus livros têm um tipo humor todo a parte, completamente único que eu, pessoalmente, nunca consegui encontrar em livros de outros autores. Seus livros fazem críticas sutis, inteligentes, sarcásticas e bem-humoradas sobre a sociedade no meio de histórias malucamente geniais.

    Ps: A serie é composta por cinco livros: (01) O Guia do Mochileiro das Galáxias, (2) O Restaurante no Fim do Universo, (3) A Vida, o Universo e Tudo Mais, (4) Até logo, e Obrigado pelos Peixes e (5) Praticamente Inofensiva.


    Ps: Eu sei que essa resenha esta gigante mas mesmo assim tem TANTA coisa sobre a serie que eu deixei de lado, tantas citações que só de pensar me da um nervoso. Só te peço uma coisa, vá ler e descobrir todas essas coisas por si mesmo.

    Ps: Fiz recentemente para o blog a resenha de Agência de Investigações Holísticas Dirk Gently, outro livro de Douglas Adams e você pode conferir clicando aqui.

    Ps: O primeiro livro da série foi adaptado para o cinema (não é a melhor adaptação da vida mas é bem legal) mas eu não recomendo as pessoas assistirem sem terem lido o livro primeiro porque o filme meio que condensa os 4 primeiros livros da serie (em uma linha de tempo completamente diferente da existente na serie de livros). 



    15 comentários :

    1. Olá!
      Ainda não li nada desse autor, mas sempre leio comentários positivos sobre as obras dele.Parece bem interessante um livro que engloba vários outros. Gostei muito da sua resenha, muito bem detalhada e muito motivadora a fazer a leitura. Se tiver oportunidade, vou ler sim. Obrigada pela dica. Beijos.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Ola Marcia!! Deixa eu te contar, esse livro é um desses livros que vc quer obrigar todo mundo a ler pq ele PRECISA ser lido.. Por isso essa resenha meio doida hahaa

        Mas adorei seu comentário!! E vá ler a serie e depois volte para me contar o que achou xD

        Excluir
    2. Amo indiscutivelmente essa série de livros, é a minha queridinha (daí que emprestei e a famigerada pessoa não devolveu) aff. Acho o humor inteligente, as críticas fantásticas e não sei dizer qual desses livro amei mais. Mas com certeza o sofá, a grande resposta que Deus deixou para a humanidade foram as sacadas mais massa do livro! adorooooooooooooo

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Adriana, nem te conheço mais ja te considero tanto haha Bate aqui colega fã de Douglas Adams!!

        Velho, todas as sacadas desses livros são incríveis.. Mas a de deus é top mesmo hauahhua

        Excluir
    3. Recebi essa edição de parceria, e que maravilha! Nunca tinha lido nenhum livro da série, mas amei a experiência, os personagens são cativantes e divertem o leitor, em alguns momentos fiquei extremamente feliz ao estar lendo o livro, em outros fiquei surpreendida com as diversas ações e os muitos mistérios que são colocados para o leitor durante a trama, que adrenalina! Estava tão ansiosa para saber o porque da resposta ser 42... A escrita do autor é única, inteligente, excelente para uma ficção científica, indico muito também

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Maria, bem vinda ao clube Douglas Adams!! xDD Uma vez dentro já era!!

        Olhe também os outros livros dele, todos tem esse tipo de humor maluco e todos são incríveis!!

        Excluir
    4. eu tenho a edição q são os cinco separados, e gostei tanto que queria essa para colocar junto na estante
      enfim tenho q concordar contigo que é o guia (adorei esse apelido carinhoso) é um livro ame/odeie difícil ter meio termo.
      eu particularmente comecei a ler pq não aguentava mais as piadas sobre a toalha e 42 e acabei me apaixonando

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Mariana! Então, eu tb tenho a versão que são 5 livros separados mas eu não tive como resistir a essa capa dura maravilhosa!!

        Velho, alguém que me entende!! Ou vc ama ou vc odeia O Guia e cai entre nos, isso me diz muito sobre a pessoa que leu ;)

        Mas bate aqui colega Mochileira das Galaxias!!

        Excluir
      2. 0/
        eu admito no começo eu me peguei: pq esse livro fez tanto sucesso, não durou umas 20 páginas. depois eu entendi...
        eu não sou a única colega aqui em casa! minha irmã fica enchendo a paciência do nosso irmão, pq ele ainda não leu =)a gente adora falar da toalha
        a parte que ela mais gosta é a do golfinho!

        minha mãe me mata se descobrir que eu quero comprar um livro que eu já tenho, só por causa da capa!

        Excluir
    5. Um clássico e "culpada" nunca tive interesse em ler. Mas sempre que chega a semana do orgulho nerd, dia da toalha o interesse vem, mas falta a oportunidade.
      Eu achei essa edição muito linda e fico logo querendo tê-la, então é provável que eu venha a ler em breve.
      Por incrível que pareca essa foi a primeira resenha sobre o Guia, que parei para ler e posso dizer que apesar de trazer um pitada cômica, acho que essa série traz uma critica nem tão velada assim a nossa sociedade. E gosto de livros que trazem isso.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Mulher, não se sinta culpada, só leia hahaha

        Serio, você não vai se arrepender se der a oportunidade a serie, sem falar que essa edição esta maravilhosa!!

        Quanto a critica a sociedade, acredite ou não, tem gente que acha o livro muito bobo e sem conteúdo. Por isso que sempre falo que é uma critica velada porque parece que não é todo mundo que consegue enxergar, algumas pessoas só veem o humor escrachado..

        Mas pelo seu comentário, eu realmente acho que seria um livro do qual vc gostaria!!

        Excluir
    6. Oi!
      Ainda não li essa serie mas vejo as pessoas falarem tanto dela que estou bem curiosa para poder ler, gostei muito da historia ainda não conhecia ela direito e com certeza ela me surpreendeu positivamente mesmo tendo esse começo meio louco, achei essa uma historia diferente e adorei saber dessa critica que o autor faz, quero muito ler esse livro e adorei essa nova edição que está linda, ainda mais tendo o livro em capa dura e não sabia que tinha um filme do livro com certeza assim que ler pelo menos o primeiro quero assistir !!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Suzana, que bom que vc gostou da historia!! Loucura é um elemento principal dessa serie, mas não se preocupe, a loucura pode ser muito boa haha

        Mas verdade, ta muito linda essa edição e ta valendo muito a pena comprar ela!!

        Quanto ao filme, engraçado como ninguem parece saber da existência dele apesar de ter varios atores bem conhecidos e ter tido um orçamento muito bom (os efeitos são muito bem feitos).. Mas assista, se vc gostar do livro vai adorar o filme xD

        Excluir
    7. Eu amo O Guia também e estou muito desejando essa nova edição dele. Eu também sempre digo, pra quem não gosta e acha a história boba, que é pq a pessoa não entendeu a critica, o sarcasmo de toda a obra.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Fernanda!! Então, já vi muita gente dizendo que o livro é bobo e infantil e eu não entendo como eles não conseguem enxergar toda o real significado por trás de tudo.. Mas enfim, o guia é amor na vida haha

        Excluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!