• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Leitura da Drica: O caderninho de desafios de Dash e Lily, David Levitahn e Rachel Cohn - @Galera

    O Caderninho de Desafios de Dash e Lily

    David Levithan e Rachel Cohn

    Ano: 2016

    Páginas: 256

    Editora: Galera

    Sinopse:Ela está doida pra se apaixonar e, pra encontrar o par perfeito, decide criar um caderninho cheio de tarefas e deixá-lo na livraria mais caótica de Manhattan. Quem encontra o moleskine é Dash, e os dois começam a se corresponder e trocar sonhos, desafios e desejos no caderninho, que vai se perdendo nos mais diversos lugares de Nova York.



    Me desculpe quem escreveu, mas acho que essa sinopse não faz jus ao que o livro é exatamente! Vocês concordarão comigo ao final da resenha.

    Estamos às vésperas do Natal e Dash está na situação que pediu à Deus! Filho de pais separados, ‘odiador’ do Natal, ele consegue enganar os pais dizendo para cada um que passaria o Natal na casa do outro. Assim ele terá a casa da mãe, que vai viajar com o namorado, todinha pra ele!

    “O único lado bom desse período sombrio era que a escola está fechada (presumivelmente para que todos pudessem comprar ad nauseam e descobrir que a família, assim como o arsênico, funciona melhor em pequenas doses... a não ser que você prefira morrer).”

    Lily é o extremo oposto do Dash! Ela adora o Natal e toda a confusão da época. Mas está arrasada porque os pais resolveram viajar sozinhos para comemorar o aniversário de casamento. E ela teve que ficar com o irmão e o namorado, que não querem ser incomodados. A solução encontrada pelos dois? Criar um caderninho vermelho com alguns desafios e deixá-lo na Strand, a maior livraria de Manhattan. A pessoa que o encontrasse e realizasse os desafios, seria a pessoa ideal para ficar com Lilly.

    "Quero acreditar que, apesar de todas as evidências em contrário, há motivo para se ter esperança."

    Dash adora a Strand, ele a conhece melhor dos que os seus funcionários e encontra o caderno de Lily. E, por pura curiosidade, resolve aceitar o desafio. Após completá-lo, Dash lança um desafio a Lily, e é aí que a nossa história começa de verdade.


    Duas pessoas tão diferentes com chances mínimas de se encontrarem, mas que se aproximam pela curiosidade de saber um pouco mais do outro. A cada desafio lançado, eles e nós vamos sabendo quem são, do que gostam e o que pensam da vida.

    “Crianças me assustam. Quero dizer, eu as admiro em um nível fofo estético, mas elas são criaturas muito exigentes e irracionais. E costumam ter um cheiro estranho. Nem consigo acreditar que já fui uma delas.”

    Eu sou #TeamDashForever, me identifiquei com a aversão dele ao Natal. Mas duvido não se encantar pela Lily e toda a sua crença no lado bom das coisas e das pessoas.

     “Cinderela era tão imbecil. Ela deixou o sapatinho de cristal no baile e voltou direto para a casa da madrasta. Acho que ela deveria ficar usando o sapatinho de cristal o tempo todo, para ser mais fácil encontra-la. Sempre torci para que, depois que o príncipe encontrasse Cinderela e eles partissem em uma carruagem magnifica, ela se virasse para ele depois de alguns quilômetros e dissesse: ‘Pode me deixar na estrada, por favor? Agora que finalmente fugi de minha horrível vida de exploração, gostaria de ver um pouco do mundo, sabe? Talvez fazer um mochilão pela Europa ou Ásia. Procuro por você depois, Príncipe, depois de ter encontrado meu caminho. Mas obrigada por me achar! Foi uma gracinha de sua parte. E pode ficar com os sapatinhos. Vão acabar me dando bolhas se continuar os usando.’"

    Ai você deve se perguntar: Mas a Drica não gosta de romances... Pois é, e é bem por isso que eu amei o livro. De leitura leve e rápida, porque além de fluir bem você ficará alucinado para saber como tudo vai terminar.

    O caderninho de desafios de Dash e Lily não é mais uma historinha de amor entre dois adolescentes. O Levithan não faria só isso! O livro vai muito além do romance e trata de temas delicados de uma maneira muito sutil. Ele fala de homossexualidade, solidão, aceitação, autoafirmação, família, amizade e descobertas tendo como pano de fundo o encontro de dois personagens apaixonantes.


    Recomendo para os que adoram romance e para os que nem tanto; para os nerds e para os românticos; para os delicados e para os hostis; para os madurecidos e os que estão amadurecendo; para os que gostam do Natal e para os que odeiam. Ou seja, você se enquadra em alguma dessas situações, então, precisa ler!


    23 comentários :

    1. Eu gostei bastante da premissa do livro, curiosa para conhecer os desafios propostos pela personagem e para acompanhar o Dash cumprindo os desafios, incrível como você se convenceu com os dois personagens e suas opiniões sobre o natal, acho que o romance sera maravilhoso, amo os livros do Levithan, e como uma apaixonada por romances leves não posso deixar de conferir

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Acho que ele preenche os seus gostos, Maria. Levithan dá show mais uma vez!

        Excluir
    2. Aiii que lindo kk ❤ ainda nem li e já conquistou meu coração, é bem inovador e como o Dash, estou super curiosa.. Vai ter bastante treta com o namorado dela? 😎
      Também acho que sou Team dash 😂

      ResponderExcluir
    3. Só pela capa gamei nele, mas só não entendi se toda essa historia se passa só no natal, é? Só no dia ou nas vésperas?
      Achei muito fofa a historia, e bom é que não é tao melosa e flui rápido como você falou
      Já vai para a minha lista

      ResponderExcluir
    4. Awwn Drica! Eu amei o livro só pelo que a Lily disse sobre a cinderela. Quero ler!!! Parece ser bem legal, e a capa é tão fofa. Quero demais, já está entrando para a lista.
      Beijos, Vic

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Vic, vc sabe q não gosto de romances, mas esse é muito fofo!

        Excluir
    5. Adorei sua resenha! Da dupla de autores eu já li Naomi e Ely e até gostei, mas achei que ficou faltando muita coisa. Dash e Lily parece ser muito melhor, com uma história bem mais atrativa e mais mensagens por trás dela. Amei, já quero logo ler! Abraços =)

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Não li o livro q vc citou, mas tenho certeza de que Lily e Dash vai superar suas expectativas!

        Excluir
    6. Eu não conhecia este livro, mas lendo sua resenha fiquei bem interessada em lê-lo, pois a história aparenta ser muito boa, adicionei ele em minha lista de leituras.

      ResponderExcluir
    7. Oii!
      Desde quando vi esse livro pela primeira vez fiquei bem curiosa! A capa é fofa e a história me chamou bastante a atenção <3 E amo romances então, fiquei super curiosa!

      Beijão!
      Vem conhecer o meu cantinho ♥
      http://cantinhodosrabiscos.blogspot.com/

      ResponderExcluir
    8. Sem dúvidas um livro para chamar de cantinho do coração, de tão fofo. Achei linda a capa, a resenha e a sinopse, aliás tudo. Mesmo sendo um livro com a época de Natal para dar pano de fundo (odeio todos os filmes de Natal e acho que levei essa ojeriza para os livros também) acredito que o david levithan conseguiu me fazer querer enfeitar a casa e escrever meu livro de desafios também. Boa indicação

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Dri,

        tb odeio filmes e livros q trazem o Natal como pano de fundo. Na verdade, como o Dash, não gosto de Natal. Mas o Levithan me fez amar essa história assim mesmo.

        Excluir
    9. Nunca li nada desse autor, mas estou no chão com esse quote falando da Cinderella. rsrsrsrs Minha animação com o David acabou quando vi a adaptação do livro A Lista do não beijo, achei chatinho.
      Mas com certeza estou mais inclinada a gostar desse. Eu adoro o natal, mas com certeza iria adora mais ainda se fosse um natal em NY.

      bjs

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Thi,

        tb não gostei do filme, não consegui assistir mias de meia hora. Mas Lily e Dash é muito fofo! Lembra Minha vida mora ao lado.

        Excluir
    10. Nunca li nada do David L., e apesar de ter interesse e curiosidade, acaba sempre faltando oportunidade. A Rachel eu também não conheço, então quem sabe e não aproveito este livro para conhecer os dois?
      Bjs, Rose.

      ResponderExcluir
    11. Hey, tudo bom?
      Preciso concordar, a sinopse desse livro realmente não chama muito a atenção, porém a capa é linda. Confesso que não estava ‘tão’ empolgada com relação a leitura de ‘’O caderninho de desafios de Dash e Lily’’, entretanto, depois de ler sua resenha fiquei bem curiosa e com grandes expectativas, a narrativa do livro parece ser envolvente e os personagens cativantes. Gostei bastante do fato do livro abordar temas delicados, agora estou ansiosa para lê-lo.

      ResponderExcluir
    12. Olá.
      Nunca li nada do autor e para ser sincera, a premissa desse livro não me chama a atenção. Mas lendo sua resenha, tão bem elaborada e tão positiva sobre a obra, fiquei curiosa para ler. Talvez venha a dar uma chance ao livro e sair um pouco do gênero que estou acostumada. Beijos!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Obrigada pelos elogios e pelo voto de confiança, Márcia.

        Excluir
    13. Oi!
      Ainda não li nada do David Levithan, mas sempre vejo muitos comentários positivos sobre os livros desse autor e gostei muito dessa historia, mesmo achando esse começo meio louco, e estou bem curiosa para saber o que vai acontece, mas uma das coisas que mais me conquistaram nesse livro foi os temas que os autores tratam nessa historia dessa maneira sutil mas que alcança o leitor !!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Su,

        tem uns livros do Levithan que amo e outros, que nem tanto...

        Mas esse, eu recomendo sim!

        Excluir
    14. se fosse só pela sinopse eu iria fugir desse livro
      mas adorei a resenha e tenho que concordar que não faz jus ao livro (e olha que eu não li)
      fiquei super curiosa para saber dos "desafios" e como esses dois vão conseguir se conhecer
      mais um para minha lista!

      ResponderExcluir
    15. Em geral eu não gosto de romances, sabe, mas a premissa desse livro é tão diferente e parece tão amorzinho que a cada resenha que eu leio eu o desejo mais. Imagino que ver eles cumprindo os desafios e tal deva ser demais e que o livro, de uma forma geral, deve ser muito engraçado

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi, Fernanda,

        se observar as minhas resenhas, vai perceber que tb não curto muito romance. Mas esse é mesmo lindo!!!

        Excluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!