• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Lendo com a Dani: Entre a ruína e a paixão, O Clube dos Canalhas #3, Sarah MacLean

    Uma noiva desaparecida na véspera de seu casamento. Um poderoso duque acusado de assassinato. Uma noite que mudou duas vidas para sempre. Temple viu seu mundo desmoronar quando acordou completamente nu e desmemoriado em uma cama repleta de sangue. Destituído de seu título e acusado de assassinato, o jovem duque foi banido da sociedade. Doze anos depois, recuperado em sua fortuna e seu poder como um dos sócios do cassino mais famoso de Londres, sua redenção surge quando a única pessoa que poderia provar sua inocência ressurge do mundo dos mortos. Após doze anos desaparecida, Mara Lowe se vê obrigada a reaparecer quando seu irmão perde toda a fortuna da família nas mesas do cassino do homem cuja vida ela arruinou. Temple quer provar a todos que é inocente e, sobretudo, se vingar e destruir a vida daquela mulher, enquanto Mara precisa enfrentar o passado para recuperar seu dinheiro. Assim, os dois formam um acordo obsceno que os une em um jogo de poder e sedução. Mas ambos descobrem que a realidade esconde muito mais do que as aparências revelam e eles se veem em uma encruzilhada na qual precisam escolher entre lavar a honra do passado e garantir o futuro ou ceder ao desejo de se entregarem de vez à irresistível atração que sentem um pelo outro, mas que pode arruiná-los para sempre.

    Entre a Ruína e a Paixão (No Good Duke Goes Unpunished)
    O Clube dos Canalhas #3
    Autora: Sarah MacLean
    Editora Gutenberg (2016)
    304 páginas


    O melhor livro do quarteto! SIIIIM, embora a nota seja quatro.

    Temple, o melhor pugilista de Londres, conhecido por todos durante doze longos anos, como O Duque Assassino.


    Assim como os dois mocinhos anteriores, ele foi salvo por Chase, o misterioso proprietário do clube masculino Anjo Caído.

    Se um cavalheiro perde tudo nas mesas, pode ter a chance de recuperar, basta vencer Temple no ringue.


    E mesmo com a fama precedendo o duque, ainda tem quem jure ter uma chance de vencê-lo. O que é bom para o clube, já que para assistir as lutas é necessário apostar, e dinheiro é tudo o que Chase quer. Soando muitas vezes insensível.

    O Duque tem esse apelido por todos, inclusive o próprio, acreditarem que ele matou a noiva de seu pai na véspera do casamento. A única pessoa que poderia resolver essa pendência, está morta.

    Saindo do clube ele é seguido pelas ruas escuras, mas para sua surpresa é a última pessoa que ele imaginaria ver diante de seus olhos.

    Mara Lowe está de volta, a contragosto, mas movida por uma causa nobre, reaparece para fazer um acordo. E esse encontro não termina como Temple imagina, mas de uma maneira bem engraçada.


    Ela também deixou um bilhete (...), preso ao seu peito com um grampo de cabelo, como se ele fosse um pacote para ser entregue pelo correio.


    Munido de raiva e esperança de reaver sua honra e o respeito atribuído, ele vai em busca de Mara, com um plano bem traçado na mente e disposto a muito para limpar seu nome. 

    E a surpresa que ele tem ao chegar no endereço... foi demais! Pela confusão e pela possibilidade que ele vislumbra, e me fez crer no mesmo!

    A autora nos mostra o que levou Mara a tal atitude, seus motivos, seus medos. E embora tenha antipatizado com ela por manter-se oculta por tanto tempo, ela conquistou minha simpatia ao longo da trama.

    Somos humanos e cometemos erros, e muito por conta de não visualizarmos os efeitos colaterais.

    Temple não confia em Mara, mas mantém a garota por perto para seu retorno à sociedade com grande estilo, para tanto irá embelezá-la.

    O que nenhum deles espera é que o calor que sentiram ao se verem pela primeira vez reapareça e vá ganhando força.

    Mas será que um sentimento envolto em desconfiança pode evoluir para um relacionamento?


    - Jesus - ele disse, empurrando o copo, as palavras ásperas. - Você já não tentou me matar o bastante?

    Sarah MacLean tem uma narrativa envolvente, com toques de bom humor, os diálogos são divertidos, as cenas são repletas de faíscas. Veremos um lado de Temple que era desconhecido e junto com ele vamos amenizando a raiva contra a Mara.

    O vilão deste livro é muito sem caráter, abusado e vai nos fazer passar por momentos muito tensos. Foi impossível não odiá-lo por tudo o que ele faz.

    Não dei nota cinco pois a Mara me irritou com a demora em aparecer, soou extremamente egoísta deixar Temple amargar as críticas e a incerteza sobre sua inocência. Além de Chase ter me decepcionado bastante com algumas atitudes, para mais adiante acabar se redimindo.

    Mas o casal em si merece atenção, eles juntos são pólvora e fósforo, farão você rir, acreditar que tudo pode melhorar e que por mais que uma pessoa nos pareça errada, ela pode ter um bom coração e nos surpreender.

    Além disso podemos reencontrar os casais dos livros anteriores, Bourne continua com seu charme e Cross continua com seu jeitinho calado, mas com frases nas horas certas. Penélope e Pippa também aparecem e são momentos para lá de engraçados independente das circunstâncias!


    Série: O Clube dos Canalhas

    1. Entre O Amor e A Vingança
    2. Entre a Culpa e o Desejo
    3. Entre a Ruína e a Paixão
    4. Nunca julgue uma Dama pela aparência


                                                              

    25 comentários :

    1. Oi Dani, também comecei com raiva de Mara mas ela foi me amansando durante a trama e meu coração mole deixou passar rsr. Não esperava curtir tanto essa história e gosto quando o autor desfaz minhas barreiras e me conquista com personagens que inicialmente não me agradaram. Me lembro que quando li amei Templo, não me lembro se cheguei a odiá-lo ou mesmo o que Chase fez de decepcionante, acho que vou ter reler, mas isso nem vai ser um sacrifício <3 Amei a resenha e esse livro :)

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Lili, a Mara foi terrível, pobre do Temple na dúvida esse tempo todo, e desde o primeiro livro eu gostei muito dele.
        A autora foi bem hábil para derrubar as barreiras e nos fazer perdoar a Mara. kkkk

        Eu arrumei o parágrafo, pois ficou confuso. Eu AMEI o Temple, sempre, era o meu favorito, o vilão não vale nem para lembrar o nome dele. hahahaha.

        AH, sério que você esqueceu o que Chase fez? Eu nunca vou perdoar ele. =/
        Com certeza reler não é sacrifício algum!

        Obrigada e desculpe a confusão com o texto!

        Excluir
      2. kkkkkkk Eu amei Temple também, ele e Cross são meus preferidos <3
        Vou encaixar essa releitura no meio das histórias novas :D

        Excluir
    2. Olá, Dani! A cada livro que leio da Sarah Maclean fico mais encantada por seus personagens, principalmente por suas heroínas. Amo a ideia de o amor ser capaz de mudar a vida de alguém, mas amo ainda mais o fato de existirem mulheres tão fortes e determinadas como as mulheres criadas por Sarah. Também é impossível não amar o romance, existe um toque de redenção que une Temple e Mara que me emocionou bastante. Enfim amei esse livro da série. É um dos melhores!!
      Beijos!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Leonora, sim esse é o melhor! Pena que demorei tanto a conseguir ler.... inclusive li o último antes. hahaha
        A seu modo os dois cresceram com o que houve, o que torna a relação deles mais bela aos olhos, pela capacidade de perdoar.
        Obrigada

        Excluir
    3. Li apenas um livro da Sarah MacLean e confesso que amei cada pedacinho!
      Estou bem curiosa e animada em relação a essa série, já está na minha listinha de desejados e espero conferir em breve.
      Curto demais romances de época e sinto que esses livros estão com um romance bem completinho!
      Gosto ainda mais quando a autora consegue nos divertir e nos fazer apaixonar com suas histórias.
      Beijos
      Caroline Garcia

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Caroline! Eu perdi as contas de quantos livros li desta autora! Cada um mais apaixonante! Essa série então é maravilhosa, até o momento a que mais gostei!
        Espero que leia e goste muito!
        Obrigada!

        Excluir
    4. Oi Dani!
      Quero muito ler essa série da Sarah. As capas são lindas e os protagonistas. Gosto quando os casais são pólvora e fósforo assim tem mais histórias rsrs Tam bem gosto quando aparecem os casais das outras histórias. Julia Quinn ama fazer isso *-*

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Sim, Nayane! Mocinhos maravilhosos e um casal encantador. E rever os mocinhos é tudo de bom.
        Obrigada

        Excluir
    5. DAni!
      A capa já chama atenção e todo essa história de O Anjo Caído, fiquei bem curiosa.
      Feliz em saber que é o melhor livro da série e tem muita reviravolta.
      Muito boa sua resenha como sempre.
      “Educar é semear com sabedoria e colher com paciência.” (Augusto Cury)
      Cheirinhos
      Rudy
      TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
      http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Esses Anjos Caídos são maravilhosos, especialmente o 2 e 3!
        Recomendo!
        Obrigada

        Excluir
    6. Sarah Maclean será umas das autoras que com certeza irei conhecer esse ano! Sou fã de romances de épocas, ainda mais quando as personagens são incríveis, fortes, bem desenvolvidos, divertidos e apaixonantes. De todas as resenhas, esse terceiro volume foi o que mais me envolvi, ansiosa pra conferir esse romance.
      Bjos!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Fará uma ótima leitura Alessandra!
        Obrigada

        Excluir
    7. Olá.
      Ainda não tive a oportunidade de ler nada da autora, mas tenho certeza de que sua escrita é bem envolvente. Espero um dia poder conferir essa série, pois gosto de romances de época.
      Excelente resenha, me deixou motivada a fazer a leitura!
      Beijos.

      ResponderExcluir
    8. Olá!
      Não gosto muito de romances de épocas e me desanimo muito quando vejo que tem muitas continuações. Comecei várias séries que ainda não terminei hahaha
      Gostei muito dos seus comentários. Deve ser um ótimo livro pra quem gosta do gênero, mas não é pra mim :/
      Beijos

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Os livros não são continuações, vc lê o que quiser, embora os mocinhos reapareçam nos livros seguintes, cada volume é focado num casal e encerrado nele mesmo.

        Excluir
    9. Ainda não li nem um livro da autora Sarah MacLean, mas quero ler esta série O Clube dos Canalhas pois gosto muito de livros de romance de época. A história deste livro parece ser muito boa, e fiquei muito curiosa para conferir esta história, ainda mais que foi a melhor livro deste quarteto para você, gostei da sua resenha e pretendo ler esta série em breve.

      ResponderExcluir
    10. que resenha fantastica !! e essa sinopse é de tirar o folego ein kkkk que pena que Mara demora dms pra aparecer, mas parece ser um livro ótimo, não ouço falar muito da série, mas fiquei bastante interessada, esse casal parece q vai me conquistar <3

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. É uma série muito boa! Na verdade desde o primeiro essa me pegou de jeito, o que não aconteceu com Os números do amor. =/
        Espero que leia!

        Excluir
    11. Olá!
      Que livro maravilhoso, já tinha lido varias resenhas da série e me deixa super encantada com a história. A forma de como a personagem luta por que quer e também tem uma personalidade maravilhosa. Gostei muito da série e quero muito ler e conhecer a escrita da autora.

      ResponderExcluir
    12. Bom, nunca li nada desta autora, mas esta e um das suas séries que mais tenho interesse em lê-la, já que sempre leio muitos elogios a respeito de seus livros. Mesmo que as estórias dos casais sejam independentes, ainda sim pretendo lê-las na ordem. Foi possível perceber que a autora tem uma escrita muito envolvente, e conseguiu desenvolver um romance bastante quente, e sensual.

      Participe do TOP COMENTARISTA de Julho, para participar e concorrer aos livros "O Casal que mora ao lado" e "Paris para um e outros contos".
      http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Sou a favor de ler tudo, mesmo quando não é "obrigatório".

        Excluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!