Depois que tudo acabou, Jennifer Brown



Jersey Cameron sempre amou dias de tempestade.Assistir ao vento aumentar e às nuvens se aproximarem. Perceber a eletricidade no ar. Dançar com os pés descalços na chuva. Onde mora, o clima é sempre incerto, e ela sabe o que fazer em casos de emergência. Mas nunca poderia ter se preparado para o que estava por vir.
Quando sua cidade é devastada por um tornado, Jersey perde tudo. Enquanto luta para superar a dor, é enviada para morar com parentes que mal conhece, e é em meio a novos desafios em um lugar desconhecido que a garota vai descobrir que, mesmo nos dias mais escuros, há certas coisas que nada é capaz de destruir.
Neste romance poderoso e emocionante, a aclamada autora Jennifer Brown apresenta uma história de amor, perda, esperança e sobrevivência.
Depois que tudo acabou
Ano: 2020 
Páginas: 208
Idioma: português
Editora: Gutenberg

"Percebi que a pior parte de perder alguém que você ama de repente não é não consegui dizer adeus. É a dúvida se eles sabiam o quanto você os amava. De que vc fez e disse coisas boas o suficiente para compensar as coisas ruins. É a certeza de que não há segundas chances, não há volta, e não haverá outras oportunidades de dizer a eles como você se sente"

Depois que tudo acabou é mais uma história arrebatadora da Jennifer Brown. Dessa vez vamos conhecer Jersey Cameron, uma típica adolescente que mora na região do Missouri, muito conhecida pelo clima instável e pelas fortes tempestades. Jersey, assim como eu, adora ver os raios e trovões, mas isso vai mudar. 

Era mais um dia comum na vida de Jersey quando ela ficaria sozinha após a escola porque sua mãe levaria Maryn na aula de dança. Mas as coisas começaram a ficar estranhas quando Jersey ouviu as sirenes de alerta de tempestade e acabou a energia. Como todo morador de Elizabeth, ela sabia o que fazer: levou sua mochila com as tarefas da escola para o porão para aguardar a tempestade passar. 

“Era impossível que eles entendessem a raiva que havia dentro de mim. A confusão, a culpa, a rendição. As feridas que começaram a se abrir, os novos machucados que se formavam no meu coração. Por que nem eu mesma entendia, e era eu quem estava vivendo.”
Mas não dessa vez. Jersey vê sua casa ser absolutamente destruída por um tornado, que também devastou grande parte da cidade, destruiu seus sonhos e levou as vidas de sua mãe e de sua irmã. 

Em questão de horas, a vida de Jersey se transforma em um verdadeiro caos: uma das suas melhores amigas está desaparecida, a sua casa está destruída, e a seu único ponto de apoio nesse momento, o único adulto que poderia ampará-la nesse momento que seria o seu padrasto, está tão dilacerado que não sabe com lidar com a situação e manda Jersey para a casa do pai biológico que a abandonou ainda bebê.

“Pergunto-me se é possível perder tudo ou se você apenas tem que continuar redefinindo o significado de tudo”.

Não bastasse a dor da perda da mãe, da irmã e de tudo o que ela conheceu durante toda a vida, Jersey vai ter lidar com os percalços da convivência com pessoas que nunca conheceu e que não a desejam. Jogada de uma casa para outra, ela vai ter que amadurecer imediatamente, aprender a se defender e, mais ainda, aprender a baixar a guarda para se permitir ser amada depois de perder a fé no ser humano. 

Estou acostumada a viver um turbilhão de emoções com as leituras dos livros da Jennifer Brown, mas confesso que me surpreendi muito com esse livro. Apesar de ter a tragédia como pano de fundo, Depois que tudo acabou não é sobre a devastação de uma cidade, mas sobre a devastação de uma vida e de como você faz para se reconstruir quando você mal sabe quem você é, já que todas as suas referências foram perdidas. É também sobre o verdadeiro significado de família, daquela onde os sentimentos falam mais alto do que os laços de sangue. É, principalmente, sobre segundas chances e sobre como seguir em frente acreditando que o amanhã pode ser melhor, mesmo quando o hoje não parece promissor. 

Se prepare para ser impacto pela história de Jersey!



Um comentário

  1. Parece ser um livro bem profundo, cheio de reflexões para o leitor. Tenho um pouco de medo de livros assim e o que podem fazer com meu psicológico hahah

    Blog Tagarelando Livros

    ResponderExcluir

O seu comentário alegra o nosso dia!!!