Uma rosa no concreto, Angie Thomas


Em Uma rosa no concreto, Angie Thomas revisita os personagens do sucesso O ódio que você semeia. Conheça a história de Maverick Carter aos 17 anos e de como ele se tornou o pai de Seven e Starr.
Maverick Carter sabe que um homem de verdade cuida da própria família. Como filho de uma ex-lenda da gangue King Lords, Mav faz isso da única maneira que conhece: vendendo drogas. O dinheiro serve para ajudar a mãe, que trabalha em dois empregos para sustentar a casa enquanto o pai está na prisão.
Com apenas 17 anos, sabe que sua vida não é perfeita, mas com uma namorada de tirar o fôlego e um primo superprotetor, Mav tem tudo sob controle.
Ou melhor, tinha... até descobrir que é pai de um bebê de três meses.
Conciliar a vida nas ruas, os estudos e ainda ser um bom pai não é tarefa fácil. Ainda mais com Iesha, a mãe do bebê, deixando todo o trabalho em suas mãos. Por isso, quando tem a chance de dar um rumo diferente a sua vida, Maverick aproveita. Em um mundo que espera sua derrota, Mav quer provar que é diferente. Afinal, até rosas conseguem florescer nas situações mais adversas.
Mas com o sangue dos King Lords correndo em suas veias, deixar tudo para trás pode ser um verdadeiro desafio. A lealdade, a vingança e a responsabilidade de Mav são postas à prova, especialmente depois do brutal assassinato de um ente querido. Ele terá que descobrir por si mesmo o que realmente significa ser um homem.
Uma rosa no concreto oferece uma visão sincera e delicada sobre a masculinidade negra, tanto de jovens quanto de adultos. Ambientado nos anos 1990, o livro é embalado por rap, R&B e até as boy bands mais famosas da época.
Uma rosa no concreto
Angie Thomas
Ano: 2021 
Páginas: 318
Idioma: português
Editora: Galera

Se você já ou assistiu O ódio que você semeia, vai estar familiarizado com a maioria dos personagens de Uma rosa no concreto. Se você ainda não leu... Então... Vou te contar o que rola aqui mas, tenho certeza, que depois disso você vai correr pra ler! 

Maverick Carter é o nosso protagonista, um jovem negro, 17 anos, morador de um conjunto habitacional, filho do lendário Big Don, líder dos King Lords. Sua mãe trabalha em dois empregos (como o Julius rsrsrs) para manter a casa enquanto o marido está preso. Tudo o que ela quer é que Mav estude e não se envolva com o crime e o tráfico de drogas. Mas será que ele consegue?

Namorando Lisa, uma menina certinha e de outro nível social, Mav descobre que tem um filho de três meses e Iesha, a mãe da criança, deixa o pequeno Seven aos seus cuidados tornando a vida do Little don um verdadeiro caos. Agora ele tem um filho para criar e não quer que ele tenha um pai como o dele, Mav vai tentar levar os estudos a sério e se afastar de toda a herança de seu pai na gangue. Mas a vida de Mav ainda vai ficar mais difícil quando ele descobrir que Lisa também está grávida. 

Como já era esperado, Angie Thomas supera todas as minhas expectativas em mais uma história incrível que aborda a realidade de pessoas pretas, pobres e periféricas. Uma rosa no concreto é um verdadeiro retrato da sociedade injusta, determinista e segregacionista em que vivemos e que tenta ditar qual é o lugar de cada ser humano dentro dela baseado na cor de sua pele. Ao mesmo tempo em que é um ato de resistência, provando que todos podem ocupar o lugar que quiser.

Um comentário

  1. Olá!
    parece um livro cheio de reflexões importantes. Ainda não li e nem sei se lerei mas, amei a sua resenha.
    Beijos.



    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir

O seu comentário alegra o nosso dia!!!