• Home
  • Sobre o Blog
  • Colaboradores
  • Contato
  • Estante da Tata: Mestre, Raymond E. Feist

    A saga épica de Midkemia continua
    Passaram-se três anos desde o terrível cerco a Crydee. Os três rapazes que eram os melhores amigos do mundo encontram-se agora a quilômetros de distância. Pug, um escravo dos Tsurani, está prestes a se tornar um dos maiores magos que já existiram. Tomas, um grande guerreiro entre os elfos, arrisca-se a perder sua humanidade para a armadura encantada que veste. Arutha, príncipe de Crydee, luta desesperadamente contra invasores e traidores para salvar seu reino.
    Mago Mestre é recheado de aventura, emoção e ameaças tão antigas quanto o próprio tempo. Com o segundo volume de A Saga do Mago, Raymond E. Feist volta a provar que é um dos maiores nomes da literatura fantástica na atualidade.
    Mestre
    Saga do Mago # 2
    Ano: 2014
    Páginas: 432
    Editora: Arqueiro

    Mago: Mestre é o segundo volume da série Saga do Mago e eu estava realmente ansiosa para ler esse livro. Ano passado eu tive a oportunidade de ler o primeiro (resenha aqui) e fui pega de surpresa pela qualidade do livro e pela história cativante.

    A série Saga do Mago é uma serie fantástica por definição. Mas, ao mesmo tempo que possui elementos fantásticos enraizados, ela também possui uma dinâmica e um ritmo muito mais rápido que os demais livros desse gênero geralmente possuem,  o que, honestamente, é um grande alivio.

    Não me entendam mal, eu AMO livros de fantasia e alguns dos meus favoritos são considerados densos e chato pelos próprios amantes do gênero.

    Meu problema é que eu sinto que nos últimos anos os autores de Fantasia estão se levando muito a sério e se preocupando mais com a estética do texto do que com a fluidez da história. Eu sinto falta do antigo estilo de fantasia, um estilo aperfeiçoado nos livros de C. S. Lewis ou Ursula K. Le Guin (resenha aqui).

    Por isso, livros como este são uma lufada de ar fresco.

    Mas voltando ao livro em si, Mestre começa com um salto temporal depois dos acontecimentos finais do primeiro livro e somos apresentados a um novo mundo, a novas possibilidades, novos personagens e criaturas e é tudo maravilhosamente feito.

    Por um lado nós temos Pug, nosso aprendiz de mago e futuro ‘’mago mais poderoso de todos os tempos’’, vivendo a vida de um escravo e nos dando a oportunidade de aprendemos sobre o outro lado da guerra, sobre o mundo e a cultura dos invasores. É pela sua visão que conhecemos novos personagens e vemos sua evolução (mais do que necessária por sinal). Uma das poucas coisas que eu não tinha gostado no primeiro livro foi a falta de magia dele, a falta do extraordinário que era constantemente prometida ao leitor e nunca cumprida. Pois bem, queimei a língua e Pug virou um mago de respeito.

    Mas por outro lado, ou no caso, no outro mundo/dimensão/núcleo da novela, nós temos o príncipe Arutha FINALMENTE aparecendo mais e tendo um papel importante na história. Se você leu a minha resenha do primeiro livro você sabe que ele é de longe meu personagem favorito dessa série.

    Foi muito bom também ver a evolução e o destino de Thomas. Ver a razão por trás daquela armadura magica que o dragão tinha dado a ele no primeiro livro, ver a interação dele com os elfos e ver o quanto ele cresceu e como se tornou o guerreiro que ele um dia sonhou em ser, apesar do custo que isso teve para ele. Sem falar que eu honestamente adoro a relação dele com uma certa personagem que não mencionarei haha

    No começo desse livro eu fiquei preocupada com o salto temporal feito pelo autor porque eu QUERIA saber o que tinha acontecido nesses anos anteriores, mas ai eu entendi que sem esse salto a história não fluiria como deveria e que sem ele não veríamos a melhor parte desse segundo livro: a evolução dos personagens e dos dois mundo apresentados, agora em guerra por anos.

    Todos os livros dessa serie foram recentemente relançados pela editora Arqueiro e eu devo dizer que as capas dessa serie estão realmente maravilhosas e isso sem falar que cada livro possui uma letra na lombada e que, quando a série está completa na estante, é possível ler a palavra MAGO. Só eu achei isso incrivelmente legal?


    10 comentários :

    1. Oii Tata!
      Confesso q amo o gênero tbm, mas tbm sinto falta dos antigos...
      Eu ainda não li o vol 1 mas tenho uma grande curiosidade em conhecer a série, espero conseguir em breve.
      Bjs!

      ResponderExcluir
    2. Tata, fantasia não é meu gênero preferido, na verdade creio que nunca li um livro do tipo. Porém, a "Saga do Mestre" parece ter combinações de elementos perfeitos para uma boa leitura, mesmo com o escritor se preocupando mais com a estética do texto, deixando o livro mais denso e enjoativo.
      E para quem acompanha uma saga é muito bom ver a evolução de um personagem, como você teve a chance de presenciar.
      Minha primeira fantasia lida será essa, espero não me decepcionar.

      ResponderExcluir
    3. Tata!
      Devo concordar com você, os autores de fantasia tem sido um tanto desleixados com o conteúdo de seus livros, ainda assim, gostamos de ler, né?
      Bom ver que nesse segundo volume, mesmo com a passagem de tempo, tanto as personagens, quanto e os mundos conseguem evoluir, apesar da guerra.
      Semaninha De muita luz e paz!
      “Existe apenas um bem, o saber, e apenas um mal, a ignorância.” (Sócrates)
      cheirinhos
      Rudy
      http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
      TOP Comentarista de JANEIRO dos nacionais, livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

      ResponderExcluir
    4. Oi, Tata!!
      Nossa como ainda não conhecia essa série Saga do Mago!! Simplesmente adoro livros de fantasia!! Mas infelizmente não conhecia esses livros, gostei muito da premissa dos dois primeiros livros e espero ler essa série!!
      Beijoss

      ResponderExcluir
    5. Tenho o box dessa saga mas ainda não li e pela resenha estou perdendo uma grande historia, adoro fantasia, que bom que Pug cresce nesse volume como mago, pois fiquei preocupada dele continuar sem magia, assim ficaria sem graça rs.

      ResponderExcluir
    6. Este comentário foi removido pelo autor.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Adoro livro de magos adoro entrar em um mundo de fantasias, vou amar ler.Primeiro tenho que ler o primeiro para poder entender o segundo.

        Excluir
    7. Oi.
      Gosto desse gênero, apesar de ultimamente não estar lendo muito. Mas boas indicações é que não faltam. A começar por essa série, muito interessante!
      Que bom que já tem os dois livros disponíveis.
      Ótima resenha.
      Beijos.

      ResponderExcluir
    8. ah eu estou louca para ler esse livro ou melhor essa série
      eu amo livros de fantasia e te entendo as vezes a gente lê tanto que começa a ficar chateado que a qualidade não está boa
      mas que bom que ele renova
      depois da sua resenha ele subiu várias posições na minha lista!

      ResponderExcluir
    9. Eu li o primeiro livro tem uns dois anos...Eu nem lembro mais a história direito, pra falar a verdade.,.Mas eu lembro que eu gostei bastante hahahaha É bom saber que o autor continua com a qualidade, então é mais um empurrãozinho pra eu continuar comprando e lendo a série, assim q possível. bjbj

      ResponderExcluir

    O seu comentário alegra o nosso dia!!!