Lute como uma garota


Estamos vivendo novos tempos: a discussão sobre os direitos das mulheres não se concentra mais em grupos específicos e a luta feminista amplia seu debate na sociedade. Da violência contra a mulher à cultura do estupro, uma série de questões é tema de conversa frequentes na mídia e nas redes sociais. Mas como chegamos até aqui? Quem nos ajudou nessa trajetória? "Lute como uma Garota", de Laura Barcella, reúne o perfil de figuras importantes da militância feminista, abrangendo as pioneiras do século XVIII e as estrelas pop dos dias de hoje, como Frida Khalo, Simone de Beauvoir, Oprah Winfrey e Madonna. E o livro não deixa de fora os nomes essenciais da luta no Brasil: em 15 perfis, com nomes como Djamila Ribeiro e Clarice Lispector, a jornalista Fernanda Lopes traz ao público um pouco de nossa história. Com ilustrações, prefácio de Mary Del Priore e apresentação de Nana Queiroz, Lute como uma Garota mostra a força dessas mulheres.
Lute como uma Garota
60 feministas que mudaram o mundo
Laura Barcellar...
Ano: 2018 
Páginas: 368
Idioma: português
Editora: Cultrix

" Celebrar o passado é responsabilidade de quem está comprometido com a construção do futuro. Essas mulheres sofreram, e seu sofrimento é hoje o nosso festejo para podermos nelas nos inspirar. Elas são as artistas que souberam transformar suas lamúrias em conquistas. E nos dizem, nas páginas desse livro: você também pode ser heroica. Porque ser um mulher que transforma o mundo, hoje, não exige nada menos que heroísmo. "

Lute como uma garota é uma compilação de minibiografias de 60 mulheres que, de alguma forma, lutaram e ainda lutam para que tenhamos direitos e para que os mesmos sejam respeitados. Dessas 60 mulheres, 15 são brasileiras. De maneira eclética, nessa lista democrática desfilam mulheres europeias, orientais, do Oriente Médio e latinas. Pobres e de famílias abastadas. Negras, loiras, amarelas, mulatas. Cantoras, atrizes, médicas, ativistas sociais, escritoras, professoras, advogadas e com pouca escolaridade. Mulheres.


Mas você pode até dizer, querido leitor, que não é novidade um livro falado de perfis de grandes mulheres. Sim, é verdade. Mas o que Lute como uma garota tem de diferente e especial? O livro traz não só personalidades conhecidas do grande público por conta de seus feitos, mas também traz perfis inusitados, de mulheres que talvez você nunca tenha sequer ouvido falar, mas que são de suma importância para a história do feminismo e da luta pelos direitos das mulheres. Ainda que algumas delas não se definam como feministas.

“Nunca ocorreria a um homem escrever um livro sobre a situação singular dos homens na humanidade. Se eu quiser me definir, primeiro devo dizer: Sou mulher’. Todas as outras afirmações surgirão a partir dessa verdade básica.”

Simone de Beauvoir

Além de falar sobre a vida de cada uma e citar seus grandes feitos, ao final de cada perfil ainda temos frases marcantes da mulher em questão.


Leitura obrigatória do ponto de vista histórico para que seja valorizado tudo o que já foi conquistado e como fonte de inspiração para que a luta nunca cesse enquanto não houver igualdade e, principalmente, equidade.

Um comentário

  1. Numa época onde as mulheres têm aprendido pouco a pouco se valorizarem, um livro assim é como um sopro de esperança a todas nós!
    Talvez por isso mesmo, não somente apresentar as batalhadoras conhecidas, mas também as "escondidas", provando que todas nós podemos sim, lutar por um mundo melhor!
    Espero ler o livro o quanto antes!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir

O seu comentário alegra o nosso dia!!!